Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é quemose no olho e como é feito o tratamento

Atualizado em Setembro 2019

A quemose caracteriza-se pelo inchaço da conjuntiva do olho, que é o tecido que reveste o interior da pálpebra e a superfície do olho. O inchaço pode manifestar-se como uma bolha, geralmente transparente que pode causar coceira, lacrimejamento do olho e vista embaçada e, em alguns casos, a pessoa pode ter dificuldades para fechar o olho.

O tratamento consiste no tratamento do inchaço, que pode ser feito com o auxílio de compressas frias, e da causa que esta na origem da quemose, que pode ser uma alergia, uma infecção ou um efeito colateral de uma cirurgia, por exemplo.

O que é quemose no olho e como é feito o tratamento

Possíveis causas

São várias as causas que podem estar na origem da quemose, como alergias ao pólen ou ao pelo de animais, por exemplo, angioedema, infecções bacterianas ou virais, após cirurgias ao olho, como uma blefaroplastia, como resultado de hipertireoidismo ou de lesões oculares, como arranhões na córnea, contato com produtos químicos ou pelo simples gesto de esfregar os olhos, por exemplo.

Quais os sintomas

Os sintomas característicos da quemose são vermelhidão, inchaço e lacrimejamento do olho, coceira, visão embaçada, visão dupla e eventualmente, formação de uma bolha de liquido e consequente dificuldade para fechar o olho.

Veja 10 causas que podem estar na origem da vermelhidão ocular.

O que é quemose no olho e como é feito o tratamento

Como é feito o tratamento

O tratamento da quemose depende da causa que está na sua origem. Porém, é possível aliviar o inchaço com a aplicação de compressas frias na região ocular As pessoas que usam lentes de contacto, devem suspender a sua utilização por alguns dias.

Caso a quemose resulte de uma alergia, a pessoa deve evitar o contato com alérgenos e o tratamento poderá ser feito com anti-histamínicos, como a loratadina, por exemplo, que devem ser prescritos pelo médico, para ajudar a reduzir a reação alérgica.

Se uma infecção bacteriana estiver na origem da quemose, o médico pode receitar colírios ou pomadas oculares com antibiótico. Saiba diferenciar a conjuntivite bacteriana da conjuntivite viral.

Caso a quemose ocorra após a realização de uma blefaroplastia, o médico pode aplicar no olho colírios com fenilefrina e dexametasona, que ajudam a reduzir o inchaço e a irritação.


Bibliografia

  • PATROCINIO, Tomas Gomes. Complications in blepharoplasty: how to avoid and manage them. Brazilian Journal of Otorhinolaryngology. 77. 3; 322-327, 2011
  • COLUMBIA UNIVERSITY - DEPARTMENT OF OPHTHALMOLOGY. Chemosis. Link: <www.columbiaeye.org>. Acesso em 19 Set 2019
  • MCCORD, Clinton D.. Management of Postblepharoplasty Chemosis. Aesthetic Surgery Journal . 33. 5; 654-661, 2012
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem