Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como diagnosticar e tratar a misofonia

A misofonia é uma condição na qual a pessoa reage de forma intensa e negativamente a pequenos sons que a maior parte das pessoas não reparar ou não dá significado, como o som de mastigar, de tossir ou de simplesmente limpar a garganta, por exemplo.

Embora ainda não exista um teste capaz de diagnosticar a misofonia, alguns dos sinais mais comuns de pessoas com esta condição surgem após um som específico e incluem:

  • Ficar mais agitado;
  • Fugir do local do barulho;
  • Evitar algumas atividades devido a pequenos barulhos, como não ir comer fora para não ouvir pessoas mastigando;
  • Reagir de forma exagerada a um barulho simples;
  • Pedir de forma ofensiva para que o barulho pare.

Este tipo de comportamentos pode ainda dificultar as relações com as pessoas mais próximas, pois alguns sons, como tossir ou espirrar, não podem ser evitados e, por isso, a pessoa com misofonia pode começar a evitar estar com alguns familiares ou amigos que façam o som mais frequentemente.

Além disso, e embora seja mais raro, também podem surgir sintomas físicos como aumento dos batimentos cardíacos, dores de cabeça, problemas de estômago ou dor no maxilar, por exemplo.

Como diagnosticar e tratar a misofonia

Como é feito o tratamento

Ainda não existe um tratamento específico para a misofonia e, por isso, a condição não tem cura. No entanto, existem algumas terapia que podem podem ajudar a pessoa a tolerar os sons com mais facilidade, evitando alterações bruscas nas atividades diárias.

Uma dessas terapias é a Terapia de comportamento cognitivo, onde o psicólogo ajuda a pessoa a substituir os sentimentos negativos que se sente ao ouvir determinados sons. Porém, outras alternativas de tratamento também incluem acrescentar outros barulhos no ambiente para disfarçar os sonos irritantes ou utilizar tampões de ouvido para reduzir a sensibilidade ao som.

Nos casos mais graves, em que a pessoa continua tendo sentimentos muito negativos, pode ser necessário recorrer a um psiquiatra para tomar remédios para a depressão ou ansiedade, como Fluoxetina, Sertralina ou Escitalopram.

Principais sons que provocam misofonia

Alguns dos sons mais comuns que provocam o surgimento de sentimentos negativos relacionadas à misofonia são:

  • Sons provocados pela boca: beber, mastigar, arrotar, beijar, bocejar ou escovar os dentes;
  • Sons da respiração: roncos, espirros ou respiração ruidosa;
  • Sons relacionados com a voz: sussurrar, voz anasalada ou uso repetido de palavras;
  • Sons do ambiente: teclas do teclado, televisão ligada, páginas roçando ou barulho do relógio funcionando;
  • Sons de animais: cachorro latindo, pássaros voando ou animais bebendo;

Algumas pessoas apresentam apenas sintomas quando ouvem um destes sons, no entanto, outras podem ter dificuldade para tolerar mais do que um som e, por isso, existe uma lista interminável de sons que podem provocar misofonia.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...