Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Paraplegia

A paraplegia é o termo médico utilizado quando o paciente não consegue movimentar ou sentir as pernas, uma situação que pode ser permanente e que geralmente é causada por uma lesão na medula espinhal.

Além de não conseguir mexer as pernas o paraplégico também não controla a urina e os intestinos e, por isso, é frequente ele sofrer com infecção urinária e prisão de ventre.

Por permanecerem muito tempo sentados na cadeira de rodas estes pacientes podem desenvolver feridas conhecidas por escaras ou úlceras de pressão, que se não forem devidamente tratadas podem infeccionar, podendo levar à morte. O que se pode fazer para diminuir o risco de escaras é mudar de posição de 2 em 2 horas e colocar uma almofada especial na cadeira de rodas.

Paraplegia tem cura?

A paraplegia geralmente não tem cura, mas quando ela é provocada por uma compressão da medula espinhal ou por algumas doenças infecciosas ou degenerativas, ela pode ser curada. No caso da compressão da medula uma cirurgia pode ser eficaz para descomprimir a área, permitindo a transmissão dos impulsos nervosos e no caso das doenças, quando elas são tratadas adequadamente a paraplegia pode curada.

Tipos de paraplegia

Os tipos de paraplegia podem ser:

  • Paraplegia Espástica: quando se observa uma hipertonia dos músculos das pernas;
  • Paraplegia Flácida: quando os músculos das pernas ficam muito enfraquecidos;
  • Paraplegia completa: quando não há sensibilidade nem movimentação das pernas;
  • Paraplegia incompleta: quando há sensibilidade, mas a força das pernas é diminuída.

Fisioterapia para paraplegia

A fisioterapia para paraplegia consiste em exercícios que melhoram a circulação sanguínea e evitam as deformidades que geralmente acontecem quando os músculos não são devidamente estimulados.

O tratamento fisioterapêutico deve ser orientado pelo fisioterapeuta dependendo das necessidades que o paciente apresenta. Durante a reabilitação o paciente pode fazer natação ou outro esporte adequado a sua realidade porque isto melhora a autoestima e eleva o bem-estar físico e emocional.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...