Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba quais são os repelentes mais indicados para grávidas

Os repelentes industriais Exposis, OFF e Repelex, e também os repelentes caseiros feitos com cravo da índia, complexo B e óleos essenciais, são algumas das opções que grávidas e crianças podem usar para se proteger dos mosquitos.

O uso destes repelentes é importante para que grávidas e crianças se protejam contra a picada dos mosquitos, especialmente do Aedes Aegypti que pode transmitir doenças como dengue, Zika, Chikungunya e febre amarela.

Repelentes industriais seguros para grávidas e crianças

Existem repelentes que são seguros para grávidas, que podem ser utilizado sem nenhum risco para o bebê, porém estes só devem ser usados se estiverem registrados na Anvisa, seguindo a orientação do médico e as indicações do rótulo do produto.

Os repelentes Exposis, OFF, Repelex e a loção anti mosquito da Johnson, são alguns exemplos que podem ser usados por grávidas e crianças de forma eficaz porque contém as substâncias Icaridina, dietiltoluamida (DEET) e IR3535, que são substâncias que têm a sua eficácia comprovada pela Anvisa contra a picada deste mosquito.

Repelentes indicados pela Anvisa que podem ser usados por grávidas e o seu tempo de duraçãoRepelentes indicados pela Anvisa que podem ser usados por grávidas e o seu tempo de duração

Estes repelentes protegem durante 2 a 10 horas e quando aplicados devem sempre ser o último produto a ser passado na pele, depois dos filtros solares, hidratantes ou maquiagem por exemplo, devendo ser aplicados em quantidade suficiente e homogeneamente sobre a pele exposta e roupas, evitando o contato com olhos, nariz ou boca.

Além disso, existem repelentes próprios para crianças, como Exposis infantil, Off Kids ou Repelex Kids, que podem ser usados em crianças a partir dos 2 anos de idade e que também podem ser usados em grávidas.

5 Repelentes para grávidas e crianças

Existem alguns repelentes naturais que podem ser usados para prevenir a picada do mosquito da dengue, zika ou chikungunya, como:

  1. Suplemento com Claridrato de Tiamina: tomar um suplemento com esta vitamina do complexo B chamado Benerva ajuda a repelir naturalmente o mosquito pois ele é excretado pela pele, afastando os mosquitos.
  2. Pulseira repelente: basta colocar no punho ou no tornozelo e não prejudica a saúde da mulher, nem do bebê, mas mantém os mosquitos bem afastados;
  3. Repelente com cravo da índia: pode ser preparado usando álcool de cereais, cravo da índia e um óleo vegetal como o óleo de amêndoas por exemplo, protegendo a pele durante 3 horas. Veja como pode preparar esta receita em: Repelente caseiro afasta o mosquito da Dengue, Zika e Chikungunya.
  4. Óleos essenciais que protegem a pele: óleos essenciais como o óleo de citronela, copaíba e andiroba, quando aplicados na pele são excelentes repelentes naturais que podem ser usados por grávidas e crianças;
  5. Adesivo repelente: São pequenos adesivos que se coloca por cima da roupa, feitos à base de citronela, que mantém os moquitos afastados.

Além disso, o óleo essencial de alfazema também pode ser usado como repelente natural em bebês a partir de 2 meses de vida, podendo ser adicionado a um hidratante Proderm e a mistura pode ser aplicada diariamente em todas as áreas expostas, cerca de 6 a 8 vezes por dia.

As gestantes devem ter uma atenção redobrada em relação ao zika vírus pois quando infectadas os seus bebês correm o risco de nascer com microcefalia, uma deformação congênita onde a cabeça e o cérebro do bebê são menores que o normal para a sua idade, o que influencia o seu desenvolvimento mental.

Além disso, grávidas entre o primeiro e o quarto mês de gestação correm um maior risco de seus bebês terem esta doença, pois é neste período que o sistema nervoso do bebê se encontra em formação, por isso se suspeitar que está com dengue, zika ou chikungunya, deve procurar um hospital logo que possível.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...