13 remédios caseiros para afta (e como preparar)

Os remédios caseiros para afta, como solução de água oxigenada, chá de cravo da índia ou tintura de mirra, por exemplo, podem ser usados na forma de bochechos, pois possuem ação anti-inflamatória, analgésica, antisséptica e antibacteriana, que ajudam a aliviar os sintomas da afta como dor, inchaço ou vermelhidão.

A afta, também conhecida como estomatite aftosa, provoca úlceras dolorosas na boca, que possuem um formato redondo ou oval e podem em casos mais graves chegar mesmo a dificultar a alimentação ou a ingestão de bebidas, e geralmente é causada por estresse, alterações hormonais ou do sistema imunológico, por exemplo. Veja outras causas das aftas.

Os remédios caseiros são uma boa opção natural para as aftas, e embora não sirvam para substituir o tratamento médico, podem ser usados para aliviar os sintomas da afta mais rapidamente.

Algumas opções de remédios caseiros para afta são:

1. Solução de água morna e sal marinho

A solução de água morna com sal marinho é uma boa opção de remédio caseiro para a afta, pois a água salgada ajuda a cicatrizar e acalmar as mucosas da boca inflamadas, aliviar a dor, além de ser um antisséptico natural.

Ingredientes

  • ½ colher (de chá) de sal marinho;
  • 1 copo de água morna.

Modo de preparo

Adicionar o sal marinho no copo com água morna e misturar com o auxílio de uma colher. Enxaguar a boca, fazendo bochecho por 20 a 30 segundos, 2 a 3 vezes por dia. Cuspir a solução em seguida.

É recomendado o uso da solução de água morna com sal, por no máximo uma semana, pois utilizar por mais tempo pode danificar o esmalte dos dentes, por ser uma solução ácida.

2. Chá de cravo da índia

O chá de cravo da índia ajuda a diminuir a dor e a inflamação causada pela afta por possuir eugenol na sua composição com ação analgésica e anti-inflamatória, sendo uma boa opção de remédio caseiro para aftas.

Ingredientes

  • 10 unidades de cravo da índia;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Colocar os cravos e a água para ferver por 5 minutos e tampar. Esperar esfriar, coar e bochechar por 20 a 30 segundos, 2 vezes por dia. Cuspir o chá em seguida.

3. Extrato de alcaçuz

O extrato de alcaçuz quando aplicado diretamente sobre as aftas ajuda a sarar e a cicatrizar, pois possui propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes.

Ingredientes

  • 15 a 30 gotas de extrato de alcaçuz;
  • 1 copo de água morna.

Modo de preparo

Adicionar as gotas do extrato de alcaçuz na água morna e bochechar durante alguns segundos. O tratamento deve ser repetido 2 a 3 vezes por dia.

Outra opção é pingar 3 ou 4 gotas do extrato de alcaçuz diretamente na afta.

4. Chá de sálvia

O chá de sálvia ajudam a diminuir os sintomas da afta como inchaço, dor ou até sangramento pois contém na sua composição cineol e cânfora com ação anti-inflamatória e antibacteriana, além de ter ação adstringente, sendo uma boa opção de remédio caseiro para afta.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de sálvia fresca ou 1 colher (de sopa) de sálvia seca;
  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar a sálvia na xícara com água fervente, tampar e deixar repousar por 5 a 10 minutos. Esperar esfriar, coar e bochechar por 20 a 30 segundos. Cuspir em seguida. Repetir por 2 a 3 vezes por dia.

5. Extrato de própolis

O extrato de própolis por possuir uma ação cicatrizante, anti-inflamatória e bactericida pode ser usado para tratar, desinfectar e curar as aftas. Além disso, este remédio tem um potente efeito regenerador sobre a pele, ajudando na recuperação dos tecidos.

Ingredientes

  • Extrato de própolis.

Modo de preparo

Aplicar 1 ou 2 gotas sobre a afta ou ferida a tratar, 4 a 5 vezes por dia.

O extrato de própolis não deve ser usado por pessoas que tenham alergia ao própolis, pólen ou mel.

