Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

10 Sinais de alerta na gravidez

Durante toda a gravidez é preciso ter atenção especial à saúde porque alguns sinais de alerta podem aparecer indicando a presença de complicações, como doenças, pré-eclâmpsia ou problemas na placenta.

Os sinais de alerta mais comuns são febre, vômito persistente e sangramento vaginal, sendo importante procurar o médico para fazer exames de diagnóstico e verificar o que está causando o problema.

Veja o que fazer de acordo com cada sinal de alerta:

1. Perda de sangue pela vagina

Quando o sangramento ocorre durante o primeiro trimestre, ele pode ser um sintoma de aborto ou de gravidez ectópica.

Porém, a perda de sangue pela vagina em qualquer trimestre da gestação também pode indicar problemas na placenta ou trabalho de parto prematuro, principalmente quando acompanhada de dor abdominal ou dor nas costas.

O que fazer: Procurar o médico para que ele avalie a saúde do feto através do exame de ultrassom. Além disso, é importante ter o máximo de repouso possível para evitar novos sangramentos.

2. Dor de cabeça forte ou visão turva

Dor de cabeça forte e persistente ou alteração da visão durante mais de 2 horas podem ser sintomas de pré-eclâmpsia, uma complicação da gravidez que é caracterizada por pressão alta, inchaço do corpo e perda de proteínas pela urina, e que pode causar parto prematuro ou morte do feto, por exemplo.

O que fazer: Tentar descansar e ficar em um local calmo e escuro, além de tomar chás para aliviar a dor, como camomila. No entanto, é importante procurar logo o médico para que ele avalie a pressão e faça exames de sangue e de ultrassom, iniciando logo o tratamento adequado se a pré-eclâmpsia for diagnosticada. Veja mais em: Como combater a Dor de cabeça na Gravidez.

10 Sinais de alerta na gravidez

3. Dor forte e persistente no estômago

Se a dor no estômago for forte e durar mais de 2 horas, também pode ser sinal de pré-eclâmpsia, especialmente se acompanhada de outros sintomas como inchaço do corpo, dor de cabeça ou alterações na visão.

O que fazer: Para tentar aliviar a dor, deve-se tomar chá de gengibre e comer alimentos leves e de fácil digestão, evitando frituras, molhos e carnes vermelhas. No entanto, se os sintomas persistirem por mais de 2 horas, deve-se procurar o médico.

4. Vômito persistente

Os vômitos frequentes podem provocar desidratação e prejudicar o ganho de peso desejável na gravidez, podendo impedir o desenvolvimento adequado do bebê.

O que fazer: Para aliviar os vômitos, deve-se comer alimentos secos e de fácil digestão, como bolachas sem recheio, arroz bem cozido e pão branco. Também deve-se tomar pelo menos 2 litros de água por dia, evitar temperos fortes e beber chá de gengibre pela manhã. Veja mais dicas em: Como aliviar os enjôos comuns da gravidez.

5. Febre superior a 37,5ºC

A febre alta pode ser um sintoma de uma infecção no organismo, normalmente causada pela presença de doenças como gripe, zika ou dengue.

O que fazer: Beber bastantes líquidos, repousar, colocar compressas de água fria na cabeça, no pescoço e nas axilas, e tomar paracetamol normalmente aliviam a febre. Além disso, é importante ligar para o médico e avisar sobre a febre, e se a temperatura passar dos 39ºC, deve-se ir ao pronto socorro.

6. Ardência ou dor ao urinar

Ardência, dor e urgência em urinar são os principais sintomas de infecção urinária, uma doença muito comum na gravidez, mas que quando não tratada pode causar complicações como parto prematuro e diminuição do crescimento do bebê.

O que fazer: Beber pelo menos 2 litros de água por dia, lavar bem as mãos antes e depois de usar o banheiro e não prender a urina por muito tempo. Além disso, deve-se procurar o médico para que ele prescreva antibióticos para combater a infecção e evitar complicações. Veja mais sobre a infecção urinária na gravidez.

7. Corrimento vaginal com coceira ou mau cheiro

O corrimento vaginal com coceira ou mau cheiro é indicador de candidíase ou infecção vaginal, problemas comuns na gravidez devido ao enfraquecimento do sistema imunológico da mulher.

O que fazer: Procurar o médico para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento com pomadas ou remédios antifúngicos ou antibióticos. Além disso, é importante usar sempre calcinhas de algodão e evitar roupas muito apertadas e protetores diários, pois favorecem o desenvolvimento de infecções.

10 Sinais de alerta na gravidez

8. Dor forte na parte inferior da barriga

A presença de dor forte na parte inferior da barriga pode ser sinal de gravidez ectópica, aborto espontâneo, trabalho de parto prematuro, mioma ou descolamento de placenta.

O que fazer: Procurar o médico para identificar o que está causando a dor e manter o máximo de repouso até iniciar o tratamento adequado.

9. Diminuição dos movimentos fetais

A ausência ou redução brusca dos movimentos do bebê por pelo menos 12h pode indicar que o bebê está recebendo menos oxigênio ou nutrientes, podendo causar parto prematuro ou problemas neurológicos no bebê.

O que fazer: Estimular o bebê a se mexer tomando líquidos bem gelados, fazendo caminhadas ou deitando com as pernas para cima, mas se nenhum movimento for detectado, deve-se procurar o médico para que ele avalie a saúde do bebê através do ultrassom. Veja mais em: Quando a diminuição dos movimentos do bebê na barriga é preocupante.

10. Ganho de peso exagerado e aumento da sede

O ganho de peso exagerado, aumento da sede e da vontade de urinar podem ser sinais de diabetes gestacional, uma doença que pode levar ao parto prematuro e complicações de saúde para o bebê.

O que fazer: Procurar o médico para fazer o teste da glicemia e iniciar o tratamento adequado com alterações na dieta, uso de medicamentos e, se necessário, uso de insulina.

É importante lembrar que na presença de qualquer sinal de alerta, mesmo que os sintomas melhorem, o médico deve ser informado para que o tratamento adequado seja feito e para que consultas de acompanhamento sejam agendadas para avaliar a evolução do problema e a saúde do bebê.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...