Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Mania-bipolar

A mania ocorre como parte da doença maníaco-depressiva, o transtorno bipolar. É caracterizada por uma atividade física excessiva e sentimentos de euforia extremos que são muito desproporcionais em relação a qualquer evento positivo.

Os maníacos não têm consciência de que algo está errado em relação ao seu estado mental ou ao seu comportamento. Geralmente, se tornam eufóricos, mas também podem ficar irritadiços, desagradáveis ou francamente hostis.

A mania é uma emergência médica e social, que deve ser tratada clinicamente. O Lítio é uma droga utilizada nesses casos para reduzir os sintomas de mania e o Aloperidol é administrado para controlar a excitação do pensamento e da atividade.

Sintomas

Os sintomas do transtorno bipolar, que é uma doença que faz com que o indivíduo tenha períodos de euforia e de depressão intercalados, incluem:

Na fase de euforia:

  • Alegria exagerada, fora do normal;
  • Agitação e dificuldade em ficar quieto;
  • Grandes sonhos e ideias grandiosas;
  • Aumento do apetite sexual;
  • Dificuldade em dormir.

Na fase da depressão:

  • Grande tristeza;
  • Irritabilidade;
  • Falta de concentração;
  • Vontade de morrer;
  • Perda do apetite ou aumento, em alguns casos.

Os sintomas de bipolaridade podem surgir em qualquer idade, afetando igualmente homens e mulheres. É comum que as fases durem em média 3 meses, assim o indivíduo passa 3 meses em depressão e após este período a fase da euforia volta a manifestar-se. No entanto, isto não é uma regra e as fases de euforia e de depressão podem ter maior ou menor duração.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...