Óleo mineral: para que serve e como usar

maio 2022

O óleo mineral é uma substância gordurosa incolor, obtida através do refinamento do petróleo, que apresenta propriedades hidratantes para a pele. 

Em farmácias este óleo também pode ser conhecido como vaselina ou parafina líquida, e é vendido para utilização medicinal, devido a suas propriedades laxantes que ajudam na limpeza do intestino, auxiliando no tratamento da prisão de ventre. 

Esse óleo pode ser aplicado diretamente na pele ou misturado a cremes ou produtos de cabelo, por exemplo, para que seja possível aumentar a sua absorção e garantir outros benefícios. O óleo mineral é um produto bastante versátil que pode ser encontrado em farmácias. No entanto, apesar de ser considerado seguro, é importante que antes de iniciar a sua aplicação, o médico seja consultado.

1. Hidrata a pele

Devido às suas propriedades hidratantes, o óleo mineral é ideal para hidratar a pele seca ou sensibilizada pelo frio. É especialmente eficaz no tratamento da pele muito ressecada, devido à sua capacidade de reter a água e nutrir a pele de forma rápida e eficaz. O óleo mineral entra na composição da grande maioria dos produtos de beleza, como maquiagem, cremes ou produtos para hidratar a pele, devido ao seu elevado poder hidratante.

Como usar: o óleo pode ser aplicado puro, diretamente na pele, ou ser misturado com um creme hidratante, por exemplo, para aumentar sua absorção. O óleo deve ser aplicado apenas na pele íntegra, em que não haja presença de feridas abertas ou algum sinal de infecção.

2. Acalma a pele em casos de queimadura

Em casos de queimadura solar, o óleo mineral é um ótimo recurso para hidratar e acalmar a pele, ajudando a aliviar os sintomas de desconforto, vermelhidão, ressecamento e ardência que surgem após a excessiva exposição ao sol. 

Além disso, o óleo mineral também é ideal para acalmar assaduras causadas pela fralda, que são comuns em bebês. Nestes casos, é recomendado usar óleo mineral para bebê sem perfume e sem álcool, para evitar o surgimento de reações de alergia na pele.

Como usar: aplicar sobre a pele 2 a 3 vezes por dia e deixar secar ao ar.

3. Secante de esmalte

O óleo mineral também pode ser usado como secante de esmalte, impedindo que a sujeira grude no esmalte , ao mesmo tempo que promove uma boa hidratação para cutículas ressecadas. Além disso, este óleo encontra-se muitas vezes presente na composição dos óleos secantes de unha convencionais de algumas marcas conhecidas.

Como usar: colocar o óleo mineral dentro de um recipiente com spray e depois pulverizar suavemente sobre as unhas pintadas, com uma distância de 15 cm das mãos.

4. Atua como demaquilante

O óleo mineral ajuda a  remover a maquiagem, eliminando eficazmente as impurezas do rosto e dos olhos, ao mesmo tempo que deixa a pele bem hidratada. 

Como usar: basta colocar algumas gotas sobre um disco de algodão e passar em todo o rosto, lavando em seguida toda a região com água e sabonete neutro. 

5. Hidrata o cabelo seco

O óleo mineral também serve para hidratar o cabelo seco e quebradiço, proporcionando brilho e suavidade para os fios. No entanto, é recomendado que seja utilizado apenas 1 vez por semana, para não deixar o cabelo oleoso e contribuir para o surgimento de descamação do couro cabeludo.

Como usar: deve-se aplicar algumas gotas sobre o cabelo úmido após o banho, principalmente no comprimento dos fios, evitando a raiz do cabelo, deixando repousar por 3 a 5 minutos e utilizar uma escova de cerdas macias ou pente de dentes largos para melhor absorção no fio. 

6. Estimular o funcionamento do intestino

O óleo mineral também possui propriedades laxativas, estimulando as contrações intestinais e favorecendo a movimentação do bolo fecal, o que ajuda a combater a prisão de ventre temporariamente.

Como usar: para ter o efeito laxante, é recomendado, geralmente, beber 1 colher de sopa de óleo mineral, o que equivale a mais ou menos 15 ml, no período da noite e, depois, ao acordar. No entanto, é importante que o médico seja consultado antes de ingerir qualquer quantidade do óleo, para que seja recomendada a dose adequada, já que pode variar de acordo com o peso e idade.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Marcela Lemos - Biomédica, em maio de 2022. Revisão clínica por Bruna Ribeiro - Especialista em Estética Avançada, em maio de 2022.

Bibliografia

  • PIROW, Ralph; BLUME, Annegret; HELLWIG, Nicole et al. Mineral oil in food, cosmetic products, and in products regulated by other legislations. Critical reviews in toxicology. Vol 49. 9 ed; 742-789, 2019
  • COSMETICS INFO. Mineral Oil. Disponível em: <https://cosmeticsinfo.org/ingredient/mineral-oil-0>. Acesso em 16 ago 2021
Revisão clínica:
Bruna Ribeiro
Especialista em Estética Avançada
Bruna Ribeiro dos Santos é enfermeira especialista em Estética Avançada pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino (IBRAPE).