Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

5 principais causas de água no pulmão

O acúmulo de líquido no pulmão acontece quando se tem um problema no sistema cardiovascular, como insuficiência cardíaca, mas também pode surgir quando existe uma lesão no pulmão devido a infecções ou exposição a toxinas, por exemplo.

A água no pulmão, conhecida cientificamente como edema pulmonar, acontece quando os pulmões ficam cheios de líquido, o que interfere na respiração, já que impede a entrada de oxigênio e a saída do dióxido de carbono. Veja como saber se é água no pulmão.

1. Problemas cardiovasculares

5 principais causas de água no pulmão

Quando as doenças do sistema cardiovascular não são tratadas de forma adequada podem provocar um aumento excessivo da pressão dentro do coração, impedindo que o sangue seja bombeado corretamente.

Quando isso acontece, o sangue vai se acumulando à volta dos pulmões e aumenta a pressão dentro dos vasos nessa região, fazendo com que o líquido, que faz parte do sangue, seja empurrado para o interior dos pulmões, ocupando um espaço que devia estar apenas preenchido de ar.

Algumas das doenças cardiovasculares que mais comumente provocam esta alteração incluem:

  • Doença coronária: esta doença provoca o estreitamento das artérias do coração que enfraquece o músculo cardíaco, diminuindo a sua capacidade para bombear o sangue;
  • Cardiomiopatia: neste problema o músculo cardíaco vai enfraquecendo sem ter uma causa relacionada com o fluxo de sangue, como no caso da doença coronária;
  • Problemas nas válvulas cardíacas: quando as válvulas não conseguem fechar completamente ou abrir adequadamente, a força do coração pode empurrar sangue em excesso para os pulmões;
  • Pressão alta: esta doença dificulta o funcionamento do coração que precisa de fazer muita força para bombear o sangue. Ao longo do tempo, o coração pode perder a força necessária, levando ao acúmulo de sangue nos pulmões.

Além disso, outras condições, como problemas renais, também podem aumentar a pressão sanguínea e dificultar o trabalho do coração, levando a um caso de edema pulmonar, quando não são tratadas adequadamente.

2. Infecções pulmonares

5 principais causas de água no pulmão

Algumas infecções pulmonares provocadas por vírus, como o Hantavírus ou o vírus da Dengue, podem causar alterações nas pressões dos vasos sanguíneos dos pulmões, provocando o acúmulo de líquido.

3. Exposição a toxinas ou fumaça

5 principais causas de água no pulmão

Quando ocorre a respiração de toxinas, como amônia ou cloro, ou de fumaça de cigarro , por exemplo, os tecidos do pulmão podem ficar muito irritados e inflamados, produzindo líquido que ocupa o espaço dentro dos pulmões.

Além disso, quando a inflamação é muito severa, podem ocorrer lesões nos pulmões e nos pequenos vasos sanguíneos à volta, permitindo a entrada de líquido.

4. Afogamento

5 principais causas de água no pulmão

Em situações de quase afogamento os pulmões enchem-se de água que é aspirada pelo nariz ou boca, acumulando-se no interior dos pulmões. Nestes casos, embora boa parte da água tenha sido removida com as manobras de salvamento, o edema pulmonar pode se manter, precisando ser tratado no hospital.

5. Grandes altitudes

5 principais causas de água no pulmão

Pessoas que fazem montanhismo ou escalada apresentam um maior risco de desenvolver edema pulmonar, pois quando se está em altitudes superiores a 2400 metros, os vasos sanguíneos sofrem um aumento de pressão, o que pode favorecer a entrada de líquido para os pulmões, especialmente em pessoas que são iniciantes nesse tipo de esporte.

O que fazer

Caso surjam sinais de que há acúmulo de água nos pulmões, é importante que o médico seja consultado para que sejam feitos exames que permitam identificar a causa do acúmulo de líquido nos pulmões e possa ser indicado o tratamento adequado de acordo com a quantidade de líquidos acumulados e os níveis de oxigênio.

Dessa forma é possível evitar que mais líquido seja acumulado nos pulmões e haja maior comprometimento da circulação de oxigênio pelo corpo, sendo indicado para isso o uso de máscaras de oxigênio, além de também poder ser inciado o uso de medicamentos diuréticos para favorecer a eliminação de líquidos que encontram-se em excesso no organismo. Entenda como é feito o tratamento para água nos pulmões.

Bibliografia >

  • BROADDUS, V. Courtney. et al. Murray & Nadel tratado de medicina respiratória. 6.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017. p. 1081-1117.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem