Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Conheça os Benefícios e Riscos da Radiofrequência

A radiofrequência é um tratamento estético utilizado no combate à flacidez do rosto ou do corpo, sendo muito eficaz para eliminar rugas, linhas de expressão e até mesmo a gordura localizada e também a celulite, sendo um método seguro com efeitos duradouros.

O aparelho de radiofrequência eleva a temperatura da pele e do músculo para aproximadamente 41ºC e isto contrai o colágeno existente e aumenta a produção de mais fibras colágeno e elastina, dando mais sustentação e firmeza à pele. Além disso, a elevação da temperatura rompe as membranas das células de gordura, fazendo com que esta seja eliminada do corpo. Os resultados podem ser observados nos primeiros dias logo após a primeira sessão e o resultado é progressivo, e por isso, quantos mais sessões, a pessoa fizer, maiores e melhores serão os resultados.

Antes e depois da RadiofrequênciaAntes e depois da Radiofrequência

Quando a radiofrequência é indicada

A radiofrequência é um excelente tratamento estético que pode ser indicado para: 

  • Diminuir as rugas;
  • Melhorar a aparência da pele;
  • Melhorar a qualidade do colágeno e da elastina;
  • Reorganizar as fibras de colágeno e elastina;
  • Melhorar a microcirculação;
  • Melhorar a hidratação da pele;
  • Aumentar a oxigenação;
  • Acelerar a eliminação de toxinas;
  • Reduzir celulite;
  • Combater estrias e fibroses;
  • Melhorar a aparência das cicatrizes;
  • Combater a gordura localizada na barriga, culote, flancos, braços, papada;
  • Combater a flacidez em qualquer área do corpo;
  • Combater a celulite por melhorar a firmeza da pele e queimar a gordura local.

O fisioterapeuta especialista poderá avaliar pessoalmente a pessoa e indicar os locais mais indicados para serem tratados com a radiofrequência.

O procedimento é simples, basta que a pessoa fique deitada numa maca, o terapeuta irá espalhar um gel específico sobre a área a ser tratada e depois ela irá deslizar o equipamento de radiofrequência com movimentos circulares verificando constantemente a temperatura da região com auxílio de um termômetro a laser, e por fim, deverá retirar o gel e limpar a área tratada. 

No caso da radiofrequência fracionada, um tratamento mais indicado para eliminar as rugas e linhas de expressão da face, o procedimento é ligeiramente diferente, porque o aparelho não desliza sobre a pele, mas são emitidos pequenos jatos, como se fosse um laser em pequenas áreas do rosto. Aqui a temperatura pode chegar aos 100º mas sem mudar a temperatura mais superficial da pele.

Riscos da radiofrequência

Os riscos da radiofrequência estão relacionados à possibilidade de queimadura na pele, pelo mau uso do equipamento. Como a radiofrequência eleva a temperatura local, o terapeuta deverá observar constantemente se a temperatura do local em tratamento não ultrapassa os 41ºC. Manter o equipamento sempre em movimentos circulares evita o sobreaquecimento de uma determinada região, diminuindo o risco de queimadura.

O equipamento Vanquish é um bom exemplo de radiofrequência que tem baixo risco de queimadura na pele porque o equipamento não entra em contato com a pele, funcionando à distância.

Um outro possível risco do tratamento é da pessoa não ficar satisfeita com o resultado por não ter expectativas realistas e cabe ao terapeuta informar sobre o efeito do equipamento no corpo. Pessoas com mais idade e que possuem muitas rugas na face e uma pele muito flácida poderão ficar novamente com um rosto mais jovem, com menos rugas, mas será necessário realizar um maior número de sessões.

Radiofrequência facialRadiofrequência facial
Radiofrequência corporalRadiofrequência corporal

Quantas sessões de radiofrequência fazer?

O número de sessões de radiofrequência a fazer vai depender dos objetivos da paciente mas os resultados podem ser sutilmente observados logo na primeira sessão.

  • Radiofrequência no rosto: No caso das linhas de expressão, elas podem desaparecer logo no primeiro dia e nas rugas mais espessas, a partir da 5ª sessão haverá uma grande diferença. Quem optar pela radiofrequência fracionada deve realizar cerca de 3 sessões.
  • Radiofrequência no corpo: Quando o objetivo é eliminar gordura localizada e tratar a celulite, dependendo da sua graduação, de 7 a 10 sessões serão necessárias.

Apesar de ser um tratamento estético um pouco dispendioso, ele possui menos riscos que uma cirurgia plástica e seus resultados são progressivos e duradouros. Recomenda-se um intervalo mínimo de 15 dias entre cada sessão.

Quem não pode fazer 

O tratamento com radiofrequência é indicado para adolescentes e adultos saudáveis, que tenham a pele íntegra. No entanto, o tratamento possui algumas contraindicações que incluem:

  • Febre;
  • Gravidez;
  • Durante a quimioterapia,
  • Em caso do indivíduo possuir doenças do colágeno que o quelóide, por exemplo;
  • Prótese metálica na região a ser tratada;
  • Pacemaker;
  • Hipertensão arterial;
  • Diabetes pela alteração da sensibilidade no local a ser tratado.

O Spectra é um dos aparelhos de radiofrequência mais utilizados, mas existem outros equipamentos igualmente eficazes, como o Vanquish, por exemplo. Saiba mais em: Radiofrequência para queimar Gordura Localizada

Preço da radiofrequência

O preço da radiofrequência varia de acordo com a região, mas uma região pequena como a face por exemplo, pode custar de 200 a 350 reais por sessão, e são necessárias pelo menos 8 sessões para que os resultados sejam vistos por todos. Já no caso da radiofrequência fracionada o preço varia entre 700 e 1000 reais por sessão, sendo necessário cerca de 3 sessões para cada área do corpo.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...