Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve a Sálvia e quais as suas propriedades

A sálvia é uma planta medicinal que pode ser utilizada no tratamento de diversas doenças, como bronquite ou gengivite ou mesmo como tempero em comidas. Seu nome científico é Sálvia officinalis e a parte utilizada são as folhas e as sumidades florais, que podem ser obtidas em lojas de produtos naturais e em algumas farmácias de manipulação.

Esta planta medicinal é uma ótima estratégia natural para combater as ondas de calor da menopausa e seu modo de uso consiste em tomar o chá preparado com esta erva diariamente durante um período de 6 a 12 semanas. 

Para que serve a Sálvia e quais as suas propriedades

Para que serve

A Sávia apresenta inúmeros benefícios para a saúde, sendo muito útil para ajudar no alívio das aftas, bronquite, caspa, catarro, gengivite, reumatismo, vômito, tosse, diarreia, diabetes, indigestão e ondas de calor que são muito comuns na menopausa. Também pode ser utilizado como um estimulante da memória e normalizador do ciclo menstrual.

Além disso, também é muito utilizada em temperos, como agente conservante e antioxidante na indústria de alimentos e ainda como desodorizante pela sua capacidade antitranspirante.

Quais as propriedades

As propriedades da sálvia incluem sua ação anti-inflamatória, anti-reumática, balsâmica, cicatrizante, digestiva, anti-sudorífica, anti-transpirante e tônica.

Como usar

As partes utilizadas da sálvia são suas folhas, flores e óleo essencial para fazer chás, extratos, tinturas ou usar em temperos. Além disso também pode ser usado para fazer enxugante, que pode ser preparado da seguinte forma:

Ingredientes

  • 2 colheres de chá de folhas de Sálvia;
  • 250 ml de água fervente.

Modo de preparo

Colocar 2 colheres de chá de folhas de sálvia em 250 ml de água fervente, deixando repousar por 10 minutos. Depois coar e fazer gargarejos. Veja também como fazer chá de Sálvia para problemas digestivos.

Possíveis efeitos colaterais

Geralmente é bem tolerada, no entanto pode provocar efeitos colaterais, como o aumento da pressão sanguínea, irritação da pele e diminuição do ritmo cardíaco.

Quem não deve usar

A Sálvia não deve ser usada durante a gravidez, aleitamento ou em pessoas com tumores hormônio-dependentes, com doenças do sistema nervoso central ou com problemas renais ou cardíacos.

Além disso, pessoas que tomam hormônios como anticoncepcionais por exemplo, hipoglicemiantes, anticonvulsivantes ou sedativos, também não devem usar Sálvia.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar