Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas de água no pulmão

A água no pulmão, conhecido também por edema pulmonar, é caracterizada pela presença de líquido dentro dos pulmões, o que impede as trocas gasosas. O edema pulmonar pode acontecer principalmente devido a problemas cardíacos, mas também pode ser devido a afogamento, infecções pulmonares, exposição a toxinas ou fumaça e grandes altitudes. Saiba o que pode causar água no pulmão e como tratar.

O diagnóstico é feito principalmente por meio do raio-X de tórax associado à análise dos sintomas apresentados pela pessoa, que podem surgir repentinamente ou a longo prazo.

Sintomas de água no pulmão

Sintomas de água no pulmão

Os sintomas de água no pulmão incluem:

  • Intensa dificuldade em respirar;
  • Respiração ruidosa;
  • Pele pálida;
  • Mucosas arroxeadas (Olhos, lábios);
  • Não conseguir ficar deitado, pela intensificação da falta de ar;
  • Ansiedade;
  • Tosse, que pode conter sangue;
  • Inchaço das pernas ou dos pés;
  • Aperto no peito.

O tratamento deve ser iniciado o mais rápido possível, e é concebido através da regularização da respiração, retirada da água no pulmão e cessação do agente causador. Isso pode ser conseguido através da colocação de um dreno no pulmão, uso de medicamentos e em alguns casos cirurgia cardíaca, quando existe esta necessidade. Saiba mais sobre o tratamento para água no pulmão.

Como identificar

A confirmação do diagnóstico de água no pulmão é feito quando a pessoa, além dos sintomas característicos da condição, apresenta uma mancha borrada à volta do pulmão no exame de raio-X, podendo ser identificado até 75 mL de água no pulmão.

Além do exame de raio-X, pode ser solicitada ausculta pulmonar e cardíaca, realização de eletrocardiograma, dosagem de enzimas cardíacas, medição da pressão arterial e o exame de gasometria arterial. Entenda como é feito o exame de gasometria arterial.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar