Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a Pleurisia e principais sintomas

A pleurisia, também conhecida como pleurite, é uma condição na qual a pleura, que é a membrana que cobre os pulmões e o interior do tórax, fica inflamada, gerando sintomas como dor na região do peito e costelas, tosse e dificuldade para respirar, por exemplo.

Normalmente, a pleurisia surge devido ao acúmulo de líquido entre as duas camadas da pleura, também conhecido como derrame pleural, e, por isso, é mais frequente em pessoas com problemas respiratórios, como gripe, pneumonia ou infecções pulmonares por fungos. Além disso, pancadas fortes no peito também podem causar lesões no pulmão, resultando numa pleurisia.

Sempre que existe suspeita de pleurisia é importante consultar um pneumologista ou clínico geral, para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento, que além de incluir o tratamento para a causa, também pode ser feito com anti-inflamatórios, para reduzir o desconforto.

O que é a Pleurisia e principais sintomas

Principais sintomas

A pleurisia geralmente provoca sintomas relacionados com a respiração, como:

  • Dor intensa e constante na região do peito ou costelas;
  • Dor que piora ao respirar fundo, tossir ou espirrar;
  • Sensação de falta de ar;
  • Tosse constante;
  • Febre persistente.

Além disso, também é bastante frequente que a dor irradie para os ombros ou costas, dependendo do local inflamado da pleura e da extensão da lesão.

Sempre que surge algum destes sintomas é importante consultar um pneumologista ou clínico geral, especialmente quando já existe algum problema respiratório anterior, uma vez que pode ser um sinal de piora.

Pleurisia é grave?

A pleurisia normalmente não é grave, no entanto, pode ser sinal de que o tratamento para algum problema respiratório não está sendo eficaz. Por isso, sempre que existe suspeita, é importante consultar o médico para rever o tratamento.

Como confirmar o diagnóstico

Para confirmar o diagnóstico de pleurisia normalmente é preciso consultar um pneumologista e fazer exames como análises de sangue, raio X do tórax, tomografia computadorizada ou ultrassom. Além disso, alguns médicos também podem pedir um eletrocardiograma, para despistar um possível problema cardíaco que possa estar causando a dor na região do peito.

Como é feito o tratamento

Normalmente o tratamento é iniciado com o uso de anti-inflamatórios, como o Ibuprofeno, para reduzir a dor e aliviar o desconforto. No entanto, é necessário identificar a causa da pleurisia para também fazer o seu tratamento e evitar que a membrana do pulmão continue inflamada.

Além disso, também é aconselhado manter o repouso, evitando esforços que possam levar a aumento da frequência respiratória, como correr ou subir escadas, por exemplo.

O uso de fisioterapia respiratória também pode ser indicado e, nessas sessões, são utilizados exercícios do pulmão que permitem recuperar toda a capacidade respiratória, à à medida que a pleura vai deixando de estar inflamada. Saiba mais sobre este tipo de fisioterapia.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...