Meningite fúngica: o que é, causas, sintomas e tratamento

outubro 2022

A meningite fúngica é uma doença infecciosa causada por fungos, que se caracteriza pela inflamação das meninges, membranas que se localizam em torno do cérebro e da medula espinhal, podendo levar ao surgimento de sintomas, como dor de cabeça, febre, náuseas e vômitos.

Este tipo de meningite é muito raro, mas pode ocorrer em qualquer pessoa, principalmente naquelas que possuem o sistema imunológico mais debilitado. A meningite fúngica pode ser causada por diferentes tipos de fungos, sendo mais comuns os da espécie Cryptococcus.

Veja o vídeo a seguir e entenda mais sobre as causas da meningite:

Sintomas de meningite fúngica

Os principais sintomas de meningite fúngica são:

  • Febre;
  • Dor de cabeça intensa;
  • Náuseas;
  • Vômitos;
  • Dor ao movimentar o pescoço;
  • Maior sensibilidade à luz;
  • Alucinações;
  • Alterações da consciência.

Em alguns casos, se a meningite não for adequadamente tratada, podem surgir complicações, como a ocorrência de convulsões, danos no cérebro ou mesmo morte.

Principais causas

A meningite fúngica é causada por uma infecção por fungos, e acontece quando essa infecção se espalha para o sangue e atravessa a barreira hematoencefálica, para dentro do cérebro e da medula espinhal. Embora seja rara, essa condição tem mais probabilidade de ocorrer em pessoas com o sistema imunológico enfraquecido, como pessoas com HIV, pessoas que estão a fazer tratamentos para o câncer ou com outros medicamentos, como imunossupressores ou corticoides.

Geralmente, os fungos causadores da meningite fúngica pertencem à espécie Cryptococcus, que podem ser encontrados no solo, em dejetos de aves e madeira em decomposição. Porém, outros fungos podem estar na origem da meningite, como é o caso do Histoplasma, Blastomyces, Coccidioides ou Candida. Conheça outras causas da meningite e como se pode proteger.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico consiste na realização de exames de sangue, exames ao fluido cefalorraquidiano e exames de imagem, como tomografia computadorizada e ressonância magnética, que permitem visualizar possíveis inflamações em torno do cérebro. Veja mais detalhes de como é feito o diagnóstico de meningite.

Tratamento para meningite fúngica

O tratamento da meningite fúngica consiste na administração de remédios antifúngicos na veia, como anfotericina B, fluconazol, flucitosina ou itraconazol, que deve ser realizada no hospital, além de medicações para melhora dos outros sintomas e avaliação dos sinais de melhora do estado geral da pessoa.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em outubro de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em março de 2020.

Bibliografia

  • FERNANDES, BR et. al.. Diagnóstico diferencial das meningites. Revista Médica de Minas Gerais 2008. Vol.18. 4.ed; 68-71, 2008
  • CHARALAMBOUS, Lefko T. et. al.. Prevalence, healthcare resource utilization and overall burden of fungal meningitis in the United States. Journal of Medical Microbiology. Vol.67. 215-227, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • PASQUIER, Estelle et. al.. Long-term Mortality and Disability in Cryptococcal Meningitis: A Systematic Literature Review. Clinical Infectious Diseases. Vol.66. 1122-1132, 2018
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.

Tuasaude no Youtube

  • MENINGITE: 8 sintomas que não pode ignorar!

    06:24 | 13096 visualizações