Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é bom para soltar o intestino do bebê

A frequência que o bebê faz cocô varia de acordo com sua idade e com as mudanças na alimentação, sendo comum surgir prisão de ventre especialmente entre o primeiro e o segundo mês e após a criança começar a comer alimentos sólidos.

Caso as fezes estejam duras e ressecadas, uma solução natural e muito eficiente antes de recorrer ao supositório ou a xaropes para soltar o intestino do bebê é o suco puro de laranja. Para fazer este remédio caseiro natural basta dar ao bebê 2 colheres de sobremesa de suco sem coar para bebês com menos de 1 ano, a cada 5 horas fora das refeições. Veja mais exemplos de remédios caseiros para soltar o intestino do bebê.

O que é bom para soltar o intestino do bebê

Alimentos para soltar o intestino do bebê

Alguns dos principais alimentos com efeito laxante, que podem ser oferecidos ao bebê desde os 4 a 6 meses para ajudar a soltar o intestino preso, são:

  • Frutas: mamão, laranja com bagaço, ameixa preta, tangerina, pêssego;
  • Vegetais folhosos cozidos: couve, brócolis, espinafre;
  • Legumes: cenoura, batata doce, beterraba, abóbora;
  • Cereais integrais: aveia, farelo de trigo.

Não é recomendado dar remédios laxantes ou chás laxantes ao bebê, como chá de cáscara sagrada ou jenipapo a não ser que sejam indicados pelo pediatra.

Alimentos que prendem o intestino do bebê

Além de oferecer os alimentos que ajudam a soltar o intestino do bebê, também é importante evitar alimentos que causam prisão de ventre, como banana prata, goiaba, pera e maçã, especialmente quando são oferecidas sem casca.

Também deve-se evitar incluir na sopa do bebê vegetais como batata, mandioquinha, mandioca, macarrão, cará ou inhame, pois tendem a deixar o intestino mais preso.

Água para facilitar a saída das fezes

O que é bom para soltar o intestino do bebê

Além da alimentação, é fundamental dar água ao bebê ao longo do dia, principalmente quando ele inicia os alimentos sólidos, como purês e mingaus, para amolecer as fezes. Pode também ser necessário fazer os purês, sopas e mingaus um pouco mais líquidos, colocando mais água para que as fezes do bebê fiquem mais hidratadas.

Os bebês que só se alimentam do leite materno já recebem água suficiente do peito da mãe, mas caso as fezes continuem ressecadas, deve-se falar com o pediatra para oferecer mais água entre as mamadas.

Quando ir ao médico

Caso o intestino do bebê demonstre sinais de dor ou se a barriga parecer muito dura dois dias seguidos, é importante consultar o pediatra. Além disso, caso apareça sangue nas fezes ou se as fezes ficarem muito escuras ou quase brancas, também é sinal de que pode estar havendo sangramentos no intestino ou problemas no fígado, sendo necessário procurar o pediatra. Saiba quais são as Principais causas de alterações no cocô do bebê.

Saiba o que fazer quando a criança não quer comer:

Veja também:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...