6 remédios caseiros para pedra na vesícula

Alguns remédios naturais como o chá de dente-de-leão, o chá de cúrcuma e a tintura de alcachofra, possuem propriedades anti-inflamatórias, ajudando a eliminar a pedra na vesícula, principalmente quando a pedra ainda é pequena.

No entanto, na presença de sintomas que indiquem o bloqueio das vias biliares por pedras maiores, como vômitos, pele ou olhos amarelados e dor no lado direito superior da barriga, deve-se procurar o atendimento de urgência em um pronto socorro mais próximo. Conheça outros sinais de bloqueio das vias biliares.

É importante lembrar que os remédios caseiros devem ser usados apenas para complementar o tratamento de pequenas pedras na vesícula e somente sob a recomendação e acompanhamento de um clínico geral ou gastroenterologista.

Alguns remédios caseiros para eliminar pequenas pedras na vesícula são:

1. Chá de dente-de-leão

O dente-de-leão é uma planta conhecida por combater problemas digestivos, atuando principalmente no fígado, e como diurético, aumentando a frequência urinária. Entretanto, o chá desta planta também pode ser usado para ajudar a eliminar as pequenas pedras na vesícula, pois favorece o aumento do fluxo biliar.

Ingredientes:

  • 3g a 4g (1 colher de chá) de raiz de dente-de-leão;
  • 150 ml de água;

Modo de preparo:

Em uma panela, colocar a água e a raiz de dente-de-leão, fervendo por 10 minutos. Deixar amornar, coar e beber. Pode-se beber até 3 xícaras desse chá por dia.

2. Tintura de alcachofra

A alcachofra é uma planta que pode ajudar a eliminar das pequenas pedras na vesícula, pois estimula a produção de bile, auxiliando não só no funcionamento da vesícula biliar, mas também na função hepática.

Ingredientes:

  • 2ml a 5 ml de tintura de alcachofra;
  • 75 ml de água filtrada ou fervida.

Modo de preparo:

Diluir a tintura de alcachofra na água e tomar essa mistura até três vezes ao dia.

3. Óleo essencial de hortelã-pimenta

O óleo essencial de hortelã-pimenta pode ajudar na eliminação de pequenas pedras na vesícula e deve-se beber 0,2 ml deste óleo, 1 vez ao dia, para que esse benefício possa ser alcançado. No entanto, é possível fazer o chá de hortelã-pimenta, pois também é recomendado para auxiliar no tratamento desta condição.

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de folhas de hortelã-pimenta;
  • 150 ml de água.

Modo de preparo:

Ferver a água em uma panela e, em seguida, apagar o fogo. Colocar as folhas de hortelã-pimenta na água e tampar. Deixar a infusão repousar durante 5 a 10 minutos e coar. Pode-se beber de 2 a 4 xícaras por dia desse chá.

4. Chá de cardo mariano

O cardo mariano é um remédio natural muito usado para tratar problemas no fígado e para ajudar a eliminar pequenas pedras na vesícula. Em geral, os extratos desta planta são vendidos em farmácias homeopáticas, como cápsulas, mas pode ser usado o chá do fruto de cardo mariano.

Ingredientes: 

  • 1 colher de chá de frutos de cardo mariano esmagados;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo:

Ferver a água e, após desligar o fogo, adicionar o cardo mariano esmagado. Tampar a bebida e deixar descansar por 10 minutos, coar e beber de 3 a 4 xícaras desse chá por dia.

5. Chá de cúrcuma

A cúrcuma, também conhecida como açafrão-da-terra, é uma outra planta medicinal que pode ajudar a eliminar as pequenas pedras da vesícula, por combater a dor e a inflamação da vesícula. A curcumina, composto bioativo presente nessa planta, ainda ajuda na cicatrização dos tecidos depois da cirurgia.

Ingredientes:

  • 1 colher de café de cúrcuma em pó;
  • 150 ml de água.

Modo de preparo:

Em uma panela, ou chaleira, colocar a água e a cúrcuma e ferver por 10 minutos. Deixar amornar e beber de 2 a 3 xícaras desse chá por dia.

