Sequelas da COVID-19: quais são e o que fazer

Embora a COVID-19 afete principalmente os pulmões, algumas sequelas, como problemas cardíacos, diabetes ou doenças renais, podem se desenvolver alguns meses após a recuperação da infecção pelo coronavírus, mesmo nos casos mais leves da doença.

Embora a causa exata que provoca o aparecimento dessas sequelas ainda não tenha sido totalmente esclarecida, algumas pesquisa recentes sugerem que podem ser resultado de uma inflamação intensa causada pelo vírus SARS-CoV-2 ou mesmo devido a alguma outra doença pré-existente, que se manifesta após a infecção pelo coronavírus.

A COVID-19 é uma infecção causada por um tipo novo de coronavírus, o SARS-CoV-2, e é caracterizada pelo surgimento de sintomas semelhantes aos de gripe, como febre, dor de cabeça e mal estar geral, além de haver tosse intensa e dificuldade para respirar. Em alguns casos, é necessário o internamento hospitalar devido à gravidade dos sintomas que podem colocar a vida em risco. Confira todos os sintomas da COVID-19.  

Sequelas da COVID-19: quais são e o que fazer

Principais sequelas

Alguns sintomas como cansaço excessivo, fraqueza, dor muscular, tosse ou perda do olfato/paladar são as sequelas mais comuns após a infecção, que podem permanecer por mais de 12 semanas, mesmo depois de a pessoa ser considerada curada. 

No entanto, existem sequelas que envolvem outros órgãos do corpo e que têm sido relatadas, embora com menos frequência, por pessoas que tiveram COVID-19, alguns estudos e revistas científicas. Essas incluem:

  • Sistema cardiovascular: inflamação do miocárdio, insuficiência cardíaca, inflamação na membrana que reveste o coração, doença coronariana aguda, arritmia cardíaca, infarto ou aumento da coagulação do sangue;
  • Sistema respiratório: enrijecimento do pulmão, chamada de fibrose pulmonar, que pode causar dificuldade respiratória ou má circulação sanguínea;
  • Sistema renal: insuficiência renal aguda, caracterizada pela diminuição da função dos rins;
  • Sistema neurológicos: perda do paladar e olfato, dor de cabeça, ansiedade, depressão , insônia, inflamação no cérebro, AVC, trombose venosa cerebral, hemorragia cerebral, confusão, delírio, tontura, convulsões, síndrome de Guillain-Barré, doença de Parkinson ou síndrome de Miller Fisher;
  • Sistema dermatológico: formação de bolhas, coceira ou inchaço na pele, ou alopécia, que é a perda de cabelo;
  • Sistema gastrointestinal: perda do apetite, náusea, refluxo gastroesofágico, diarreia, dor ou inchaço abdominal, ou fezes com sangue;
  • Sistema oftalmológico: conjuntivite, ceratoconjuntivite ou conjuntivite hemorrágica, vermelhidão da pálpebra, obstrução dos vasos sanguíneos da retina, inflamação do nervo óptico ou alteração das fibras nervosas da córnea;
  • Sistema endócrino: inflamação na tireoide, hiperglicemia em pessoas diabéticas, aumento da resistência à insulina ou desenvolvimento de diabetes tipo 1.

É importante ressaltar que a maioria das pessoas com COVID-19 se recupera rapidamente. No entanto, devido à possibilidade do desenvolvimento de sequelas da infecção, torna-se ainda mais importante reduzir a transmissão da COVID-19, seguindo as medidas de precaução como distanciamento social, uso de máscaras, lavagem das mãos e uso de álcool gel, por exemplo. Confira todas as medidas de prevenção da infecção pela COVID-19.

Além disso, a vacina é a melhor forma de proteção contra a COVID-19 e contra a reinfecção com uma nova variante do vírus potencialmente mais perigosa. Saiba quais são as principais vacinas para a COVID-19.   

Por que a COVID-19 deixa sequelas?

