Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Magnésio na gravidez - Benefícios, suplementos e alimentação

O magnésio é um nutriente importante na gravidez porque ajuda a combater o cansaço e a azia que são comuns durante a gestação, além de ajudar a prevenir contrações uterinas antes da hora.

O magnésio pode ser encontrado naturalmente em alimentos como castanha e linhaça, ou na forma de suplementos, como o sulfato de magnésio, que só devem ser tomados de acordo com a orientação do obstetra.

Magnésio na gravidez - Benefícios, suplementos e alimentação

Benefícios do magnésio na gravidez

Os principais benefícios do magnésio na gravidez são:

  • Controle de câimbras musculares;
  • Prevenção de contrações uterinas e parto prematuro;
  • Prevenção da pré-eclâmpsia;
  • Favorecer o crescimento e desenvolvimento do feto;
  • Proteção do sistema nervoso do feto;
  • Combater o cansaço;
  • Combater a azia.

O magnésio é importante principalmente para mulheres grávidas com pré-eclâmpsia ou risco de parto prematuro, devendo ser tomado na forma de suplemento de acordo com orientação médica.

Suplementos de magnésio

O suplemento de magnésio mais utilizado durante a gestação é o sulfato de magnésio, que é indicado principalmente para mulheres entre as 20 e 32 semanas de gestação com risco de parto prematuro. Por vezes o médico pode indicar seu uso até as 35 semanas, mas é importante parar de tomar antes das 36 semanas de gestação, para que o útero tenha tempo de voltar a contrair de forma eficaz, facilitando o parto normal ou diminuindo o risco de hemorragia durante a cesária. Veja como usar o sulfato de magnésio.

Outros suplementos muito utilizados são as pastilhas de Magnésia Bisurada ou o Leite de Magnésia, que também é chamado de hidróxido de Magnésio, pois são importante principalmente para o tratamento da azia na gravidez. No entanto, esses suplementos só devem ser tomados de acordo com orientação médica, pois o excesso de magnésio pode prejudicar as contrações uterinas no momento do parto.

Leite de magnésia

O leite de magnésia é constituído por hidróxido de magnésio e pode ser recomendado pelo obstetra em caso de prisão de ventre ou azia, uma vez que possui propriedades laxativas e anti-ácidas.

É importante que o leite de magnésia seja usado conforme orientação do obstetra para evitar desconforto para a gestante e diarreia, por exemplo. Conheça mais sobre o leite de magnésia.

Alimentos ricos em magnésio

Além de usar os suplementos indicados pelo médico a gestante também pode ingerir alimentos com magnésio. As principais fontes de magnésio na alimentação são:

  • Frutas oleaginosas, como castanhas, amendoins, amêndoas, avelã;
  • Sementes, como as de girassol, abóbora, linhaça;
  • Frutas, como banana, abacate, ameixa;
  • Cereais, como arroz integral, aveia, gérmen de trigo;
  • Leguminosas, como feijão, ervilha, soja;
  • Alcachofra, espinafre, acelga, salmão, chocolate amargo.

Uma alimentação variada e equilibrada oferece a quantidade adequada de magnésio na gravidez, que é de 350-360 mg por dia. Saiba quais são os alimentos ricos em magnésio.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem