Lúcia-lima: para que serve e como usar

A lúcia-lima é uma planta medicinal da espécie Aloysia citriodora, rica em flavonóides, compostos fenólicos, óleos essenciais e verbascosídeo, com propriedades anti-espasmódicas, antioxidantes e anti-inflamatórias, sendo por isso, popularmente utilizada para auxiliar no tratamento de cólicas intestinais, diarreia ou excesso de gases, por exemplo.

As partes normalmente utilizadas dessa planta, que também é conhecida como limonete, bela-luísa, erva-luísa ou doce-lima, são as folhas e flores, de onde são extraídas as substâncias ativas com propriedades medicinais, para o preparo do chá.

A lúcia-lima pode ser comprada em alguns mercados, lojas de produtos naturais, feiras livres ou farmácias de manipulação, e deve ser usada com orientação de um médico ou outro profissional de saúde que tenha experiência com o uso de plantas medicinais.

Para que serve

A lúcia-lima possui propriedades anti-inflamatórias, anti-espasmódicas, antioxidantes, antibacterianas e tranquilizantes, sendo normalmente indicada para:

  • Diarreia;
  • Má a digestão;
  • Cólicas intestinais e menstruais;
  • Infecção urinária;
  • Excesso de gases intestinais;
  • Dor muscular;
  • Febre;
  • Asma;
  • Insônia;
  • Agitação;
  • Enxaqueca.

Devidos suas propriedades, a lúcia-lima também pode ser usada para ajudar a combater os sintomas de estresse, ansiedade e depressão, por exemplo, principalmente quando usada com outras plantas medicinais, como a tília e a hortelã-pimenta.

Além disso, alguns estudos [1,2] mostram que a lúcia-lima pode ajudar no emagrecimento e a diminuir o acúmulo de gordura corporal, pois ajuda a regular os níveis de hormônios relacionados com a sensação de fome e plenitude gástrica, especialmente quando associada ao hibisco, além de melhorar a flora intestinal. No entanto, ainda são necessários mais estudos que comprovem esses benefícios.

Embora tenha benefícios para a saúde, a lúcia-lima não substitui o tratamento indicado pelo médico, sendo apenas um complemento, e deve ser usada somente com orientação do médico ou de um fitoterapeuta.

Como usar

As partes utilizadas da lúcia-lima são as suas folhas e flores para fazer chás, assim como para ser utilizada como tempero na culinária. Além disso, a lúcia-lima também pode ser usada na forma de óleo essencial, especialmente para fazer aromaterapia.

1. Chá de lúcia-lima

O chá de lúcia-lima deve ser preparado com as folhas secas dessa planta e utilizado para ajudar a auxiliar no tratamento de problemas gastrointestinais.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de folhas secas de lúcia-lima;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Ferver a água e em seguida adicioná-la em uma xícara com as folhas secas de lúcia-lima. Deixar repousar por cerca de 10 minutos. Em seguida, coar, esperar amornar e beber 1 xícara do chá, de 2 a 3 vezes por dia, após as principais refeições, ou de acordo com a orientação do fitoterapeuta ou médico.

2. Óleo essencial de lúcia-lima

O óleo essencial de lúcia-lima é rico em citral, cineol, geraniol e limoneno, por exemplo, podendo ser usado na aromaterapia para ajudar a aliviar os sintomas de ansiedade, insônia ou estresse, pois tem propriedades calmantes e sedativas.

Para fazer a aromaterapia com a lúcia-lima deve-se inspirar profundamente o aroma do óleo essencial diretamente do frasco, segurando o ar nos pulmões por cerca de 2 a 3 segundos, antes de expirar. Repetir a inalação de 3 a 7 vezes, várias vezes por dia.

Outra forma de fazer a aromaterapia com o óleo essencial de lúcia-lima é colocar 2 a 3 gotas do óleo essencial em um pouco de água, no interior de um aromatizador elétrico ou num difusor de ambiente. A quantidade de água utilizada varia de acordo com a capacidade do aromatizador elétrico ou do difusor. A nuvem de fumaça ou vapor formado, permite liberar o aroma por todo o cômodo. Veja outras formas de fazer a aromaterapia.

Possíveis efeitos colaterais

A lúcia-lima é bem tolerada quando utilizada na forma de chá por um curto período e nas quantidades recomendadas. No entanto, o uso prolongado ou em excesso, pode causar irritação no estômago.

Por isso, seu uso deve ser feito somente com orientação médica ou de um profissional de saúde com experiência em plantas medicinais.

Quem não deve usar

A lúcia-lima não deve ser usada por mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas com problemas renais.

Além disso, o óleo essencial de lúcia lima não deve ser ingerido por via oral.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em setembro de 2022.

Bibliografia

  • JARADAT, N.; et al. Spectral characterization, antioxidant, antimicrobial, cytotoxic, and cyclooxygenase inhibitory activities of Aloysia citriodora essential oils collected from two Palestinian regions. BMC Complement Med Ther. 21. 1; 143, 2021
  • BAHRAMSOLTANI, R.; et al. Aloysia citrodora Paláu (Lemon verbena): A review of phytochemistry and pharmacology. J Ethnopharmacol. 222. 34-51, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • DIEZ-ECHAVE, P.; et al. The Beneficial Effects of Lippia Citriodora Extract on Diet-Induced Obesity in Mice Are Associated with Modulation in the Gut Microbiota Composition. Mol Nutr Food Res. 64. 13; e2000005, 2020
  • MOURA, Maria F.. Segredos e virtudes das plantas que curam. 1.ed. Lisboa: Seleções, 2011. 127.
  • AFRASIABIAN, F.; et al. Aloysia citriodora Palau (lemon verbena) for insomnia patients: A randomized, double-blind, placebo-controlled clinical trial of efficacy and safety. Phytother Res. 33. 2; 350-359, 2019
  • BOIX-CASTEJÓN, M.; et al. Hibiscus and lemon verbena polyphenols modulate appetite-related biomarkers in overweight subjects: a randomized controlled trial. Food Funct. 9. 6; 3173-3184, 2018
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.

Tuasaude no Youtube

  • Como PARAR a DIARREIA mais rápido

    17:10 | 270732 visualizações
  • Como tomar CHÁ DE HIBISCO para emagrecer

    08:00 | 509513 visualizações
  • 3 chás mais poderosos para acabar com os gases

    10:14 | 1109514 visualizações
  • INSÔNIA: 10 truques para dormir rápido e melhor

    06:54 | 107918 visualizações