Plantago ovata: para que serve e como usar

Evidência científica

A Plantago ovata é uma planta medicinal, também conhecida como psyllium, muito utilizada no tratamento da prisão de ventre ou para auxiliar no tratamento do colesterol alto, os níveis de açúcar no sangue ou até para ajudar no emagrecimento.

A parte normalmente utilizada da Plantago ovata são as sementes, de onde são obtidos o gel espesso rico em fibras solúveis, que absorvem água no intestino e retardam a absorção de alimentos, ajudando a aliviar na prisão de ventre e diminuindo a absorção de gorduras e açúcares da alimentação, além de aumentar a saciedade.

A Plantago ovata pode ser comprada em lojas de produtos naturais ou farmácias de manipulação e deve ser usada com orientação médica, do nutricionista ou de outro profissional de saúde que tenha experiência com o uso de plantas medicinais.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

A Plantago ovata é indicada para:

1. Combater a prisão de ventre

A Plantago ovata tem um efeito laxante que ajuda a combater a prisão de ventre, pois as fibras solúveis dessa planta, agem estimulando os movimentos intestinais e aumentando a absorção de água no intestino, o que leva ao aumento do volume e da umidade das fezes, facilitando sua eliminação.

2. Baixar o colesterol alto

Por ser rica em fibras solúveis, a Plantago ovata pode auxiliar no tratamento do colesterol alto, pois reduz a absorção de gorduras dos alimentos nos intestinos, fazendo com que diminuam a sua concentração no organismo a longo prazo.

No entanto, o uso da Plantago ovata não substitui o tratamento para colesterol alto indicado pelo médico, podendo ser usada como complemento do tratamento. Saiba como é feito o tratamento do colesterol alto.

3. Prevenir doenças cardiovasculares

Por reduzir a absorção de gorduras da alimentação e reduzir o colesterol, as fibras da Plantago ovata ajudam a prevenir a formação de placas de gorduras nos vasos sanguíneos.

Assim, a Plantago ovata pode ajudar a prevenir ou reduzir o risco de doenças cardiovasculares, como aterosclerose, infarto ou AVC.

4. Combater a diarreia

A Plantago ovata também pode ajudar a combater a diarreia pois as fibras solúveis ao absorver água, podem aumentar a espessura das fezes, retardando sua passagem pelo intestino e diminuindo os movimentos intestinais, aliviando a diarreia.

5. Auxiliar no tratamento do intestino irritável

A Plantago ovata também pode ser usada para ajudar a aliviar os períodos de diarreia ou prisão de ventre causados por intestino irritável ou diverticulose, ou diarreia crônica causada pela doença de Crohn, por exemplo.

6. Ajudar no controle da diabetes

As fibras solúveis presentes na Plantago ovata, ajudam a reduzir a absorção de açúcar pelos intestinos, regulando os níveis de glicose no sangue, o que pode ajudar a controlar a diabetes.

No entanto, é importante ressaltar que a Plantago ovata pode ser usada para complementar o tratamento indicado pelo médico para a diabetes, não devendo substituí-lo. Veja como é feito o tratamento da diabetes.  

7. Ajudar a emagrecer

A Plantago ovata pode ajudar a emagrecer pois aumenta o tempo de digestão dos alimentos, prolongando a sensação de saciedade e diminuindo a fome.

No entanto, para ajudar no emagrecimento, a Plantago ovata deve fazer parte de uma dieta saudável, associada à prática regular de atividades físicas. Veja como fazer uma dieta para emagrecer.

Embora tenha muitos benefícios, a Plantago ovata deve ser usada com orientação do médico, nutricionista ou fitoterapeuta.

Como usar

A parte normalmente utilizada da Plantago ovata são as sementes, de onde são extraídos o gel espesso rico em fibras solúveis, com efeito medicinal.

1. Chá de Plantago ovata

O chá de Plantago ovata pode ser feito com as sementes dessa planta.

Ingredientes

  • 3 gramas das sementes da Plantago ovata;
  • 100 mL de água.

Modo de preparo

Ferver as sementes da Plantago ovata na água por 5 minutos. Deixar repousar até esfriar, coar e tomar até 3 vezes por dia, de preferência antes das refeições, por no máximo 7 dias seguidos, ou conforme orientação médica.

No caso de pessoas que utilizam medicamentos, é recomendado tomar a Plantago ovata 2 horas antes ou 2 horas após os outros remédios, para não interferir na absorção e no efeito dos remédios.

2. Plantago ovata em pó

Outra forma de usar a Plantago ovata é na forma de pó ou farinha, produzida a partir das sementes dessa planta, que pode ser encontrada em lojas de produtos naturais, podendo ser adicionada em sucos, iogurtes ou saladas de frutas, por exemplo. Veja outras formas de usar a Plantago ovata.  

Possíveis efeitos colaterais 

Os efeitos colaterais mais comuns que podem surgir durante o uso da Plantago ovata são  excesso de gases, dor ou inchaço abdominal. 

É aconselhado interromper o uso da Plantago ovata e procurar ajuda médica imediatamente se a prisão de ventre durar mais de 7 dias, ou a pessoa apresentar sangue nas fezes, náuseas, vômitos ou dor de estômago forte, pois pode ser sinal de obstrução intestinal.

Além disso, embora seja raro, a Plantago ovata pode causar reações alérgicas graves que necessitam de atendimento médico imediato. Por isso, deve-se interromper seu uso e procurar o pronto socorro mais próximo ao apresentar sintomas como dificuldade para respirar, tosse, sensação de garganta fechada, inchaço na boca, língua ou rosto, ou urticária. Saiba identificar os sintomas de reação alérgica grave.  

Quem não deve usar

A Plantago ovata não deve ser usada por crianças com menos de 12 anos, mulheres grávidas ou em amamentação.

Além disso, a Plantago ovata não deve ser usada por pessoas que têm dificuldade para engolir, obstrução intestinal, prisão de ventre crônica, prisão de ventre após cirurgia, dor abdominal, náusea ou vômito, sangramento retal, falha ao defecar mesmo após o uso de laxantes, diabetes com difícil controle das doses de insulina ou insuficiência pancreática.

Esta planta também não deve ser usada por pessoas que têm alergia à Plantago ovata.