Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Peste negra: o que é, sintomas, tratamento e transmissão

A peste bubônica, mais conhecida popularmente como Peste negra ou simplesmente a Peste, é uma doença grave e muitas vezes fatal causada pela bactéria Yersinia pestis, que é transmitida através das pulgas de animais roedores aos seres humanos.

Esta peste teve um surto muito importante na idade média, causando a morte de quase 30% da população da Europa, no entanto, nos dias de hoje é bastante rara, sendo mais frequente em alguns locais da África subsariana e nas ilhas de Madagáscar, por exemplo. Já no Brasil, os últimos casos relatados foram após o ano 2000, com apenas três casos em todo o país, na Bahia, no Ceará e no Rio de Janeiro.

Quando existe suspeita de peste negra é muito importante procurar ajuda médica o mais rápido possível, pois em pessoas que não fazem o tratamento em 48 horas as chances de cura são muito reduzidas.

Peste negra: o que é, sintomas, tratamento e transmissão

Principais sintomas

Existem 3 tipos principais de peste, que variam de acordo com a forma como a doença foi transmitida e os sintomas apresentados:

1. Peste bubônica ou Peste negra

É o tipo mais conhecido de peste que causa sintomas como:

  • Febre acima de 38º C;
  • Arrepios constantes;
  • Dor de cabeça muito intensa;
  • Cansaço excessivo;
  • Ínguas (gânglios linfáticos) muito inchadas e doloridas, que são popularmente chamadas de bubão.

Geralmente, os gânglios ficam inflamados junto do local da picada da pulga, mas se o tratamento não for iniciado, a infecção pode se espalhar pelo sistema linfático, afetando todo o corpo.

2. Peste septicêmica

A peste septicêmica acontece quando a bactéria da Peste se multiplica no sangue e, por isso, além de cansaço excessivo, febre e arrepios, também é comum o surgimento de outros sinais como dor abdominal forte e manchas roxas na pele, causadas pelo sangramento debaixo da pele.

Além disso, alguns locais da pele podem ficar negros devido à morte dos tecidos, sendo que isso é mais comum no nariz e nos dedos dos pés e mãos.

3. Peste pneumônica

Já este tipo da peste é acompanhado do desenvolvimento de uma pneumonia e, por isso, alguns sinais frequentes incluem:

  • Dificuldade para respirar;
  • Sensação de falta de ar;
  • Dor no peito;
  • Tosse constante que pode conter sangue.

A peste pneumônica pode surgir pela inalação de partículas contaminadas pelas fezes de ratos, mas também é uma complicação comum dos outros tipos de peste, especialmente da peste septicêmica, quando o tratamento não é iniciado a tempo. O período de incubação varia de 1 a 3 dias.

Embora seja mais rara, este tipo de Peste é bastante perigosa, especialmente porque pode se espalhar através da tosse ou espirros entre as pessoas, especialmente em locais fechamos e com ventilação artificial ou diminuída. Assim, pessoas com este tipo de peste devem ficar em isolamento.

Como confirmar o diagnóstico

Normalmente o diagnóstico de Peste é suspeitado através da informação fornecida pela pessoa relacionada ao seu hábito de vida, como por exemplo, se esteve em locais com casos da doença, além da presença de sinais ou sintomas indicativos da doença, como inchaço das ínguas, febre e cansaço excessivo.

No entanto, para confirmar o diagnóstico pode ser feito um exame de escarro, sangue e ou fluidos, assim como a biópsia de um pedaço de tecido retirado de uma íngua, por exemplo, com o objetivo de se identificar a presença da bactéria Yersinia pestis, confirmando a doença.

Peste negra: o que é, sintomas, tratamento e transmissão

Transmissão da peste bubônica

A transmissão da peste negra é feita na maioria dos casos através dos roedores, especialmente os ratos, mas normalmente a doença chega até aos humanos através das pulgas. Isso acontece porque, após causar a morte ao rato, a pulga geralmente migra para outros corpos para continuar se alimentando do sangue. Por esse motivo, a doença também pode surgir em outros animais picados, como gatos ou cachorros.

Embora seja mais raro, a peste também pode passar de uma pessoa para outra, mas isso acontece especialmente nos casos de peste pneumônica, onde a bactéria pode ser transmitida pelas gotículas liberadas ao tossir ou espirrar. Outra possível forma de transmissão é o contato com sangue ou fluídos de outras pessoas ou animais infectados.

Como evitar pegar a Peste

Uma das formas mais eficazes de prevenir o surgimento da peste bubônica é controlar a população de roedores. Para fazer isso, em casa, o melhor é evitar o acúmulo de lixo, especialmente de papelão e revistas velhas, por exemplo, já que os ratos utilizam esse tipo de material para fazer seu ninho.

Além disso, outra técnica de prevenção da doença é passar produtos contra pulgas em animais domésticos, especialmente se esses animais saírem na rua.

Caso esteja acontecendo um surto de peste, deve-se ainda passar repelente na pele para afastar insetos e pulgas que possam estar infectados. No entanto, caso se apresente qualquer sinal ou sintoma suspeito de peste deve-se ir imediatamente ao hospital.

Como é feito o tratamento

O tratamento para qualquer um dos tipos da peste deve ser feito com o uso de antibióticos indicados pelo médico. Durante o tratamento é preciso ficar internado no hospital em um quarto de isolamento, para evitar passar a doença para outras pessoas.

Idealmente, o tratamento deve ser iniciado logo que começam os primeiros sintomas já que existe risco da peste levar à morte em menos de 24h, com maior risco as primeiras 15 horas após início dos sintomas. Dessa forma, se existir qualquer suspeita da doença é muito importante ir rapidamente ao hospital para confirmar o diagnóstico e iniciar o uso do antibiótico. Entenda como é feito o tratamento para a peste negra. 


Bibliografia

  • WHO. Plague Manual: Epidemiology, Distribution, Surveillance and Control. Link: <www.who.int>. Acesso em 11 Mar 2019
  • WEBMD. What is the Plague?. Link: <www.webmd.com>. Acesso em 11 Mar 2019
  • MAYO CLINIC. Plague. Link: <www.mayoclinic.org>. Acesso em 11 Mar 2019
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem