O que levar para a maternidade (para a mãe e bebê)

março 2022

O momento da chegada do bebê é muito importante, e por isso deve-se ter todas as coisas preparadas de forma antecipada para evitar estresse ou imprevistos, de forma que é recomendado ter as malas da mamãe e do bebê prontas a partir da 35ª semana de gestação. 

Para preparar a mala para a maternidade, é importante incluir itens para o recém-nascido, como fraldas descartáveis, creme para assadura e conjuntos de roupinhas, e também para a mulher, como camisolas adequadas à amamentação, roupão e absorvente noturno, por exemplo.

Além disso, é também importante preparar o enxoval de casa, para que tudo esteja pronto para receber o bebê após a alta hospitalar, incluindo mobiliário, como berço e trocador de fralda, roupas e produtos de higiene pessoal.

O que levar para o bebê

Para organizar a mala de maternidade para o bebê, é importante ter em consideração qual a estação do ano que está previsto o nascimento. Isto porque no inverno é aconselhado que se leve roupas mais quentinhas. Já no verão ou meia estação, pode-se levar roupas mais leves, porém que cubram e aqueçam o bebê, pois o recém-nascido ainda não tem o controle da temperatura corporal. 

Alguns ítens do enxoval do bebê que devem ser levados para o hospital, são:

  • 4 a 6 conjuntos de roupinha, como macacões de manga comprida, bodies, mijões e casaquinhos;
  • 6 pares de meia;
  • 2 mantas para enrolar o bebê;
  • 2 a 4 luvas e toucas, se for inverno;
  • 1 cobertor, se for inverno;
  • 1 toalha macia e que tenha capuz, de preferência;
  • 2 a 4 fraldas de boca para colocar no ombro quando pegar o bebê no colo;
  • 2 fraldas de pano;
  • 2 toalhas fraldas;
  • 2 pacotes de fraldas descartáveis;
  • 1 embalagem de lenço umedecido;
  • 1 pente fino ou escova própria para bebês;
  • 1 shampoo neutro para bebês;
  • 1 sabonete líquido adequado ao recém-nascido;
  • 1 hidratante para bebês, preferencialmente hipoalergênico;
  • 1 creme para assaduras;
  • 1 pacote de bolinhas de algodão;
  • 1 frasco pequeno de álcool a 70%;
  • 4 pacotes de gaze estéril;
  • 1 caixa de cotonete;
  • 1 saco para colocar as roupas sujas;
  • Roupinha completa para a saída da maternidade;
  • Bebê conforto para a saída do bebê e transporte no carro.

É importante que as roupinhas do bebê sejam lavadas com antecedência, com sabão neutro, além de secas ao sol e passadas a ferro.

Além disso, a quantidade de itens para o bebê pode variar conforme o tempo de internamento, que pode ser cerca de 1 a 2 dias, no caso do parto normal, ou de 2 a 3 dias no caso da cesárea.

O que levar para a mulher

É importante que seja levado para o hospital alguns itens do enxoval da mãe e do bebê para que possam ser usados no pós-parto. Assim, é recomendado que seja levado para o hospital:

  • 2 camisolas com abertura frontal, adequadas à amamentação;
  • 1 roupão ou robe;
  • 1 cinta pós-parto indicada pelo médico;
  • 2 soutiens adequados para amamentação. A recomendação é que esses soutiens sejam comprados no último mês de gravidez, uma vez que o corpo da mulher muda bastante durante a gestação;
  • Creme hidratante e protetor para os mamilos; 
  • Discos de amamentação ou absorventes para manter os mamilos secos;
  • 3 ou 4 calcinhas de costura alta, confortáveis para o pós-parto;
  • Meias se necessário;
  • Chinelos para banho e para o quarto;
  • 1 pacote de absorvente noturno; 
  • Alguns produtos de higiene pessoal, como toalhas, sabonetes, espelho, batom, escova e pasta de dentes, escova de cabelo, cotonetes, shampoo ou condicionador, por exemplo; 
  • Roupa confortável, simples de vestir e folgada para a saída do hospital;
  • 1 saco para colocar as roupas sujas.

Para evitar esquecimentos, é recomendado fazer uma lista e colocar os itens em uma mala de tamanho médio e que seja fácil de transportar. É importante também que as duas malas sejam guardadas juntas e num local de fácil acesso, de preferência.

Enxoval de casa

Para o enxoval de casa alguns itens são importantes para receber o bebê após a alta hospitalar, e incluem: 

1. Mobília

O mobiliário é uma das coisas importantes do enxoval do bebê, pois não só promove o conforto do bebê mas também da mãe durante a amamentação. Para isso, é importante que no quarto exista o berço, local para trocar as fraldas, cadeirão ou sofá para amamentar, armário e mesinha de apoio.

2. Produtos para Higiene

Os produtos para fazer a higiene do bebê são outro item muito importante da lista, sendo necessário: 

  • Cremes de assadura;
  • Caixas de cotonetes;
  • Escova ou pente próprios para o bebê;
  • Tesourinha de ponta redonda;
  • Álcool 70%;
  • Soro fisiológico 0,9%;
  • Algodão;
  • Lenços umedecidos;
  • Sabonete neutro;
  • Shampoo neutro;
  • Termômetro para medir a temperatura do bebê;
  • Termômetro para o banho;
  • Banheira;
  • Toalhas com capuz;
  • Fraldas descartáveis e de pano;
  • Bolsa média para carregar os produtos para as trocas do bebê fora de casa.

Para calcular o número de fraldas necessário para o seu bebê, experimente a nossa calculadora. Para começar escolha para quanto tempo de fralda você precisa: semanas ou meses, ou para o chá de bebê:

kg
Erro
Erro

3. Roupinhas

As roupinhas do bebê devem ser confortáveis e fáceis de trocar nas mudas de fralda, sendo recomendado: camisas de pagão, macacões com e sem manga, camisetas, cueiros, conjuntos com casaco, touca, meias e sapatinho, babador, mantas, cobertor, lençóis, fronhas, protetor de berço e travesseiro. 

4. Alimentação

Para a alimentação do bebê, existem alguns itens que são necessários como: mamadeira, chupeta, prato, talheres, copo com pega. Geralmente, nos primeiros meses de vida esses itens não são utilizados, isso porque, na maioria dos casos, a única fonte de alimentação do bebê é a amamentação. No entanto, à medida que o bebê desenvolve-se o pediatra pode indicar o início do consumo de água e de alimentos, sendo esses itens necessários. Veja como é a alimentação do bebê de 0 a 12 meses

5. Carrinho do bebê

Na hora de comprar o carrinho do bebê, é preciso ter em consideração o conforto, a resistência e a praticidade do carrinho. Existem alguns tipos de carrinhos que são muito práticos, pois vêm em conjunto com a cadeirinha do carro, sendo possível utilizar a mesma base nas duas situações. Além disso, também existem carrinhos que são adequados para diferentes idades, o que faz com que estejam adaptados para acompanhar o crescimento do bebê.

Antes de comprar o carrinho, deve sempre experimentar dar um passeio com ele na loja, de forma a garantir que é leve e fácil de manobrar e se possui todas as funcionalidades que precisa. 

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em março de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.