Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o Complexo de Édipo

O complexo de Édipo é um conceito que foi defendido pelo psicanalista Sigmund Freud, que se refere a uma fase de desenvolvimento psicossexual da criança, chamada fase fálica, em que ela começa a sentir desejo pelo elemento paternal do sexo oposto e raiva e ciúmes pelo elemento do mesmo sexo.

Segundo Freud, a fase fálica acontece por volta dos três anos de idade, altura em que a criança começa a perceber que não é o centro do mundo e que o amor dos pais não é só para si, mas também partilhado entre eles. É também nesta fase, que o menino começa a descobrir o seu órgão genital, manipulando-o com frequência, o que é muitas vezes reprovado pelos pais, criando no menino medo da castração, fazendo-o recuar a esse amor e desejo pela mãe, visto que o pai é um rival muito superior a ele.

Esta é uma fase determinante para o seu comportamento na idade adulta, principalmente em relação à sua vida sexual.

O que é o Complexo de Édipo

Quais as fases do Complexo de Édipo

Por volta dos 3 anos de idade, o menino começa a afeiçoar-se mais à mãe, desejando-a apenas para si, mas como descobre que o pai também ama a mãe, sente que ele é seu rival, porque a quer só para si, sem a sua interferência. Como a criança não consegue eliminar o seu rival, que é o pai, pode tornar-se desobediente, e ter algumas atitudes agressivas.

Além disso, quando o menino entra na fase fálica, começa a dirigir o seu interesse e curiosidade para o seu órgão genital, o que pode ser percebido pelos pais, já que o manipula com frequência, o que muitas vezes é reprovado por eles, fazendo-o recuar a esse amor e desejo pela mãe, devido ao medo de ser castrado, visto que o pai é um rival muito superior a ele. 

Segundo Freud, é também nesta fase que os meninos e as meninas estão preocupadas com as diferenças anatômicas entre os sexos. As meninas passam a sentir inveja do órgão masculino e os meninos têm medo da castração, porque pensam que o pênis da menina foi cortado. Por outro lado, a menina, ao descobrir a ausência de um pênis, se sente inferior e culpa a mãe, desenvolvendo um sentimento de ódio.

Com o tempo, a criança começa a apreciar as qualidades do pai, passando geralmente a imitar o seu comportamento e à medida que avança na idade adulta, o menino vai-se desligando da mãe e tornando-se independente, começando a interessar-se por outras mulheres.

Os mesmos sintomas podem acontecer em crianças do sexo feminino, mas o sentimento de desejo dá-se em relação ao pai e o de raiva e ciúme em relação à mãe. Nas meninas, dá-se a esta fase o nome de Complexo de Electra.

O que é o complexo de Édipo mal resolvido?

Os homens que não conseguem vencer o complexo de Édipo, podem tornar-se afeminados e desenvolver medos e as mulheres podem adquirir comportamentos característicos dos homens. Ambos se tornam frios e timidos sexualmente, e experimentam sentimentos de inferioridade e medo da desaprovação.

Além disso, segundo Freud, é frequente que quando o complexo de Édipo se prolonga na idade adulta, possa provocar a homossexualidade masculina ou feminina.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...