Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é bom para soltar o intestino do bebê

A frequência que o bebê faz cocô varia de acordo com sua idade e com as mudanças na alimentação, sendo comum surgir prisão de ventre especialmente entre o primeiro e o segundo mês e após a criança começar a comer alimentos sólidos.

Para prevenir e combater a prisão de ventre no bebê, é importante amamentar o bebê nos primeiros meses, além de dar alimentos ricos em fibras, vitaminas e minerais, de acordo com a orientação do pediatra, que ajudam a melhorar o funcionamento do intestino e a hidratar as fezes, facilitando a sua eliminação.

O que é bom para soltar o intestino do bebê

O que fazer

Para combater a prisão de ventre no bebê é importante que seja dado ao bebê alimentos saudáveis e que favoreçam o funcionamento do intestino, e bastante água. Dessa forma, para soltar o intestino do bebê, é importante:

1. Dar alimentos com efeito laxante

Após os 6 meses, pode ser indicado pelo pediatra o consumo de alimentos que possuem efeito laxante, ajudando a melhorar o funcionamento do intestino e favorecer a evacuação. Assim, alguns dos alimentos que podem ser indicados são:

  • Frutas: mamão, laranja com bagaço, ameixa preta, tangerina, pêssego;
  • Vegetais folhosos cozidos: couve, brócolis, espinafre;
  • Legumes: cenoura, batata doce, beterraba, abóbora;
  • Cereais integrais: aveia, farelo de trigo.

Não é recomendado dar remédios laxantes, óleo mineral ou chás laxantes ao bebê, como chá de cáscara sagrada ou jenipapo a não ser que sejam indicados pelo pediatra, já que podem irritar o intestino e levar à produção de gases e desconforto abdominal.

Conheça outras opções de laxantes caseiros que podem ser indicados pelo pediatra.

2. Estimular o consumo de água

Além da alimentação, é fundamental dar água ao bebê ao longo do dia, principalmente quando ele inicia os alimentos sólidos, como purês e mingaus, para amolecer as fezes. Pode também ser necessário fazer os purês, sopas e mingaus um pouco mais líquidos, colocando mais água para que as fezes do bebê fiquem mais hidratadas.

Os bebês que só se alimentam do leite materno já recebem água suficiente do peito da mãe, mas caso as fezes continuem ressecadas, deve-se falar com o pediatra para oferecer mais água entre as mamadas. Veja quando começar a dar água para o bebê.

3. Evitar alimentos que prendam o intestino

Além de oferecer os alimentos que ajudam a soltar o intestino do bebê, também é importante evitar alimentos que causam prisão de ventre, como banana prata, goiaba, pera e maçã, especialmente quando são oferecidas sem casca.

Também deve-se evitar incluir na sopa do bebê vegetais como batata, mandioquinha, mandioca, macarrão, cará ou inhame, pois tendem a deixar o intestino mais preso.

Quando ir ao médico

Caso o intestino do bebê demonstre sinais de dor ou se a barriga parecer muito dura mais de 2 dias seguidos, é importante consultar o pediatra. Além disso, caso apareça sangue nas fezes ou se as fezes ficarem muito escuras ou quase brancas, também é sinal de que pode estar havendo sangramentos no intestino ou problemas no fígado, sendo necessário procurar o pediatra. Saiba quais são as principais causas de alterações no cocô do bebê.

Veja no vídeo a seguir o que fazer quando a criança não quer comer:

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem