Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Quando fazer a cirurgia para estrabismo

A cirurgia para estrabismo pode ser feita em crianças ou adultos, no entanto, esta, na maioria das vezes, não deve ser a primeira solução para o problema, pois existem outros tratamentos, como uso de óculos de correção ou exercícios oculares e tampão ocular que podem ajudar a obter os mesmos resultados e melhorar a visão, sem que seja necessário fazer cirurgia.

Porém, nos casos de estrabismo constante na infância, a cirurgia é sempre recomendada para evitar que a criança desenvolva um problema de profundidade na visão, também conhecido como cegueira estéreo.

Assim, é importante consultar um oftalmologista para avaliar o tipo de estrabismo e quais as consequências que pode provocar, optando pela melhor forma de tratamento.

Quando fazer a cirurgia para estrabismo

Preço da cirurgia para estrabismo

O preço médio da cirurgia para estrabismo é de 2500 a 5000 reais se for particular. No entanto, pode ser feita gratuitamente pelo SUS quando o paciente não apresenta capacidade financeira para pagar a cirurgia.

Como é feita a cirurgia para estrabismo

A cirurgia para estrabismo, normalmente, é feita no bloco cirúrgico sob anestesia geral para permitir que o médico seja capaz de fazer pequenos cortes nos músculos do olho para equilibrar as forças e alinhar o olho.

Normalmente, a cirurgia para estrabismo não deixa qualquer tipo de cicatriz, uma vez que não é preciso fazer cortes na pele ou retirar o olho. Além disso, caso o médico utilize uma sutura ajustável, pode ser necessário repetir a cirurgia após alguns dias para alinhar completamente o olho.

Pós-operatório da cirurgia de estrabismo

O pós-operatório da cirurgia para estrabismo é rápido e, normalmente, após cerca de 1 semana o paciente deixa de sentir o olho dolorido, sendo que a vermelhidão do olho desaparece até 3 semanas após a cirurgia.

Após a cirurgia, os cuidados mais importantes incluem:

  • Evitar conduzir no dia após a cirurgia;
  • Voltar ao trabalho ou escola apenas 2 dias após a cirurgia;
  • Usar os colírios prescritos;
  • Tomar os remédios prescritos pelo médico que podem incluir analgésicos ou antibióticos;
  • Evitar nadar durante duas semanas;

Riscos da cirurgia para estrabismo

Os principais riscos da cirurgia para estrabismo incluem visão dupla, infecção do olho, sangramento ou diminuição da capacidade de enxergar. Porém, estes riscos são pouco comuns e podem ser eliminados caso os paciente sigam adequadamente todas as indicações do médico após a cirurgia.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...