Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Asma: o que é, sintomas, causas e tratamento

A asma brônquica é uma inflamação crônica nos pulmões em que a pessoa apresenta dificuldades para respirar, falta de ar e sensação de pressão ou aperto no peito, sendo mais frequente em pessoas que possuem histórico de asma na família, tiveram infecções respiratórias de repetição durante a infância ou que possuem muitas alergias.

A asma não tem cura, no entanto os sintomas podem ser controlados e aliviados com o uso de medicamentos que devem ser indicados pelo pneumologista ou imunoalergologista de acordo com os sintomas apresentados e gravidade da doença. A asma não é contagiosa, ou seja, não é transmitida de pessoa para pessoas, no entanto filhos de pessoas asmáticas têm maiores chances de desenvolver asma em qualquer fase da vida.

Asma: o que é, sintomas, causas e tratamento

Sintomas​ de asma

Os sintomas de asma costumam surgir de forma repentina ou após a pessoa se expor a algum fator ambiental que cause alteração nas vias respiratórias, seja por uma alergia a poeira ou pólen, ou como consequência da prática de exercício físico intenso, por exemplo. Os sintomas que normalmente são indicativos de asma são:

  • Falta de ar;
  • Dificuldade para encher os pulmões;
  • Tosse especialmente à noite;
  • Sensação de pressão no peito;
  • Chiado ou ruido característico ao respirar.

No caso dos bebês, a crise de asma pode identificada por meio de outros sintomas como dedos e lábios roxos, respiração mais rápida que o normal, cansaço excessivo, tosse constante e dificuldade para comer.

Quando o bebê apresenta estes sintomas os pais podem encostar o ouvido no peito ou nas costas do bebê para verificar se ouvem algum ruído, que pode ser semelhante à respiração dos gatos, e então informar ao pediatra para que possa ser feito o diagnóstico e o tratamento adequado seja indicado. Saiba como reconhecer os sintomas de asma no bebê.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da asma é feito pelo médico através da observação dos sintomas e pode ser confirmado através da auscultação pulmonar e da realização de exames complementares, como a espirometria e testes de bronco-provocação, onde o médico tenta desencadear uma crise de asma e oferece o remédio da asma, para verificar se após o seu uso os sintomas desaparecem. Saiba mais sobre os exames para diagnosticar a asma.

Asma: o que é, sintomas, causas e tratamento

Causas de asma

As causas da asma ainda não são muito bem esclarecidas, no entanto é mais comum de acontecer em pessoas que possuem histórico na família de asma. Além disso, alguns fatores podem aumentar a chance de haver uma crise de asma, como por exemplo:

  • Exposição a ambientes com muita poeira ou fumaça;
  • Alergias respiratórias, principalmente a ácaro, pólen e pelo de animais, por exemplo;
  • Mudanças climáticas;
  • Infecções respiratórias causadas por vírus, bactérias ou fungos;
  • Prática de atividade física muito intensa;
  • Estresse;
  • Uso de alguns medicamentos.

Quando a pessoa está em uma crise de asma é recomendado que o medicamento de SOS, receitado pelo médico, seja utilizado o mais rápido possível e que a pessoa fique sentada com o corpo levemente inclinado para frente. Quando os sintomas não passam, é recomendado que seja chamada uma ambulância ou que se vá para o hospital mais próximo. Veja com mais detalhes o que fazer numa crise de asma.

Como é feito o tratamento

O tratamento da asma é feito por toda a vida e consiste no uso de remédios inalatórios e em evitar o contato com os agentes que podem desencadear uma crise asmática, como o contato com animais, tapetes, cortinas, poeira, locais muito úmidos e com mofo, por exemplo.

O remédio da asma deve ser utilizado, na dose recomendada pelo médico e sempre que houver necessidade. É comum que o médico receite um medicamento para aliviar a inflamação nas vias respiratórias e que deve ser usado diariamente, assim como outro para situações de emergência, como acontece durante as crises. Entenda melhor como é feito o tratamento da asma.

A prática regular de exercícios físicos também é indicada para o tratamento e controle da asma porque melhora a capacidade cardíaca e respiratória do indivíduo. A natação é um bom exercício para asma porque fortalece os músculos respiratórios, no entanto, toda a prática esportiva é indicada e, por isso, o asmático poderá escolher aquela que mais gosta.

Além disso, veja como a alimentação pode ajudar a aliviar os sintomas de asma:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • MEDICAL NEWS TODAY. How to tell if your baby has asthma. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/324512.php>. Acesso em 02 Set 2019
  • MAYO CLINIC. Asthma. Disponível em: <https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/asthma/diagnosis-treatment/drc-20369660>. Acesso em 02 Set 2019
  • LONGO, Dan L. et al.. Medicina interna de Harrison. 18.ed. São Paulo: AMGH Editora, 2013. 2109-2111.
  • SILVA, Luiz Carlos et al.. Pneumologia: Princípios e Prática. 1.ed. Porto Alegre: Artmed Editora, 2012. 447-479.
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Asma: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em: <https://antigo.saude.gov.br/saude-de-a-z/asma>. Acesso em 08 Jun 2021
Mais sobre este assunto:

Carregando
...