8 dúvidas sobre a recuperação da abdominoplastia

Revisão médica: Dr. Arthur Frazão
Oftalmologista
outubro 2021

O pós-operatório da abdominoplastia requer muito repouso durante os primeiros 10 dias e a recuperação total demora cerca de 2 meses. No entanto, algumas pessoas fazem abdominoplastia e lipoaspiração do abdômen ou mamoplastia ao mesmo tempo, sendo a recuperação um pouco mais demorada e dolorosa.

Depois da cirurgia é normal ficar internado por cerca de 2 a 4 dias e, geralmente, após a cirurgia é preciso utilizar:

  • Dreno, que é um recipiente para fazer drenagem do sangue e líquidos acumulados no local operado, e que é normalmente removido antes da alta. Porém, no caso de ter alta e levar o dreno para casa, veja como cuidar do dreno em casa.
  • Cinta modeladora, para proteger a barriga e evitar o acúmulo de liquido, que deve permanecer 1 semana sem tirar;
  • Meias de compressão para evitar a formação de coágulos e que só deve ser tiradas para tomar banho.

Após a alta da clínica, as atividades do dia-a-dia podem ser retomadas aos poucos desde que não causem dor ou incômodo. No entanto, é importante ter alguns cuidados como dormir de barriga para cima, andar com o tronco curvado e não tirar a cinta até indicação do médico, de forma a evitar possíveis complicações, como abertura dos pontos ou infecção. Conheça as possíveis complicações da abdominoplastia.

A seguir são indicadas as principais dúvidas sobre a recuperação da cirurgia de abdominoplastia:

1. Como dormir?

Após uma cirurgia ao abdômen é fundamental dormir de barriga para cima, recostado e com as pernas dobradas, evitando dormir de lado ou de barriga para baixo, para não pressionar o abdômen nem machucar a cicatriz.

Caso se tenha em casa uma cama articulada deve-se elevar a parte do tronco e das pernas, porém, numa cama normal pode-se colocar almofadas semi-rijas nas costas, ajudando a elevar o tronco, e por baixo dos joelhos, para levantar as pernas. Deve-se manter esta posição pelo menos 15 dias dias ou até se deixar de sentir desconforto.

2. Melhor posição para andar?

Ao andar, deve-se dobrar o tronco, curvando as costas e apoiando as mãos na barriga como se a estivesse segurando, já que esta posição dá maior conforto e alivia a dor, devendo ser mantida durante os primeiros 15 dias ou até se deixar de sentir dor.

Além disso, ao sentar, deve-se optar por uma cadeira, evitando os bancos, encostando-se totalmente e apoiando os pés no chão.

3. Quando tomar banho?

Depois da cirurgia plástica é colocada uma cinta modeladora que nunca deve ser tirada durante 8 dias, por isso, durante esse período não se pode tomar banho no chuveiro.

No entanto, para manter a higiene mínima, pode-se lavar o corpo parcialmente com uma esponja, pedindo a ajuda de um familiar para não se fazer esforço.

4. Quando tirar a cinta e as meias de compressão?

A cinta não pode ser tirada durante cerca de 8 dias, nem mesmo para tomar banho ou dormir, pois é colocada para comprimir o abdômen, dar conforto, facilitar os movimentos, evitando complicações como o seroma, que é o acumulo de liquido junto à cicatriz.

Após uma semana, já se pode tirar a cinta para tomar banho ou fazer o tratamento da cicatriz, voltando a colocá-la e usando-a durante o dia, por pelo menos 45 dias após a abdominoplastia.

As meias de compressão só devem ser retiradas quando se volta a movimentar e caminhar normalmente, o que geralmente acontece quando se retoma às atividades do dia-a-dia.

5. Como aliviar a dor?

Após a abdominoplastia é normal sentir dor na barriga devido à cirurgia e dor nas costas, pois passa-se alguns dias sempre deitado na mesma posição.

Para aliviar a dor do abdômen é fundamental tomar os remédios prescritos pelo médico, como Paracetamol, cumprindo as quantidades e horas indicadas. No momento de evacuar a dor pode aumentar e, por isso, para facilitar as idas ao banheiro, pode-se tomar suplementos à base de fibras, como Benefiber.

Além disso, para tratar a dor no fundo das costas, pode-se pedir a um familiar para fazer uma massagem com um creme relaxante ou colocar panos de água quente para diminuir a tensão.

6. Quando trocar o curativo e tirar os pontos?

O curativo deve ser trocado segundo indicação do médico, que normalmente é ao final de 4 dias, mas os pontos só são removidos depois de 8 dias pelo médico que fez a cirurgia.

No entanto, caso o curativo esteja manchado de sangue ou de liquido amarelo deve-se ir no médico antes do dia indicado.

7. Quando é permitido fazer exercício físico?

O exercício é muito importante para evitar a formação de coágulos, sendo por isso, recomendado movimentar as pernas e os pés de 2 em 2 horas, além de massagear as pernas de manhã e à noite. No caso de se conseguir andar sem dor, deve-se caminhar várias vezes por dia, devagar, com roupa confortável e usando tênis.

No entanto, o regresso à academia só deve ser feito 1 mês depois da cirurgia, devendo começar por caminhadas, bicicleta ou natação. Musculação ou exercícios abdominais só estão liberados depois de 2 a 3 meses, ou quando não se sente qualquer dor ou desconforto.

8. Como deve ser a alimentação?

Depois da cirurgia plástica ao abdômen deve-se:

  • Ficar 4 horas sem comer nem beber para evitar náuseas e vômitos, já que o esforço para vomitar pode abrir a cicatriz;
  • 5 horas depois da cirurgia pode-se comer torradas ou pão e beber chá, caso não tenha vomitado;
  • 8 horas após a cirurgia pode-se comer caldo, sopa coada, beber chá e pão.

No dia seguinte à cirurgia deve-se manter uma alimentação leve, optando por alimentos cozidos ou grelhados e sem molhos ou condimentos.

Além disso, é fundamental beber muita água ou chá e comer frutas e legumes para evitar a prisão de ventre que aumenta a dor no abdômen.

Quando ir ao médico

É aconselhado consultar o médico ou ir na urgência do hospital quando surgir:

  • Dificuldade para respirar;
  • Febre superior a 38ºC;
  • Dor que não passa com os analgésicos indicados pelo médico;
  • Manchas de sangue ou outro líquido no curativo;
  • Dor intensa na cicatriz ou cheiro fétido;
  • Sinais de infecção como região quente, inchada, avermelhada e dolorida;
  • Cansaço excessivo.

Nestes casos é importante consultar o médico, pois pode estar se desenvolvendo uma infecção na cicatriz, uma embolia pulmonar ou uma anemia, por exemplo, podendo ser necessário iniciar o tratamento para o problema.

Além disso, nos primeiros meses após a abdominoplastia pode ser necessário recorrer a outros tratamentos estéticos, como lipocavitação ou lipoaspiração para melhorar os resultados, caso tenha ficado alguma imperfeição.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em outubro de 2021. Revisão médica por Dr. Arthur Frazão - Oftalmologista, em fevereiro de 2016.
Revisão médica:
Dr. Arthur Frazão
Clínico geral
Médico generalista, especialista em Oftalmologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em 2008, com registro profissional no CRM/PE 16878