Jucá: o que é, para que serve e como tomar

Evidência científica

O jucá é uma planta de origem brasileira que pode ser usada na cicatrização de feridas, para combater hemorragias e para ajudar no tratamento da crise asmática, tosse com catarro, diabetes, diarreia e alergia respiratória.

Esta árvore tem nome científico de Caesalpinia ferrea e alguns estudos indicam que é possível encontrar no jucá substâncias chamadas cumarinas e flavonoides que têm ação antioxidante, anti-inflamatória e anticoagulante.

Por isso, desta árvore são retiradas as cascas, folhas, sementes ou frutos que são utilizados no preparo do chá ou bebida com o pó da casca, sendo que o extrato desta planta pode ser encontrado em lojas de produtos naturais ou em farmácias de manipulação.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

O jucá pode servir para:

  • Cicatrização de feridas;
  • Hemorragias;
  • Crise asmática;
  • Tosse com catarro;
  • Diabetes;
  • Alergia respiratória;
  • Diarreia;
  • Hemorroides externas;
  • Úlceras gástricas.

Também pode ser usado para auxiliar o tratamento de infecções por bactérias e fungos, principalmente inflamações na região da boca, como a gengivite, e pode ser utilizado para a prevenção de câncer, devido sua ação na proteção das células de defesa do corpo.

Além disso, alguns estudos têm sido desenvolvidos para comprovar os benefícios do óleo de jucá na saúde da pele, pois seu uso pode aumentar a elasticidade da pele e ajudar na reposição de colágeno e ácido hialurônico, reduzindo os efeitos negativos da exposição excessiva ao sol. Veja mais sobre alimentos que também ajudam na reposição de colágeno.

Como usar

O uso do Jucá pode ser feito através do óleo extraído dos frutos ou por meio do chá, que é feito com o cozimento das folhas ou pela infusão do pó da casca, vendido em lojas de produtos naturais.

  • Chá com as folhas de jucá: usar 2 colheres de chá de folhas secas de jucá para 1 litro de água. Cozinhar as folhas por 10 minutos, coar e tomar;
  • Bebida com o pó de Jucá: colocar 1 colher de chá do pó de jucá em 1 copo de água e misturar em seguida.

Não existem estudos que recomendam a dose ideal para realização do chá, devendo sempre ser feito com orientação de um fitoterapeuta e seguindo recomendações de um clínico geral, principalmente se a pessoa já usa outros medicamentos no dia-a-dia. Também não é indicado misturar o jucá com outros medicamentos fitoterápicos ou chás de outras plantas medicinais, pois não não se sabe qual efeito surtirá.

Possíveis efeitos colaterais

Por ser uma planta em estudos, ainda não foram encontrados efeitos colaterais, entretanto, se ao tomar o chá ou bebida com jucá uma pessoa sentir qualquer sintoma diferente é necessário procurar atendimento médico para analisar os sintomas e indicar o tratamento mais adequado.

E ainda, assim como outras plantas, o jucá deve ser feito conforme orientação de um fitoterapeuta e de um médico, pois se consumida em excesso seus efeitos benéficos podem não ser atingidos.

Quando não tomar

O uso do jucá é contra-indicado para gestantes, para mulheres que amamentam e mulheres no período menstrual, pois pode provocar alterações hormonais. Também é necessário cuidados com uso do jucá em bebês e crianças, sendo necessário consultar o médico pediatra antes de oferecer qualquer planta medicinal.