Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Peito de pombo: o que é e como corrigir

Peito de pombo é o nome popular dado a uma malformação rara, conhecida cientificamente como Pectus carinatum, na qual o osso esterno é mais saído, provocando uma saliência no peito. Dependendo do grau da alteração, essa saliência pode ser bastante notável ou passar despercebida.

Geralmente, a criança com Pectus carinatum não tem qualquer problema de saúde, pois o coração e o pulmão continuam funcionando corretamente, no entanto, devido à alteração física, é comum que a criança se sinta desconfortável com o próprio corpo.

Assim, embora o tratamento também seja feito para aliviar sintomas como falta de ar, é muitas vezes feito apenas para melhorar o aspeto físico, melhorando a auto-estima da criança.

Peito de pombo: o que é e como corrigir

Principais características

A característica mais relevante de uma pessoa com peito de pombo é a saliência do osso esterno no meio do peito, que causa problemas de auto-estima e imagem corporal. No entanto, também existem casos em que podem surgir sintomas como:

  • Sensação frequente de falta de ar, especialmente durante o exercício;
  • Infecções respiratórias frequentes;
  • Asma.

 A deformação do osso do peito pode ser notada logo após o nascimento ou ainda durante os primeiros anos da infância, mas é comum que seja mais notável por volta dos 12 anos, devido ao crescimento natural dos ossos.

Associado ao Pectus carinatum também é frequente que o pediatra identifique outras alterações nos músculos ou coluna, sendo que a mais comum é a escoliose, na qual existe uma curvatura no alinhamento da coluna. Saiba mais sobre a escoliose e como é tratada.

O que causa o peito de pombo

Ainda não existe uma causa conhecida para o surgimento de Pectus carinatum, no entanto, sabe-se que acontece um desenvolvimento excessivo das cartilagens que ligam o esterno às costelas, fazendo com que o osso fique mais projetado para a frente.

Na maioria das vezes esta malformação passa por vários membros da mesma família, existindo 25% de chances de a criança nascer com peito de pombo caso exista algum caso na família.

Opções de tratamento

Existem duas formas principais de corrigir a malformação provocada pelo Pectus carinatum:

1. Cinta torácica

A cinta geralmente é utilizada para tentar evitar a cirurgia e pode ser usada em crianças ou jovens adultos quando os ossos ainda estão crescendo. Este tipo de aparelho é colocado sobre o esterno e faz pressão sobre a malformação, obrigando os ossos a voltar para o local correto.

Normalmente, a cinta precisa ser usada entre 12 a 23 horas por dia e o tempo total do tratamento varia de acordo com os resultados. Este tipo de cinta deve ser sempre orientado pelo ortopedista, já que dependendo do grau e da simetria da alteração podem ser precisas cintas diferentes.

2. Cirurgia

A cirurgia é a forma mais rápida de tratar o peito de pombo, mas normalmente só é utilizada nos casos mais graves ou quando a cinta não é capaz de resolver a alteração.

O tipo de cirurgia utilizado é conhecido como Ravitch e, neste procedimento, o médico faz um corte no peito, retira o excesso de cartilagem do osso esterno e reposiciona as costelas corretamente.

Durante a cirurgia, o cirurgião pode deixar uma barra de metal por dentro das costelas para ajudar a manter a forma do peito. Essa barra deve ser mantida por pelo menos 6 meses e, durante esse tempo, a criança deve evitar fazer atividades que envolvam pancadas, como futebol, por exemplo.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...