Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a Síndrome de Ménière e como tratar

A síndrome de Ménière é uma doença rara que afeta o ouvido interno, caracterizada por episódios frequentes de vertigens, perda de audição e zumbido. Geralmente, estes sintomas surgem repentinamente, e podem durar alguns minutos ou persistir durante horas. Além disso, a quantidade e intensidade das crises varia de uma pessoa para outra.

Apesar das causas exatas desta síndrome ainda não estarem esclarecidas, acredita-se que pode ser provocada pelo acúmulo excessivo de líquido dentro dos canais do ouvido.

Se acha que pode ter a síndrome, selecione os sintomas no teste a seguir, que ajuda a identificar sintomas compatíveis com a síndrome:

  1. 1. Enjoos ou tonturas frequentes
  2. 2. Sensação de que tudo em volta está se movendo ou rodando
  3. 3. Perda temporária da audição
  4. 4. Zumbido constante no ouvido
  5. 5. Sensação de ouvido tampado
Imagem que indica que o site está carregando

No entanto, deve-se lembrar que somente o médico poderá realizar o diagnóstico correto e excluir outras possíveis causas.

Na maioria dos casos, a síndrome de Ménière afeta apenas um dos ouvidos, no entanto pode surgir em ambos. Ela pode surgir em pessoas de todas as idades, embora seja mais frequente entre os 20 e 50 anos.

Apesar de não ter cura, existem tratamentos para esta síndrome, indicados pelo otorrinolaringologista, que podem controlar a doença, como o uso de diuréticos, dieta pobre em sódio e realização de fisioterapia, por exemplo. 

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da síndrome de Ménière normalmente é feito pelo otorrinolaringologista através da avaliação dos sintomas e do histórico clínico. Alguns dos requisitos para chegar no diagnóstico incluem ter 2 episódios de vertigem que durem pelo menos 20 minutos, ter diminuição da audição comprovada com um teste de audição e ter a sensação constante de zumbido no ouvido.

Antes do diagnóstico definitivo, o médico pode fazer vários exames aos ouvidos, para garantir que não existe outra causa que possa estar provocando o mesmo tipo de sintomas, como uma infecção ou tímpano perfurado, por exemplo. Saiba quais são as outras causas de vertigem e como diferenciar

O que é a Síndrome de Ménière e como tratar

Como é feito o tratamento

Embora não exista cura para a síndrome de Meniérè, é possível recorrer a vários tipos de tratamento para reduzir, especialmente, a sensação de vertigem. Um dos primeiros tratamentos usados para controlar as crises a utilização de remédios para enjoos, como a Meclizina ou a Prometazina, por exemplo, ou tranquilizantes.

Para controlar a doença e reduzir frequência das crises, também está indicado um tratamento que inclui o uso de remédios, como diuréticos, betaístina, vasodilatadores, corticóides ou imunossupressores para diminuir a atividade imune no ouvido.

Além disso, é recomendada a restrição de sal, cafeína, álcool e nicotina, além de evitar muito estresse, pois podem desencadear mais crises. A fisioterapia para reabilitação vestibular é indicada como forma de fortalecer o equilíbrio e, caso a audição esteja muito prejudicada, o uso de aparelho auditivo. 

No entanto, caso os sintomas não melhorem, o otorrino pode ainda a injeção de medicamentos diretamente no tímpano, para serem absorvidos pelo ouvido, como a Gentamicina ou a Dexametasona. Já nos casos mais graves, pode ser preciso fazer cirurgia para descomprimir o ouvido interno ou diminuir a ação do nervo auditivo, por exemplo.

Saiba mais sobre as principais formas de tratamento desta síndrome.

Possíveis causas da doença de Ménière

Ainda não é conhecida a causa específica da síndrome de Ménière, no entanto, a teoria mais aceite é de que surge devido ao acúmulo excessivo de líquido dentro dos canais do ouvido.

Alguns fatores que podem contribuir para esse acúmulo incluem:

  • Alterações anatômicas do ouvido;
  • Alergias;
  • Infecções virais;
  • Pancadas na cabeça;
  • Enxaqueca frequente;
  • Resposta exagerada do sistema imune.

É também possível que esta síndrome surja devido à combinação destes fatores.

Assista também ao vídeo seguinte e veja qual a dieta indicada para pessoas com síndrome de Ménière:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem