Pênis inchado: 5 principais causas (e o que fazer)

outubro 2022

Na maioria das vezes, o pênis fica inchado devido a alguma alergia, especialmente quando surge depois de uma relação sexual com preservativo. No entanto, também pode ser sinal de algum problema mais sério, como infecção ou fratura, especialmente se for acompanhado de outros sintomas.

Alguns sintomas que podem surgir com o inchaço do pênis e indicar um problema de saúde incluem dor, vermelhidão intensa, coceira, feridas ou sangramento.

Caso o inchaço do pênis não desapareça após alguns minutos ou surja acompanhado de outros sintomas, é importante consultar um urologista para identificar a causa correta e iniciar o tratamento mais adequado.

O que pode ser o pênis inchado

As causas mais comuns que podem deixar o pênis inchado são:

1. Reações alérgicas

O inchaço no pênis também pode acontecer devido a reação alérgica causada por uma cueca suja ou de tecido diferente, lubrificantes, sabonete e preservativo, por exemplo. Além do inchaço, a alergia pode ser manifestada por meio de coceira, vermelhidão ou presença de pequenas bolinhas vermelhas na cabeça do pênis por exemplo. Saiba também o que pode ser a coceira no pênis.

O que fazer: é importante identificar a causa da alergia e evitar o contato com o agente causador. É recomendado também realizar a higienização adequada da região íntima, com a utilização de sabonetes apropriados, e usar cuecas de algodão, de preferência.

2. Balanite

A balanite corresponde à inflamação da cabeça do pênis, a glande, e quando acomete também o prepúcio, passa a ser chamada de balanopostite, o que resulta em vermelhidão, coceira, calor local e inchaço. A balanite normalmente é causada por infecção por fungos, na maioria das vezes Candida albicans, mas também pode ser devido a infecções bacterianas, reação alérgica ou falta de higiene, por exemplo. Conheça outros sintomas da balanite e como é feito o tratamento.

O que fazer: assim que forem identificados sinais e sintomas característicos de infecção, é importante ir ao urologista ou ao pediatra, no caso das crianças, para que seja identificada a causa e o tratamento iniciado. O tratamento pode ser feito com o uso de antifúngicos, caso a causa seja infecção por fungos, ou antibióticos, caso tenha sido causada por bactérias. Além disso, é importante que o homem tenha atenção à higiene íntima, para evitar a proliferação desses agentes infecciosos.

3. Fratura

A fratura do pênis normalmente ocorre durante a relação sexual, geralmente quando a mulher está sobre o homem e o pênis escapa da vagina. Como o pênis não possui estrutura óssea, o termo fratura refere-se ao rompimento da membrana que cobre os corpos cavernosos, resultando em dor, perda imediata da ereção, além de hematoma, sangramento e inchaço.

O que fazer: caso tenha havido fratura no pênis, é recomendado que o homem vá ao urologista, para que seja feita a avaliação da fratura e, assim, verificar a necessidade de reparação cirúrgica. O tratamento com medicamentos só é feito quando a fratura é muito pequena. É importante também colocar gelo na região, evitar relações sexuais por até 6 semanas e tomar medicamentos que inibem a ereção involuntária noturna. Saiba mais sobre os sintomas e tratamento da fratura peniana.

4. Uretrite

A uretrite corresponde à inflamação da uretra por bactérias, como Chlamydia trachomatis e Neisseria gonorrhoeae, que pode resultar em inchaço do pênis, principalmente em sua extremidade, além de coceira, inchaço nos testículos, dificuldade em urinar e presença de corrimento. Entenda o que é a uretrite e como tratar.

O que fazer: é recomendado que o homem consulte o urologista para que seja iniciado o tratamento, que normalmente é feito com o uso do antibióticos, como ciprofloxacino associado a azitromicina, que deve ser utilizado de acordo com a recomendação médica.

5. Herpes genital

O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível que surge inicialmente como pequenas feridas ou bolhas na região genital masculina, principalmente na extremidade do pênis, resultando em coceira, dor e ardor ao urinar, desconforto e, em alguns casos, inchaço. Veja como identificar os sintomas do herpes genital.

O que fazer: é importante ir ao urologista para que seja feito o diagnóstico e o tratamento possa ser iniciado, que normalmente é feito com o uso de antivirais em comprimido ou pomada. Além disso, é importante utilizar camisinha em todas as relações sexuais para evitar a transmissão da doença. Saiba como é feito o tratamento para herpes genital.

Como prevenir

A prevenção do inchaço do pênis pode ser feita a partir da adoção de melhores hábitos de higiene, já que a maioria das vezes se trata de infecções. Além disso, é importante utilizar preservativos durante a relação sexual, para evitar a transmissão ou contração de doenças sexualmente transmissíveis, além de utilizar lubrificantes adequados.

É importante também que o homem use, de preferência, cuecas de algodão e e ir ao urologista assim que verificar alterações no pênis. Veja o que faz o urologista e quando se consultar.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em outubro de 2022. Revisão clínica por Rodolfo Favaretto - Urologista, em fevereiro de 2020.
Revisão clínica:
Rodolfo Favaretto
Urologista
Médico formado pela Universidade de Ribeirão Preto com CRM-SP 133358 e especialista em Urologia desde 2016 pela Sociedade Brasileira de Urologia.

Tuasaude no Youtube

  • O que significam as ALTERAÇÕES NO PÊNIS (coceira, manchas, espinhas...)

    03:57 | 506456 visualizações