Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer quando o testículo sobe

É normal que os testículos subam e possam se esconder na região da virilha, não sendo palpáveis. Isso acontece especialmente nas crianças, devido ao desenvolvimento dos músculos abdominais, mas pode se manter ainda durante a idade adulta, passando a ser chamado de testículo retrátil.

Isso acontece especialmente porque cada testículo está ligado à região abdominal através de um músculo conhecido como cremaster. Esse músculo pode contrair involuntariamente várias vezes durante o dia, quer seja estimulado para isso ou não, fazendo com que os testículos subam.

Geralmente, os testículos voltam à sua posição natural poucos minutos após terem subido, mas também podem ser re-posicionados utilizando a mão e fazendo movimentos suaves sobre o local onde o escroto se liga ao abdômen. Porém, se o testículo não descer após 10 minutos, é aconselhado ir ao hospital, ou consultar um urologista, para avaliar se existe algum problema que precise ser tratado.

O que fazer quando o testículo sobe

Principais causas do testículo que sobe

Uma boa parte das vezes, os testículos sobem apenas devido a um movimento involuntário do músculo que os segura, no entanto, existem outras situações que podem estimular esse movimento, como:

1. Durante ou após a relação

A relação sexual é um momento de prazer no qual vários músculos do corpo, especialmente os da região íntima, se contraem involuntariamente em resposta ao estímulo elétrico criado pela sensação de prazer. Um desses músculos é o cremaster e, por isso, os testículos podem subir até a região abdominal, principalmente durante o orgasmo.

Normalmente, nestes casos, o testículo não desaparece completamente, ficando grudado na região superior do escroto, porém, muitos homens possuem um canal mais aberto na transição entre o escroto e o abdômen, o que pode fazer que os testículos desapareçam, sem que isso seja sinal de algum problema.

2. Climas frios

Para funcionarem corretamente, os testículos precisam estar num ambiente cerca de 2 a 3 graus mais fresco que a temperatura corporal e, é por essa razão, que se encontram no escroto e fora do corpo.

No entanto, quando o ambiente fica muito frio em redor do corpo, a temperatura na região do escroto pode descer muito e também afetar os testículos. Dessa forma, o corpo produz um movimento involuntário para que o escroto se contraia e os testículos subam para a região abdominal, com o objetivo de regular a temperatura.

3. Situações de perigo

Uma vez que os testículos se localizam numa bolsa fora do corpo, e não estão protegidos por nenhum osso, ficam mais expostos a pancadas e traumatismos que podem provocar danos na sua estrutura e funcionamento.

Para evitar que isso aconteça, o corpo desenvolveu um mecanismo de defesa para que o músculo que segura os testículos contraia e os puxe para a região abdominal, de forma a mantê-los mais protegidos. É por essa razão que os testículos podem subir quando o homem sente mede ou ouve uma história impressionante, por exemplo.

O que fazer quando o testículo sobe

4. Cordão espermático curto

O cordão espermático é a estrutura criada pelos músculos e pequenos vasos que estão ligados ao testículo, ajudando-o a manter-se pendurado dentro do testículo.

Em algumas situações, especialmente em jovens e crianças, esse cordão pode não se desenvolver completamente ou crescer a um ritmo muito lento, que não acompanha o crescimento do corpo. Nesses casos, o testículo vai ficar mais perto do abdômen e, dependendo do tamanho do cordão, pode até acabar subindo para dentro da barriga. Normalmente, este problema se resolve sozinho após a adolescência.

Possíveis complicações

O testículo retrátil raramente está relacionado com complicações, no entanto, como o testículo sobe até ao abdômen há um maior risco de não voltar a descer, podendo ficar preso. Caso isso aconteça, existe também um maior risco de desenvolver câncer do testículo, apresentar problemas de fertilidade ou ter uma torção testicular, uma vez que os testículos não estão funcionando na temperatura correta.

Quando ir ao médico

Quase sempre, o testículo sobe e volta a descer, não sendo uma situação que precise de atenção especial. No entanto, é importante ir no hospital ou consultar um urologista quando:

  • O testículo não desce após 10 minutos;
  • Surge uma dor intensa ou inchaço na região do escroto;
  • Se sofreu uma pancada forte na região íntima.

Os casos em que o testículo sobe e não volta a descer são mais comuns nos bebês ou crianças e, geralmente, estão relacionadas com um caso de criptorquidia, na qual o canal entre o escroto w o abdômen não permite que o testículo desça, podendo ser necessário fazer cirurgia. Veja como é feito o tratamento nestes casos.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...