Ainda não se sabe a causa exata das sequelas da COVID-19, no entanto, os estudos feitos até o momento relatam que durante a infecção o corpo produz uma grande quantidade de substâncias inflamatórias, chamadas citocinas, como forma de aumentar a ação do sistema imunológico para combater o vírus. Essas citocinas podem acabar se acumulando em outros órgãos e sistemas, provocando inflamação crônica e causando as sequelas.

O que fazer em caso de sequela

No caso de existir algum sinal ou sintoma que possa ser indicativo de sequela da COVID-19, é importante consultar o médico, para que seja feito o diagnóstico e estabelecida a relação com a COVID-19 e, assim, iniciar o acompanhamento médico e o tratamento de acordo com os sintomas específicos e de forma individualizada.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • BELLASTELLA, G.; MAIORINO, M. I.; ESPOSITO, K. Endocrine complications of COVID-19: what happens to the thyroid and adrenal glands?. J Endocrinol Invest. 43. 8; 1169-1170, 2020
  • AL-ALY, Zyiad; XIE, Yan; BOWE, Benjamin. High-dimensional characterization of post-acute sequalae of COVID-19. Nature. 1-27, 2021
  • DHAKAL, B. P.; et al. SARS-CoV-2 Infection and Cardiovascular Disease: COVID-19 Heart. Heart Lung Circ.. 29. 7; 973-987, 2020
  • SAMIDURAI, Arun; DAS, Anindita. Cardiovascular Complications Associated with COVID-19 and Potential Therapeutic Strategies. Int J Mol Sci. 21. 18; 6790, 2020
  • ALI, Rasha Mostafa Mohamed; GHONIMY, Mai Bahgat Ibrahim. Post-COVID-19 pneumonia lung fibrosis: a worrisome sequelae in surviving patients. Egyptian Journal of Radiology and Nuclear Medicine. 52. 101; 1-8, 2021
  • ROGLIANI, Paola; et al. Are there pulmonary sequelae in patients recovering from COVID-19?. Respiratory Research. 21. 286; 1-4, 2020
  • WANG, Fuzhou; KREAM, Richard M.; STEFANO, George B. Long-Term Respiratory and Neurological Sequelae of COVID-19. Med Sci Monit. 26. e928996-1–e928996-10; 1-10, 2020
  • HERRERA-VALDÉS, R.; et al. COVID-19 and the Kidneys: Risk, Damage and Sequelae. MEDICC Rev. 22. 4; 87-88, 2020
  • MIGLIACCIO, M. G.; et al. Renal Involvement in COVID-19: A Review of the Literature. Infect Drug Resist. 14. 895-903, 2021
  • NUGENT, James; et al. Assessment of Acute Kidney Injury and Longitudinal Kidney Function After Hospital Discharge Among Patients With and Without COVID-19. JAMA Netw Open. 4. 3; e211095, 2021
  • FISICARO, F.; et al. Neurological Sequelae in Patients with COVID-19: A Histopathological Perspective. Int J Environ Res Public Health. 18. 4; 1415, 2021
  • ALONSO-BELLIDO, Isabel M.; et al. The Other Side of SARS-CoV-2 Infection: Neurological Sequelae in Patients. Front. Aging Neurosci. 13. 1-7, 2021
  • HARAPAN, Biyan Nathanael; YOO, Hyeon Joo. Neurological symptoms, manifestations, and complications associated with severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (SARS-CoV-2) and coronavirus disease 19 (COVID-19). J Neurol. 1-13, 2021
  • WENG, J.; et al. Gastrointestinal sequelae 90 days after discharge for COVID-19. Lancet Gastroenterol Hepatol. 6. 5; 344-346, 2021
  • TAQUET, Maxime; et al. 6-month neurological and psychiatric outcomes in 236 379 survivors of COVID-19: a retrospective cohort study using electronic health records. The Lancet Psychatry. 8. 5; 416-427, 2021
  • SEN, Mrittika; et al. COVID-19 and Eye A Review of Ophthalmic Manifestations of COVID-19. Indian Journal of Ophthalmology. 69. 3; 488-509, 2021
  • GARG, Mahendra K.; et al. Endocrine involvement in COVID-19: Mechanisms, clinical features, and implications for care. Indian J Endocr Metab. 24. 381-6, 2020
Mais sobre este assunto: