Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

7 benefícios do óleo de melaleuca

O óleo de melaleuca é extraído da planta Melaleuca alternifolia, também conhecida por melaleuca, árvore do chá ou tea tree. Este óleo é utilizado desde a antiguidade na medicina tradicional para tratar vários problemas de saúde, devido às suas diversas propriedades medicinais, que têm sido comprovadas em diversos estudos científicos atuais.

O óleo de melaleuca apresenta propriedades antissépticas, antifúngicas, parasiticidas, germicidas, antibacterianas e anti-inflamatórias, que lhe atribuem inúmeros benefícios.

7 benefícios do óleo de melaleuca

Os principais benefícios do uso deste óleo para a saúde incluem:

1. Desinfectar feridas

Devido às suas propriedades bactericidas, o óleo de melaleuca é bastante eficaz na eliminação de bactérias como E. coli, S. pneumoniae, H. influenzae, S. aureus ou outras bactérias que podem causar infecções através de feridas abertas. Além disso, também parece acelerar a cicatrização e reduzir a inflamação do local.

Como usar: misturar uma gota do óleo com uma colher de sopa de óleo de amêndoas e aplicar uma pequena quantidade desta mistura na ferida e cobrir com um penso. Pode-se repetir este procedimento uma a duas vezes por dia até à cicatrização completa.

2. Melhorar a acne

A melaleuca reduz a acne devido às suas propriedades anti-inflamatórias e capacidade para inibir o crescimento de bactérias, como é o caso da Propionibacterium acnes, a bactéria causadora da acne.

Como usar: pode-se usar um gel ou um fluído com melaleuca na composição, ou misturar 1 mL de óleo de melaleuca em 9 mL de água e aplicar a mistura nas regiões afetadas, 1 a 2 vezes ao dia.

3. Tratar fungos nas unhas

Devido às suas propriedades fungicidas, o óleo de melaleuca ajuda a tratar a micose nas unhas, podendo ser usado sozinho ou em combinação com outros remédios.

Como usar: misturar 2 ou 3 gotas do óleo de melaleuca em um óleo vegetal como o óleo de amêndoas ou de coco e aplicar nas unhas afetadas.

4. Eliminar o excesso de caspa

O óleo de melaleuca é bastante eficaz no tratamento da caspa, melhorando a aparência do couro cabeludo e acalmando também a coceira.

Como usar: existem shampoos na farmácia que têm óleo de melaleuca na composição que podem ser usados diariamente. Além disso, podem também ser adicionadas umas gotas deste óleo a um shampoo regular e usar sempre que se lava os cabelos.

5. Repelir insetos

Este óleo pode também ser usado como repelente de insetos, podendo ser ainda mais eficaz que os produtos de farmácia que têm DEET na sua composição. Além disso, pode ser também usado para impedir a infestação por piolhos ou para ajudar na sua eliminação, além de que também alivia a coceira provocada por estes parasitas.

Como usar: para afastar insetos pode-se fazer um spray misturando óleo de melaleuca com outros óleos essenciais, como lavando ou citronela por exemplo e diluir em óleo de amêndoa. No caso de piolhos, pode-se adicionar cerca 15 a 20 gotas de óleo de melaleuca no shampoo habitual e depois usar fazendo suaves massagens com as pontas dos dedos no couro cabeludo.

6. Tratar o pé de atleta

O pé de atleta é uma micose difícil de tratar, mesmo com o uso de medicamentos antifúngicos. Complementar o tratamento com óleo de melaleuca, pode ajudar a melhorar os resultados e a encurtar o tratamento. Além disso, melhora também os sintomas da infecção, como a coceira e inflamação.

Como usar: misturar meia xícara de chá com pó de araruta e meia xícara de chá de bicarbonato de sódio e adicionar cerca de 50 gotas de óleo de melaleuca.  Esta mistura pode ser aplicada uma a duas vezes ao dia.

7. Prevenir o mau hálito

O óleo de melaleuca ajuda a combater os micro-organismos que provocam as cáries e o mau hálito, devido as suas propriedades antissépticas e antibacterianas.

Como usar: para fazer um elixir caseiro, basta juntar uma gota de óleo de melaleuca a uma xícara de água morna, misturar e bochechar por cerca de 30 segundos.

Quando não se deve usar

O óleo de melaleuca só deve ser usado externamente, não devendo por isso ser ingerido porque pode ser tóxico por via oral. Além disso, quando usado na pele, deve ser diluído, principalmente em pessoas com pele sensível, para evitar irritação da pele.

Possíveis efeitos colaterais

O óleo de melaleuca geralmente é bem tolerado, no entanto, embora seja raro, podem ocorrer efeitos colaterais como irritação da pele, reações alérgicas, coceira, queimação, vermelhidão e secura da pele. 

Este óleo é toxico se for ingerido, podendo causar confusão, dificuldade em controlar os músculos e em fazer movimentos e pode ainda causar diminuição da consciência.

Bibliografia >

  • EUROPEAN MEDICINES AGENCY. Tea tree oil. 2017. Disponível em: <https://www.ema.europa.eu/en/documents/herbal-summary/tea-tree-oil-summary-public_en.pdf>. Acesso em 16 Nov 2020
  • An Overview on Tea Tree (Melaleuca Alternifolia) Oil. International Journal of Pharmaceutical and Phytopharmacological Research. Vol.3, n.3. 250-253, 2013
  • FLORIEN. Óleo essencial de melaleuca. 2016. Disponível em: <http://florien.com.br/wp-content/uploads/2016/06/%C3%93LEO-ESSENCIAL-DE-MELALEUCA.pdf>. Acesso em 16 Nov 2020
  • MONTEIRO, Maria Helena D. A. et al.. Óleos essenciais terapêuticos obtidos de espécies de Melaleuca L.. Revista Fitos. Vol.8, n.1. 19-32, 2013
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem