Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Hipoglicemia

A hipoglicemia é a falta de energia no cérebro causada pela baixa concentração de açúcar no sangue e é mais comum surgir em pacientes com diabetes.

Além disso, a hipoglicemia também pode ocorrer em indivíduos saudáveis que ficam muito tempo sem comer, ingerem bebidas alcoólicas em excesso ou praticam exercício físico exagerado, por exemplo.

Sintomas da hipoglicemia

Os sintomas de hipoglicemia são principalmente:

  • Tontura;
  • Visão turva ou borrada;
  • Suor frio;
  • Tremores;
  • Coração acelerado;
  • Confusão mental;
  • Dor de cabeça;
  • Irritabilidade;
  • Apatia;
  • Olhar fixo;
  • Dificuldade em falar;
  • Desmaio.

Geralmente os primeiros sintomas que aparecem são a tontura e suor frio. Saiba mais sobre os sintomas em: Sintomas de hipoglicemia.

Tratamento para hipoglicemia

O tratamento para hipoglicemia consiste em comer uma pequena porção de algo doce para aumentar os níveis de açúcar no sangue, e a forma mais eficaz, é comer 1 colher de sopa cheia açúcar ou 2 pacotes de açúcar. Além disso, outras opções para beber em caso de hipoglicemia são 1 copo de suco de laranja natural, uma xícara de café com 2 colheres de açúcar ou 1 copo de água com 1 colher de açúcar, por exemplo.

Este tratamento deve ser realizado imediatamente após o aparecimento dos primeiros sintomas e geralmente após 10 minutos depois de tomar esses alimentos os sintomas desaparecem. Porém, é importante consultar o médico para fazer exames de sangue e verificar se existe alguma doença relacionada com o aparecimento da hipoglicemia como a diabetes, por exemplo.

Hipoglicemia reativa

A hipoglicemia reativa é a diminuição brusca de glicose no sangue que surge cerca de 1h30 a 3 horas após a ingestão de alimentos, especialmente se o indivíduo consumiu muito açúcar ou alimentos ricos em carboidratos, como um prato de macarrão com queijo e uma fatia de bolo como sobremesa. Alguns sintomas de hipoglicemia reativa podem ser sensação de fome, dor de cabeça, enjoo e cansaço, por exemplo. Saiba mais em: Hipoglicemia reativa.

Hipoglicemia na gravidez

A hipoglicemia na gravidez gera sintomas como tontura, fraqueza e confusão mental, por exemplo e pode prejudicar o bebê quando acontece frequentemente, porque geralmente está relacionada com um consumo desadequado de alimentos, o que pode fazer com que o bebê não receba todos os nutrientes necessários ao seu desenvolvimento.

Para evitar a hipoglicemia na gravidez é importante comer alimentos saudáveis como cereais integrais, frutas, legumes, carnes brancas e lacticínios a cada 2 a 3 horas.

Hipoglicemia neonatal

A hipoglicemia neonatal pode ser observada nos primeiros dias de vida do bebê e gera como principal sintomas o excesso de sono.

O tratamento indicado para hipoglicemia neonatal é alimentar o bebê, preferencialmente com leite materno, a cada 3 horas, podendo ser necessário acordar o bebê para se alimentar. Isto é importante porque se o bebê dormir muito tempo, ficando muito tempo sem se alimentar, pode haver algum comprometimento cerebral e dificuldade na aprendizagem, especialmente se esta hipoglicemia é frequente.

As causas de hipoglicemia neonatal estão relacionadas com a diabetes gestacional, com o consumo de álcool, drogas ou algum remédio durante a gravidez.

Hipoglicemiantes orais

Os hipoglicemiantes orais são medicamentos para combater a hiperglicemia, que é o excesso de açúcar no sangue e são utilizados principalmente por pacientes com diabetes tipo 2. Estes remédios devem ser utilizados sob rigorosa prescrição médica, mas alguns exemplos são Diabinese, Glifage, Actos, Glucobay, Novonorm, Januvia e Glucovance.

Ao contrário da hipoglicemia que é a falta de açúcar no sangue a hiperglicemia é o excesso de açúcar no sangue. Saiba mais em: Hiperglicemia.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...