6. Suco de rabanete preto

O rabanete preto é uma raiz que possui compostos bioativos que impedem o acúmulo de colesterol na vesícula biliar, ajudando a prevenir e a eliminar as pedras que se formam neste local.

Ingredientes:

  • 3 rabanetes pretos;
  • 1 copo de água filtrada ou fervida;
  • 1 colher de chá de mel.

Modo de preparo:

Lavar bem os rabanetes, picar e colocar junto com a água e o mel em um liquidificador, e bater até a mistura ficar homogênea. Em seguida, transferir o suco para um copo e beber até 2 vezes ao dia.

Cuidados com os remédios caseiros

Os remédios caseiros para pedra na vesícula podem ser consumidos para ajudar a eliminar as pequenas pedras desse órgão.

No caso de pedras maiores, o estímulo da vesícula biliar pode bloquear as vias biliares provocando sintomas como diarreia, pele e olhos amarelados, dor abdominal, náusea, vômitos. Na presença desses sintomas, é recomendado procurar um atendimento médico de emergência.

Por isso, antes de usar essas opções naturais é recomendado passar por uma consulta com um médico, que vai avaliar os sinais e sintomas apresentados pela pessoa e indicar o tratamento mais adequado, que poderá ou não incluir os remédios caseiros.

Confira no vídeo a seguir outras dicas sobre como eliminar as pedras na vesícula:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em setembro de 2022. Revisão clínica por Manuel Reis - Enfermeiro, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • Lopes, A. S. N.; et al. Composição Química e Atividades Biológicas do Óleo Essencial de Peumus boldus Molina (Monimiaceae). Rev. Virtual Quim. 12. 2; 1-14, 2020
  • AMARAL, Francesca Guzzetti . Efeito de extractos aquosos de Plectranthus barbatus e de Peumus boldus na acção do etanol e na absorção conjunta de colesterol em linhas celulares. Dissertação de mestrado em bioquímica, 2011. Universidade de Lisboa.
Mostrar bibliografia completa
  • AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA - ANVISA. Formulário de fitoterápicos: farmacopéia brasileira 2ª edição. 2021. Disponível em: <https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/farmacopeia/formulario-fitoterapico/arquivos/2021-fffb2-final-c-capa2.pdf>. Acesso em 27 set 2022
  • CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO. PLANTAS MEDICINAIS E FITOTERÁPICOS. 2019. Disponível em: <http://www.crfsp.org.br/images/cartilhas/PlantasMedicinais.pdf>. Acesso em 27 set 2022
  • EUROPEAN MEDICINE AGENCY. Community herbal monograph on Arctium lappa L., radix . 2010. Disponível em: <https://www.ema.europa.eu/en/documents/herbal-monograph/final-community-herbal-monograph-arctium-lappa-l-radix_en.pdf>. Acesso em 27 set 2022
  • EUROPEAN MEDICINES AGENCY. Milkthistle fruit Silybum marianum (L.) Gaertn., fructus. 2018. Disponível em: <https://www.ema.europa.eu/en/documents/herbal-summary/milkthistle-fruit-summary-public_en.pdf>. Acesso em 27 set 2022
  • EUROPEAN MEDICINES AGENCY. European Union herbal monograph on Mentha x piperita L., folium. 2017. Disponível em: <https://www.ema.europa.eu/en/documents/herbal-monograph/draft-european-union-herbal-monograph-mentha-x-piperita-l-folium-revision-1_en.pdf>. Acesso em 27 set 2022
  • RAKEL, David. Integrative Medicine. 4.ed. Elsevier, 2018. 450-456.
  • CASTRO-TORRES, Ibrahim G. et al. Raphanus sativus L. var niger as a source of Phytochemicals for the Prevention of Cholesterol Gallstones. Phytother. Res. Vol.28. 167-171, 2014
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.

Tuasaude no Youtube

  • Pedra na vesícula: principais sintomas e alimentação ideal

    16:55 | 155374 visualizações
  • HORTELÃ: para que serve e como usar

    06:39 | 1255651 visualizações
  • BENEFÍCIOS DA CÚRCUMA

    02:30 | 207474 visualizações