6. Mel de abelhas

O mel de abelhas é uma excelente opção para tratar as aftas causadas pela estomatite aftosa, pois é um poderoso antisséptico, ajudando a amaciar e hidratar a pele, o que alivia o desconforto.

Ingredientes

  • Mel de abelhas orgânico.

Modo de preparo

Aplicar uma pequena quantidade do mel de abelhas orgânico diretamente sobre a afta, repetindo esta aplicação várias vezes por dia sempre que sentir desconforto ou achar necessário.

Além disso, em combinação com o mel também pode ser usado o cravo-da-índia seco que pode ser chupado ao longo do dia, para combater os germes e ajudar na cicatrização das aftas e feridas.

O mel não deve ser usado por pessoas que Têm alergia ao mel, própolis ou pólen.

7. Óleo essencial de hortelã-pimenta

O óleo essencial de hortelã-pimenta é rico em mentol e mentona, com propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antissépticas que ajudam a combater a afta. Além disso, esse óleo essencial ajuda a reduzir a dor e manter o hálito fresco.

Ingredientes

  • 2 a 3 gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta;
  • 1 copo de água.

Modo de preparo

Adicionar as gotas do óleo essencial de hortelã-pimenta no copo com água e misturar. Bochechar por 30 a 40 segundos, 2 a 3 vezes por dia. Cuspir em seguida.

8. Tintura de mirra

A tintura de mirra também é uma ótima opção de remédio caseiro para aftas ou feridas na boca, pois possui ação antisséptica e antimicrobiana, devido aos taninos presentes na sua composição, que ajudam a reduzir a inflamação e irritação das mucosas.

Essa tintura deve apenas ser usada para fazer bochecho e não deve ser ingerida.

Ingredientes

  • 20 g de resina de mirra;
  • 100 mL de álcool 70%.

Modo de preparo

Triturar a resina de mirra e colocar em um frasco de vidro limpo, seco e coberto com papel alumínio. Adicionar o álcool e deixar curtir por 10 dias, agitando frequentemente. Após esse período, pode-se usar 5 a 10 gotas da tintura de mirra em um copo de água para bochechar, 2 a 3 vezes por dia. Não ingerir.

9. Solução de água oxigenada

A solução de água oxigenada tem ação anti-inflamatória e antisséptica, ajudando a eliminar as bactérias que causam a afta, reduzindo a dor, vermelhidão e o inchaço, sendo outra boa opção de remédio caseiro para aftas.

Ingredientes

  • ¼ de xícara de água oxigenada 10 volumes;
  • ½ xícara de água.

Modo de preparo

Adicionar a água oxigenada na xícara com água e misturar. Bochechar por 30 segundos e cuspir em seguida. Essa solução de água oxigenada pode ser usada por 2 a 3 dias.

Não é necessário enxaguar a boca com água após usar a solução de água oxigenada, mas se a pessoa não gostar do sabor que fica na boca, poderá fazê-lo.

10. Chá de hidraste

O chá de hidraste, feito com a planta medicinal Hydrastis canadensis L., possui propriedades anti-inflamatórias, adstringentes e antissépticas, que ajudam a acalmar a irritação nas mucosas e combater a inflamação causada pela afta.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de raiz de hidraste em pó;
  • 250 mL de água fervente.

Modo de preparo

Adicionar o hidraste em pó na água fervente, misturar, cobrir e deixar repousar por cerca de 15 minutos. Coar o chá em um filtro de café para remover todas as partículas do pó de hidraste. Em seguida, aguardar o chá de hidraste ficar morno e bochechar por cerca de 1 minuto e cuspir o chá em seguida. Pode-se utilizar o chá de hidraste até 3 vezes por dia.

11. Chá preto

O chá preto é rico em taninos, com propriedades adstringentes, que ajudam a aliviar a dor e o desconforto da afta, e a acelerar a recuperação, sendo uma boa opção de remédio caseiro para aftas.

Ingredientes

  • 1 saquinho de chá preto;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e em seguida acrescentá-la na xícara. Colocar o saquinho de chá preto na xícara com água fervente e aguardar amornar. Em seguida, colocar o saquinho do chá preto diretamente sobre a afta, deixando agir por alguns minutos. Descartar o chá e o saquinho do chá preto. Pode-se repetir esse procedimento de 2 a 3 vezes por dia.

