Sinais vitais: quais são, tabela (e como medir)

Atualizado em fevereiro 2024

Os sinais vitais são medidas de funções básicas do corpo, como a temperatura, frequência cardíaca, frequência respiratória e pressão arterial, e a sua aferição é o passo inicial da avaliação do estado de saúde de uma pessoa.

Alterações nos sinais vitais podem ser causadas por emoções fortes, dor, gravidez ou doenças, como arritmias, infecções ou intoxicação, por exemplo. Além disso, os valores considerados normais podem variar também de acordo com a idade.

Em caso de suspeita de alterações nos sinais vitais, especialmente se surgirem sintomas como febre, falta de ar ou fraqueza, é recomendado consultar um clínico geral para que a causa das alterações seja identificada e seja iniciado o tratamento mais adequado.

Imagem ilustrativa número 1

Tabela de sinais vitais

A tabela a seguir mostra os valores normais dos sinais vitais em um adulto:

Sinal vital Valor normal em adultos
Temperatura 36,5ºC a 37,2ºC
Frequência cardíaca 60 a 100 batimentos por minuto
Frequência respiratória 12 a 20 respirações por minuto
Pressão arterial 90 x 60 mmHg a 129 x 84 mmHg

Para que os sinais vitais sejam medidos e interpretados corretamente, o ideal é que a sua avaliação seja feita por um profissional da saúde capacitado, como um médico ou enfermeiro.

Para saber como está a sua saúde, marque uma consulta com um clínico geral mais próximo de você:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Clínicos Gerais e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Principais sinais vitais

Os principais sinais vitais são:

1. Temperatura

A temperatura corporal normal varia de 36,5ºC a 37,2ºC e, quando se verifica um valor maior ou igual a 37,3ºC no termômetro, normalmente é considerado que a pessoa está com febre. No entanto, entre 37,3ºC e 38ºC, a febre é classificada como baixa. 

Leia também: Quantos graus é febre (e como medir a temperatura) tuasaude.com/como-medir-a-temperatura

A temperatura varia dependendo do metabolismo da pessoa, alterações hormonais, atividade física no momento, parte do corpo em que é medida e a temperatura no ambiente em que a pessoa se encontra, por exemplo. No entanto, quando está elevada, também pode indicar uma infecção.  

Como medir: a medida da temperatura pode ser feita com um termômetro de vidro ou digital, colocando a sua ponta na axila, embaixo da língua ou no reto por alguns segundos. No entanto, existem termômetros especiais que permitem medir a temperatura na pele ou ouvido.

Para saber se a sua temperatura está normal, por favor, insira na calculadora abaixo o valor verificado no termômetro:

ºC
Erro

2. Frequência cardíaca

A frequência cardíaca é o número de vezes que o coração bate por minuto e o valor normal varia entre 60 e 100 batimentos para um adulto em repouso. Enquanto valores abaixo de 60 batimentos são conhecidos como bradicardia, acima de 100 batimentos são chamados de taquicardia

Alterações na frequência cardíaca podem ser causadas por emoções fortes, atividade física, dor, medicamentos e doenças, como arritmias ou infecções, por exemplo. Além disso, em crianças, a frequência cardíaca normal varia de acordo com a idade. Saiba o valor normal de frequência cardíaca por idade.

Como medir: para medir a frequência cardíaca deve-se colocar o dedo indicador e médio na parte lateral do pescoço ou pulso, onde é possível sentir as pulsações geradas pelos batimentos e contá-las. Se as pulsações forem regulares, o cálculo pode ser feito contando-as durante 15 segundos e multiplicando o resultado por 4.

Preencha os dados na calculadora abaixo para saber a frequência cardíaca recomendada para você ou para entender se a sua frequência está adequada para a sua idade:

Erro
anos
Erro
bpm
Erro

3. Frequência respiratória

A frequência respiratória corresponde ao número de respirações completas em um minuto e, normalmente, varia de 12 a 20 movimentos respiratórios por minuto em um adulto. Valores acima de 20 respirações por minuto, são conhecidos como taquipneia e, quando abaixo de 12 respirações, bradipneia.

Leia também: Taquipneia: o que é, causas e o que fazer tuasaude.com/taquipneia

Alterações na frequência respiratória podem ser verificadas em caso de atividade física intensa, emoções fortes e doenças, como pneumonia, asma ou intoxicações, por exemplo. Além disso, especialmente em crianças pequenas, os valores normais de frequência respiratória variam de acordo com a idade.

Como medir: a frequência respiratória deve ser medida com a pessoa em repouso e pode ser verificada contando-se o número de movimentos respiratórios do tórax que acontecem em um minuto.

4. Pressão arterial

A pressão arterial é a força que o sangue faz na parede dos vasos ao ser bombeado e seus valores normais variam principalmente de acordo com a idade. Em adultos, a pressão sistólica normal varia de 90 a 129 mmHg e, a diastólica, de 60 a 84 mmHg. Entenda melhor o que é a pressão arterial e quando está normal.

Como medir: a medida da pressão arterial é feita com aparelhos automáticos ou o esfigmomanômetro e a técnica correta varia de acordo com o aparelho escolhido. Antes de medir é importante que a pessoa esteja em repouso por pelo menos 5 minutos. 

Leia também: Como medir a pressão arterial corretamente tuasaude.com/como-medir-a-pressao

Para saber se sua pressão arterial está boa, por favor, informe as medidas da sua pressão na calculadora a seguir:

mmHg
Erro
mmHg
Erro