Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Como acabar facilmente com a prisão de ventre

O intestino preso, também conhecido por constipação intestinal, é um problema de saúde, mais comum em mulheres, em que as fezes permanecem mais tempo no intestino e, por isso, ficam mais ressecadas, o que dificulta a sua eliminação, levando ao aparecimento de alguns sintomas como barriga inchada, excesso de gases, dor e desconforto abdominal, por exemplo.

A prisão de ventre pode ser agravada ou causada por uma vida sedentária e por uma alimentação pobre em fibras, verduras, legumes e frutas, o que faz com que o intestino fique preguiçoso e tenha dificuldades para funcionar. Saiba mais sobre as causas de prisão de ventre.

Como acabar facilmente com a prisão de ventre

O que fazer comer para soltar o intestino

Para soltar o intestino é importante comer legumes e vegetais como espinafre, espinafre, alface, vagem, brócolis, couve-flor, abóbora, couve, cenoura e beterraba no almoço e no jantar e sempre que possível crus. Além disso, é importante que no café da manhã e durante o dia coma frutas como o mamão, kiwi, ameixa, laranja, abacaxi, tangerina, pêssego ou uva com casca por exemplo, que são ricos em fibras e água, favorecendo o funcionamento do intestino. Conheça outros alimentos que ajudam a melhorar o intestino preso.

As sementes e cereais integrais como a linhaça, chia, aveia, gergelim, farelo de trigo ou semente de abóbora também são ótimas opções naturais que ajudam o intestino a funcionar, e que podem ser adicionados no café da manhã ou no lanche da tarde, pois são uma excelente fonte natural de fibras para o organismo. 

Além disso, é muito importante beber no mínimo entre 1,5 a 2,5 L de água por dia, especialmente se aumentar a ingestão de fibras, pois também ajuda a regular o intestino. Confira no vídeo a seguir uma opção de suco rico em fibras e água que ajuda a melhorar o intestino preso:

O que evitar

Para evitar a prisão de ventre, é importante que seja evitado o consumo de alimentos que prendem o intestino, como doces, batata, feijão, pão branco, alimentos industrializados e fast-food, por exemplo.

A maioria destes alimentos são ricos em carboidratos, o que ajuda a tornar o intestino mais preso e por isso devem ser ingeridos com moderação para não agravar o problema. Além disso, bebidas com açúcar ou com gás também devem ser evitadas, pois também acabam pirando a prisão de ventre. 

Complicações da prisão de ventre 

Quando o intestino funciona mal, as fezes podem passar alguns dias no intestino o que faz com que fiquem mais duras e desidratadas, o que dificulta a sua saída e favorece o surgimento de fissuras anais ou hemorroidas. Além disso, em alguns casos este problema também pode impedir a subida do colesterol bom no organismo, pois não existe uma fermentação correta das fezes. 

Nos casos mais graves, quando a prisão de ventre não é tratada, pode evoluir e provocar a obstrução do intestino, que apenas pode ser tratada através da realização de cirurgia. Geralmente, é recomendado ir ao hospital quando a prisão de ventre dura há mais de 10 dias ou quando existem sintomas de dor e desconforto abdominal e de grande inchaço na barriga. Saiba reconhecer os sintomas de prisão de ventre.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto:

Carregando
...