12. Chá de agrimônia

O chá de agrimônia, preparado com a planta medicinal Agrimônia eupatoria, possui propriedades anti-inflamatórias que ajudam a combater as aftas, aliviando a dor e o desconforto.

Ingredientes

  • 1 colher (de chá) de flores secas de agrimônia;
  • 250 mL de água.

Modo de preparo

Colocar a água para ferver e quando estiver fervendo, desligar o fogo e acrescentar as flores secas de agrimônia. Deixar repousar por cerca de 5 a 10 minutos, coar e deixar amornar. Fazer bochechos com o chá de agrimônia por 2 a 3 vezes por dia.

13. Óleo essencial de louro

O óleo essencial de louro possui eugenol e cineol na sua composição, com propriedades anti-inflamatórias e antissépticas, que ajudam a aliviar a dor e o desconforto das aftas e acelerar a cicatrização das mucosas da boca.

O óleo essencial de louro deve ser usado somente sobre a afta e não deve ser ingerido.

Ingredientes

  • 1 gota de óleo essencial de louro;
  • 10 mL de óleo de côco.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e com o auxílio de um cotonete, aplicar sobre a afta de 3 a 4 vezes por dia.

O óleo essencial de louro não deve ser usado por crianças, mulheres em fase de amamentação ou durante a gravidez.

Assista o vídeo a seguir com outras dicas para curar as aftas:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em agosto de 2022.

Bibliografia

  • SHEN, Tao. The genus Commiphora: A review of its traditional uses, phytochemistry and pharmacology. J Ethnopharmacol. 142. 2; 319-330, 2012
  • A. F. N. RamosJ. L. Miranda. Propolis: a review of its anti-inflammatory and healing actions. Scielo. 2007
Mostrar bibliografia completa
  • BASA, Bakalo et. al.. Review on Medicinal Value of Honeybee Products: Apitherapy. Advan. Biol. Res.. 10. 4; 236-247, 2016
  • PALUCH, Z.; et al. The Therapeutic Effects of Agrimonia eupatoria L. Physiol Res. 69. 4; S555–S571, 2020
  • HAMEDI, S.; et al. The Most Common Herbs to Cure the Most Common Oral Disease: Stomatitis Recurrent Aphthous Ulcer (RAU). Iran Red Crescent Med J. 18. 2; e21694, 2016
  • MANSOUR, O.; et al. Review Study on the Physiological Properties and Chemical Composition of the Laurus nobilis. The Pharmaceutical and Chemical Journal. 5. 1; 225-231, 2018
  • BEHESHTI-ROUY, Maryam; et al. The antibacterial effect of sage extract (Salvia officinalis) mouthwash against Streptococcus mutans in dental plaque: a randomized clinical trial. Iran J Microbiol. 7. 3; 173–177, 2015.
  • THOSAR, Nilima; et al. Antimicrobial efficacy of five essential oils against oral pathogens: An in vitro study. Eur J Dent. 7. Suppl 1; S71–S77, 2013.
  • SIDHU, Preena; et al. Therapeutic benefits of liquorice in dentistry. Journal of Ayurveda and Integrative Medicine. 1-8, 2018.
  • WEN, S. D.; et al. Effects of natural extracts in the treatment of oral ulcers: A systematic review of evidence from experimental studies in animals. J Clin Exp Dent. 13. 10; e1038-e1048, 2021
  • BARONE, D.; et al. Guia Médico Remédios e Tratamentos Caseiros. 1ed. Rio de Janeiro: Rodale Press, 2001. 207-208.
  • MOURA, Maria F.. Segredos e virtudes das plantas que curam. 1.ed. Lisboa: Seleções, 2011. p. 30; 126.
  • VUKOVIC, Laurel. 1001 remédios naturais. 1ed. Porto, Portugal: Dorling Kindersley, 2003. p.19-20.
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • PRÓPOLIS: o que é, para que serve e como usar

    14:44 | 199981 visualizações
  • Como eliminar AFTA rapidamente

    02:53 | 2937118 visualizações