Como tratar a torção (luxação) do tornozelo em casa

Revisão clínica: Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
junho 2022

Uma entorse de tornozelo é uma situação comum, que pode ser solucionada em casa e que, quando leve, a pessoa geralmente se recupera em 7 a 15 dias, havendo diminuição da dor e do inchaço.

Quando se torce o tornozelo ao 'pisar em falso' ou cair de pé, por exemplo, podem haver lesões nos ligamentos do tornozelo e até fraturas nos ossos próximos. Nesses casos, além de inchaço e dor, pode existir dificuldade para andar ou mesmo dificuldade para suportar o peso do corpo sobre o pé lesionado. Entenda melhor o que é entorse, seus sintomas, causas e gravidade.

Ainda que o entorse possa ser tratado em casa na maioria dos casos, é recomendado procurar uma emergência quando não é possível suportar bem o peso do corpo sobre o pé ou há dor ao toque. 

Passos para curar uma entorse de tornozelo mais rápido

Os passos a seguir mostram o que é preciso fazer para se recuperar de uma luxação de tornozelo em casa:

1. Manter o pé elevado

É recomendado manter o pé elevado para evitar o inchaço ou que ele piore. Pode-se deitar na cama ou sofá e colocar uma almofada alta por baixo do pé, por exemplo.

2. Aplicar uma compressa de gelo

Aplicar compressas de gelo ou mesmo de ervilhas congeladas na área afetada, deixando atuar durante 15 minutos, pode ajudar a aliviar a dor e o inchaço. É importante colocar uma toalha fininha ou uma fralda entre a pele e a compressa para evitar que o frio queime a pele.

3. Mexer os dedos dos pés

Tentar mexer os dedos aos poucos pode facilitar a recuperação e diminuir o inchaço.

4. Fazer alongamentos suaves com o tornozelo

A realização de alongamentos leves pode ajudar a melhorar a circulação sanguínea e a amplitude de movimentos.

Quanto tempo demora a recuperação

As lesões mais leves podem demorar de 7 a 15 dias para se recuperar completamente. No entanto, quando as lesões são mais graves, apresentando roxidão, inchaço ou dificuldade para caminhar, por exemplo, o tempo de recuperação pode demorar até cerca de 1 mês e pode ser necessário um curto período de imobilização, reabilitação por meio de fisioterapia ou apoio para andar.

Além disso, alguns casos podem continuar apresentando dor, inchaço e dificuldade para caminhar apesar do tratamento e podem necessitar de cirurgia. 

Quando procurar um médico

É importante procurar uma emergência em caso de:

  • Grande dificuldade para andar ou incapacidade para suportar o peso do corpo sobre o pé lesionado;
  • Dor ao toque no tornozelo afetado;
  • Sensação de pequenos estalos quando palpar o tornozelo;
  • Dormência no pé;

Nesses casos, as lesões podem ser mais graves, com risco de fratura ou rompimento de ligamentos, e o tratamento caseiro não é suficiente, sendo necessário procurar uma emergência.

Além disso, quando a dor e o inchaço no tornozelo ou dificuldade para andar continuam mesmo após o tratamento, é importante consultar um ortopedista, que é o profissional mais indicado para avaliar a lesão e indicar a melhor forma de reabilitação.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em junho de 2022. Revisão clínica por Marcelle Pinheiro - Fisioterapeuta, em junho de 2022.

Bibliografia

  • STATPEARLS. Acute Ankle Sprain. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK459212/>. Acesso em 29 jun 2022
  • CHEN, Eric T; BORG-STEIN, Joanne; MCLNNIS, Kelly C. Ankle Sprains: Evaluation, Rehabilitation, and Prevention. Curr Sports Med Rep. Vol.18, n.6. 217-223, 2019
Mostrar bibliografia completa
  • DOHERTY, Cailbhe. Treatment and prevention of acute and recurrent ankle sprain: an overview of systematic reviews with meta-analysis. Br J Sports Med. Vol.51, n.2. 113-125, 2017
Revisão clínica:
Marcelle Pinheiro
Fisioterapeuta
Formada em Fisioterapia pela UNESA em 2006 com registro profissional no CREFITO- 2 nº. 170751 - F e especialista em dermatofuncional.