Queiloplastia: o que é, quando é indicada e como é feita

novembro 2022

A queiloplastia é um procedimento principalmente indicado para aumentar e diminuir os lábios, no entanto pode ser também recomendada para corrigir a boca torta e para alterar os cantos da boca para formar uma espécie de sorriso constante.

A queiloplastia é considerada um procedimento simples, sendo realizado sob anestesia local. No entanto a recuperação pode variar de acordo com o objetivo da queiloplastia, já que pode ser um pouco mais extensa, como no caso da cirurgia para diminuir os lábios, ou apenas envolver a aplicação de substâncias.

Além disso, dependendo do objetivo da queiloplastia, o resultado pode ser definitivo, como no caso da cirurgia para diminuir os lábios, ou temporário, devendo ser repetido a cada 2 anos ou mais, como no caso do procedimento para aumentar os lábios.

Quando é indicada

A queiloplastia é normalmente indicada para fins estéticos, ou seja, para aumentar ou diminuir os lábios, já que pode interferir no volume, formato e contorno dos lábios. Além disso, a queiloplastia pode ser indicada para reconstruir os lábios devido à fissura labial ou traumas e lesões extensas na região, ou corrigir a boca torta, por exemplo, sendo importante que seja indicado por um cirurgião plástico especializado.

Como é feita

A queiloplastia é considerada um procedimento simples e rápido, durando cerca de 2 horas e é feita sob anestesia local.

No caso da cirurgia para aumentar os lábios, o médico pode realizar um enxerto, em que é feita a retirada de excesso de gordura ou tecido facial para ser aplicado nos lábios, ou fazer a aplicação de substâncias diretamente nos lábios, como ácido hialurônico, por exemplo.

Por outro lado, quando o objetivo é diminuir os lábios, é feita a retirada de uma fina camada do lábio superior e do inferior, sendo costurado pela parte de dentro da boca. Os pontos desta última cirurgia ficam escondidos dentro da boca e devem ser retirados após 10 a 14 dias.

Como é a recuperação

A recuperação da cirurgia plástica na boca demora cerca de 5 a 7 dias e durante este período a boca deverá ficar bastante inchada, além de poder haver hematomas no local, dependendo do tipo de procedimento que tiver sido realizado.

É importante seguir algumas orientações do médico para garantir a recuperação adequada e favorecer a cicatrização, como:

  • Ter uma alimentação líquida ou pastosa;
  • Evitar o consumo de alimentos cítricos por 8 dias;
  • Aplicar compressas de água gelada na região nos primeiros 2 dias;
  • Tomar um anti-inflamatório nos primeiros dias para diminuir a dor e facilitar a recuperação;
  • Evitar a exposição solar no primeiro mês;
  • Não fumar;
  • Não tomar nenhum medicamento sem o conhecimento médico.

É importante que o médico seja informado sobre qualquer sintoma que posso surgir durante a recuperação, além do inchaço e hematoma no local, pois assim é possível que seja feita uma avaliação do local e seja verificado se está havendo reação alérgica ou qualquer outra alteração relacionada com a recuperação.

Possíveis riscos

Os riscos da cirurgia plástica na boca podem incluir:

  • Do resultado não ser o esperado;
  • De ter alguma reação alérgica aos produtos utilizados;
  • Infecção quando o procedimento não é realizado sob boas condições cirúrgicas, nem com material apropriado.

Esses riscos podem ser minimizados quando o paciente tem expectativas reais sobre o resultado e quando o médico respeita todas as regras para a realização de uma cirurgia plástica.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em novembro de 2022.
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.