Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas da Menopausa Precoce

Os sintomas da menopausa precoce são os mesmos da menopausa comum e, por isso é frequente que surjam problemas como secura vaginal ou ondas de calor. No entanto, esses sintomas se iniciam antes dos 45 anos de idade, ao contrário dos da menopausa que são mais comuns após os 50 anos.

Este tipo de menopausa precoce acontece principalmente em mulheres com mãe ou irmãs que passaram pelo mesmo problema de menopausa precoce, mas também pode surgir devido a outros fatores como fumo, ligação das trompas, retirada do útero e dos ovários ou uso de tratamentos como radioterapia e quimioterapia, por exemplo.

Sintomas da Menopausa Precoce

Se acha que pode estar com sinais de menopausa precoce, faça nosso teste online e descubra qual o seu risco:

  1. 1. Menstruação irregular
    Sim
    Não
  2. 2. Ausência de menstruação por 12 meses seguidos
    Sim
    Não
  3. 3. Ondas de calor que começam de repente e sem causa aparente
    Sim
    Não
  4. 4. Suores noturnos intensos que podem interromper o sono
    Sim
    Não
  5. 5. Cansaço frequente
    Sim
    Não
  6. 6. Alterações de humor como irritabilidade, ansiedade ou tristeza
    Sim
    Não
  7. 7. Dificuldade para dormir ou menor qualidade de sono
    Sim
    Não
  8. 8. Secura vaginal
    Sim
    Não
  9. 9. Queda de cabelos
    Sim
    Não
  10. 10. Diminuição da libido
    Sim
    Não
Imagem que indica que o site está carregando

Apesar de serem os mesmos da menopausa, é possível que sejam sentidos com maior intensidade devido à brusca interrupção na produção dos hormônios sexuais.

Como é o diagnóstico 

O diagnóstico da menopausa precoce deve ser realizado pelo ginecologista, e é geralmente feito quando existe ausência de menstruação ou quando esta é irregular, e através da realização de exames de sangue que permitem a dosagem dos hormônios FSH, estradiol e de prolactina, de um teste sanguíneo de gravidez que avalia a possibilidade de gestação ou de um teste genético.

Quando não existem sintomas, o envelhecimento prematuro dos ovários é geralmente diagnosticado apenas quando a mulher esta tentando engravidar e tem dificuldade, ou quando realiza tratamentos com hormônios para avaliar sua fertilidade.

Além disso, o envelhecimento prematuro dos ovários pode causar outros problemas além da diminuição do número de óvulos, como aumento das chances de aborto, má qualidade dos óvulos que restam ou maiores chances de doenças genéticas, risco aumentado para desenvolver doenças cardíacas ou doenças ósseas como osteoporose, e maior tendência para ter problemas de depressão ou ansiedade.

Causas da Menopausa Precoce

O envelhecimento antecipado dos ovários pode levar a uma menopausa precoce, e esta pode ser causada por fatores como:

  • Alterações genéticas no cromossomo X que podem ser diagnosticadas através de um exame genético;
  • Mãe ou avó com histórico de menopausa precoce;
  • Doenças autoimunes;
  • Deficiências enzimáticas como a Galactosemia, uma doença genética causada pela falta da enzima galactose, podem levar ao aparecimento da menopausa precoce;
  • Quimioterapia e exposição exagerada a radiações como ocorre na radioterapia, ou a certas toxinas como as do cigarro ou dos pesticidas;
  • Algumas doença infecciosas como Caxumba, infecção por Shigella e malária, podem também raramente provocar a Menopausa Precoce.

Além disso, a retirada dos ovários através de cirurgia em casos de tumor ovariano, doença pélvica inflamatória ou endometriose, por exemplo, também provoca a menopausa precoce na mulher, pois não existem mais ovários para produzir estrogênio no corpo.

Tratamento para menopausa precoce

A Reposição hormonal é o tratamento de escolha em casos de menopausa precoce, e é feito através do uso de medicamentos à base do hormônio estrogênio, responsável por regular o ciclo menstrual e prevenir complicações como osteoporose e doenças cardíacas, que são mais frequentes em mulheres com menopausa precoce.

Além disso, é importante praticar regularmente atividade física e fazer uma alimentação equilibrada, evitando o consumo de doces, gorduras e produtos processados como bacon, salsicha e comida congelada, para evitar o ganho de peso excessivo, e aumentar o consumo de alimentos integrais, sementes e produtos de soja na dieta, pois eles auxiliam na regulação hormonal.

Veja mais dicas sobre estratégias naturais para se sentir melhor na menopausa no vídeo a seguir:

MENOPAUSA | Dieta para Aliviar Sintomas

200 mil visualizações

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem