Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Narcisismo: o que é, características e como conviver

O narcisismo é uma condição psicológica caracterizada pelo amor excessivo por si próprio ou por sua própria imagem, necessidade de atenção e vontade de controlar os outros. Essa condição pode ser normal em crianças de até dois anos por exemplo, no entanto começa a ser preocupante quando pessoas mais velhas apresentam essas características, o que recebe o nome de transtorno da personalidade narcisista. 

A pessoa narcisista normalmente desvaloriza o outro para que se sinta bem, o que dificulta as relações normais do dia-a-dia. Apesar disso a auto-confiança e a auto-estima dos narcisistas, quando não são excessivas, podem servir de estímulo para outras pessoas e inspirar confiança.

Segundo Freud, o narcisismo tem duas fases:

  • Fase primária, que é caracterizada pelo amor próprio e supervalorização do eu;
  • Fase secundária, em que há o desenvolvimento da personalidade da pessoa e de características que ela acredita que a diferenciam das outras pessoas.
Narcisismo: o que é, características e como conviver

Características de uma pessoa narcisista

A pessoa narcisista normalmente apresenta as seguintes características:

  • Necessidade de atenção e admiração;
  • Necessidade de aprovação;
  • Sensação de que o mundo gira a sua volta;
  • Acreditam que não têm defeitos, não falham e nem cometem erros;
  • Intolerância à crítica;
  • Sensação de serem donos da verdade;
  • Acreditam que não exista ninguém a sua altura;
  • Se sentem superiores;
  • Preocupação excessiva com bens-materiais;
  • Desvalorização do outro;
  • Falta de compreensão dos sentimentos do outro;
  • Não escutam os outros;
  • Necessidade e supervalorização do status;
  • Preocupação constante com a beleza, poder e sucesso;
  • Extremamente ambiciosos;
  • Acreditam que são invejados;
  • Falta de empatia;
  • Falta de humildade;
  • Desprezo pelos outros;
  • Tendência a serem arrogantes.

Muitas vezes essas características são exaltadas até mesmo por familiares ou pessoas próximas do narcisista, o que acaba por estimular esse transtorno de personalidade. 

Os narcisistas normalmente não são as melhores pessoas para se ter por perto, uma vez que eles se sentem bem ao ver o outro desvalorizado. No entanto, quando essas características não são tão exacerbadas, é possível conviver bem e aprender alguns valores como valorização própria, auto-confiança e auto-estima.

Como conviver com o narcisismo

Normalmente as pessoas que sofrem com o transtorno de personalidade narcisista não sabem realmente o que se passa, consideram toda a situação completamente normal. No entanto, se amigos e familiares notarem a ocorrência de características típicas de uma pessoa narcisista, é importante que haja acompanhamento psicológico ou psiquiátrico, a depender das características manifestadas. 

As pessoas que convivem diariamente com narcisistas também devem ter acompanhamento psicológico, pois a desvalorização da sua personalidade pode ser tanta que pode desencadear um quadro de depressão. Saiba o que pode provocar a depressão.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...