Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Janela imunológica do HIV: o que é e quando fazer o teste

Revisão clínica: Marcela Lemos
Biomédica
janeiro 2023

Janela imunológica é o período entre o contato com o vírus HIV e o tempo que o organismo leva para produzir quantidade suficiente de anticorpos contra a infecção capazes de serem identificadas nos exames laboratoriais. Em relação ao HIV, é considerado que a sua janela imunológica é de 30 dias, ou seja, são necessários pelo menos 30 dias para que o vírus torne-se detectável através de exames laboratoriais.

É importante saber a janela imunológica das infecções para evitar que seja liberado um resultado falso negativo, por exemplo, além de ser essencial no diz respeito ao processo de doação e transfusão sanguínea.

Assim, é recomendado que no momento da realização de exames ou doação de sangue as informações relacionadas ao comportamento de risco, como compartilhamento de agulhas e seringas ou relações sexuais sem preservativos, sejam informadas.

Imagem ilustrativa número 1

Quando fazer o exame do HIV

A janela imunológica do HIV é de 30 dias, no entanto dependendo do sistema imunológico da pessoa e do tipo de vírus, é possível que a janela imunológica do HIV seja de até 3 meses. Assim, é recomendado que o exame para o HIV seja feito 30 dias após o comportamento de risco, ou seja, após a relação sexual sem camisinha, para que haja tempo suficiente do organismo produzir anticorpos suficientes contra o vírus para serem detectados através de testes sorológicos ou moleculares.

Em algumas pessoas, o organismo é capaz de produzir quantidades suficientes de anticorpos específicos contra o HIV cerca de 30 dias após o comportamento de risco, como relação sexual desprotegida, mesmo que não existam sintomas. Assim, é recomendado que o primeiro teste do HIV seja feito pelo menos 30 dias após o comportamento de risco, respeitando a janela imunológica, devendo ser repetido após 30 e 60 dias da realização do primeiro exame, mesmo que o exame tenha sido negativo e que não tenham surgido sintomas. 

Dessa forma, é possível que o organismo produza anticorpos suficientes contra o vírus HIV, sendo possível detectar no exame e evitando, assim, resultados falso-negativos. Veja quando fazer o teste de HIV e como é feito.

Qual a diferença entre janela imunológica e período de incubação?

Diferentemente da janela imunológica, o período de incubação leva em consideração os sintomas. Ou seja, o período de incubação de determinado agente infeccioso corresponde ao tempo entre o momento da infecção e o surgimento dos primeiros sintomas, variando de acordo com o tipo da infecção.

Por outro lado, a janela imunológica é o tempo entre a infecção e a detecção por meio de exames, ou seja, é o tempo que o organismo leva para produzir marcadores (anticorpos) específicos para o tipo de infecção. Assim, no caso do vírus HIV, por exemplo, a janela imunológica é de 2 semanas a 3 meses, mas o período de incubação é entre 15 e 30 dias.

Apesar disso, a pessoa portadora do vírus HIV pode passar anos sem que sejam notados sintomas da infecção, sendo, por isso, importante que a infecção seja monitorada periodicamente e os exames sejam feitos após o comportamento de risco, respeitando a janela imunológica. Saiba como identificar os primeiros sintomas de HIV.

O que é um resultado falso negativo?

O resultado falso negativo é aquele que é realizado durante a janela imunológica do agente infeccioso, ou seja, o sistema imune não consegue produzir anticorpos suficientes contra o agente infeccioso para que seja detectável nos exames laboratoriais.

Por isso é importante que se saiba a janela imunológica das infecções para que o resultado liberado seja o mais verdadeiro possível. Além disso, no caso de doenças que podem ser transmitidas por meio do contato sexual ou por transfusões sanguíneas, como o HIV e a hepatite B, por exemplo, é importante que as informações dadas ao médico sejam verdadeiras para que não haja soroconversão no momento da transfusão, por exemplo.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Marcela Lemos - Biomédica, em janeiro de 2023.

Bibliografia

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. O que é janela imunológica? Eu posso ter HIV e resultado negativo no teste? Como eu posso ter certeza de que meu resultado é mesmo negativo?. Disponível em: <http://www.aids.gov.br/pt-br/faq/3-o-que-e-janela-imunologica-eu-posso-ter-hiv-e-resultado-negativo-no-teste-como-eu-posso-ter>. Acesso em 04 jun 2019
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. O que é janela imunológica?. Disponível em: <http://www.aids.gov.br/pt-br/faq/18-o-que-e-janela-imunologica>. Acesso em 04 jun 2019
Mostrar bibliografia completa
  • SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE. Incentivo a Testagem. Disponível em: <http://www.saude.sp.gov.br/ses/perfil/cidadao/temas-de-saude/hiv-e-aids/incentivo-a-testagem>. Acesso em 04 jun 2019
Revisão clínica:
Marcela Lemos
Biomédica
Mestre em Microbiologia Aplicada, com habilitação em Análises Clínicas e formada pela UFPE em 2017 com registro profissional no CRBM/ PE 08598.