4 melhores tratamento para cicatriz queloide

Revisão médica: Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
agosto 2021

O queloide corresponde ao crescimento anormal, porém benigno, de tecido cicatricial devido a maior produção de colágeno no local e houve lesão na pele. Pode surgir após cortes, cirurgia, acne e colocação de piercings no nariz e na orelha, por exemplo.

Apesar de ser uma alteração que não representa risco para a pessoa, normalmente causa bastante desconforto, principalmente estético. Por isso é importante que após a cirurgia, por exemplo, sejam adotados cuidados com a região acometida para evitar a formação de queloides.

O queloide é mais frequente em negros, hispânicos, orientais e em pessoas que já desenvolveram queloide anteriormente. Assim, essas pessoas precisam ter cuidados especiais para evitar o desenvolvimento da queloide, como uso de pomadas específicas que devem ser recomendadas pelo dermatologista.

1. Pomadas para queloide

As pomadas para cicatriz queloide são uma excelente opção de tratamento, pois ajudam a disfarçar a cicatriz, além de reduzir a dor, aliviar a coceira e o desconforto. Essas pomadas e cremes podem conter sulfato de cobre e zinco, fibrinolisina ou desoximetasona, por exemplo, e devem ser prescritas por um dermatologista.

As principais pomadas são Cicatricure gel, Contractubex, Skimatix ultra, C-Kaderm e Kelo Cote. Saiba como cada pomada age e como usá-las.

2. Injeção de corticoide

Os corticoides podem ser aplicados diretamente no tecido da cicatriz com o objetivo de diminuir a inflamação local e fazendo com que a cicatriz fique mais plana. Normalmente o dermatologista recomenda que a injeção de corticoide ocorra em 3 sessões com intervalo de 4 a 6 semanas entre cada uma.

3. Curativo de silicone

O curativo de silicone é um curativo auto-aderente e impermeável que deve ser aplicado sobre o queloide durante 12 horas por um período de 3 meses. Esse curativo promove a diminuição da vermelhidão da pele e da altura da cicatriz.

O curativo deve ser aplicado sob a pele limpa e seca para que haja melhora aderência. Além disso, pode ser utilizado durante as atividades diárias e cada unidade do curativo de silicone pode ser reutilizado por mais ou menos 7 dias.

4. Cirurgia

A cirurgia é considerada a última opção para a remoção dos queloide, isso porque há o risco da formação de novas cicatrizes ou até mesmo piorar a queloide já existente. Esse tipo de cirurgia só deve ser feita quando os tratamentos estéticos e recomendados pelo dermatologista não funcionam, como curativo de silicone e uso de pomadas, por exemplo. Veja como é feita a cirurgia plástica para remover a cicatriz.

Como evitar o queloide durante a cicatrização

Para evitar a formação do queloide durante o processo de cicatrização, é importante tomar alguns cuidados, como utilizar protetor solar todos os dias, proteger a região afetada do sol e usar cremes ou pomadas recomendados pelo dermatologista quando a pele estiver cicatrizada.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em agosto de 2021. Revisão médica por Drª. Aleksana Viana - Dermatologista, em fevereiro de 2016.
Revisão médica:
Drª. Aleksana Viana
Dermatologista
Especialista em Dermatologia pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais, em 2007 com registro profissional no CRM/PE – 16907.