Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Propriocepção: O que é, para que serve e 10 exercícios proprioceptivos

A propriocepção é a capacidade que o próprio corpo tem de avaliar em que posição se encontra a fim de manter o perfeito equilíbrio parado, em movimento ou ao realizar esforços.

A propriocepção acontece porque existem os propriceptores que são células que se encontram nos músculos, tendões e articulações e que enviam as informações ao Sistema Nervoso Central que irá organizar a parte do corpo, mantendo a posição sua correta, parado ou em movimento. 

Propriocepção: O que é, para que serve e 10 exercícios proprioceptivos

Para que serve a propriocepção 

A propriocepção é muito importante para manter o equilíbrio corporal, juntamente com o sistema vestibular que se encontra dento do ouvido e o sistema visual, que também são fundamentais para ficar de pé, sem desequilibrar.

Quando o sistema proprioceptivo não está devidamente estimulado existe um maior risco de quedas e entorses, e por isso é importante o seu treino em praticantes de atividade física, mas também como fase final da reabilitação de todos os casos de traumato-ortopedia.

A propriocepção, também é chamada de cinestesia, e pode ser classificada como:

  • Propriocepção consciente: acontece através de proprioceptores, que permitem andar sobre uma corda bamba, sem cair;
  • Propriocepção inconsciente: ​são atividades involuntárias executadas pelo sistema nervoso autônomo para regular as batidas do coração, por exemplo. 

Realizar exercícios de propriocepção em consultas de fisioterapia é importante, não só para melhorar o equilíbrio e os movimentos precisos do corpo, mas também para evitar a piora de lesões esportivas, como distensão muscular, ensinando o corpo como se movimentar para proteger a área afetada.

Propriocepção: O que é, para que serve e 10 exercícios proprioceptivos

Exercícios de propriocepção

Os exercícios proprioceptivos são sempre indicados quando ocorre uma lesão na articulação, músculos e/ou nos ligamentos e, por isso, devem ser orientados por um fisioterapeuta para adequar os exercícios ao que o paciente realmente precisa.

Alguns exemplos de exercícios proprioceptivos são descritos a seguir, e foram ordenados de acordo com seu grau de dificuldade:

  1. Caminhar numa linha reta durante 10 metros, com um pé à frente do outro;
  2. Caminhar por 10 metros em diferentes tipos de superfíceis, como chão, colchonete, travesseiro;
  3. Caminhar numa linha reta usando apenas ponta dos pés, calcanhares, borda lateral ou interna do pé, de forma intercalada;
  4. O terapeuta fica atrás da pessoa e pede para que ela fique num pé só e passe a bola para trás, rodando apenas o tronco;
  5. Fazer 3 à 5 agachamentos com apenas 1 pé no chão, braços estendidos à frente, e depois com olhos fechados;
  6. Ficar de pé sobre uma superfície arredondada, como uma bola meio murcha ou balancim, por exemplo;
  7. Ficar num pé só sobre uma superfície instável como o balacim ou bola murcha e desenhar um círculo no ar;
  8. Pular na cama elástica, elevando um joelho de cada vez;
  9. De pé no balancim, fechar os olhos enquanto o terapeuta empurra a pessoa para a desequilibrar e ela não pode perder o equilíbrio;
  10. Sobre uma superfície instável jogar bola com o terapeuta, sem desequilibrar. 

Estes exercícios podem ser realizados diariamente, durante cerca de 10 à 20 minutos desde que não provoque dor. Colocar uma bolsa de água fria no local afetado pode ser útil para diminuir a dor, e o inchaço que pode aparecer após o treino. 

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar