Hidróxido de alumínio: para que serve e como tomar

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
fevereiro 2022

O hidróxido de alumínio é um remédio antiácido indicado para azia, má digestão ou excesso de ácido no estômago, pois age rapidamente neutralizando a acidez estomacal, fazendo com que o estômago seja menos agredido pelo ácido, o que ajuda a aliviar os sintomas como queimação, sensação de estômago cheio, excesso de gases ou arrotos.

Esse remédio pode ser encontrado em farmácias ou drogarias na forma de comprimidos mastigáveis ou suspensão oral, com o nome comercial Pepsamar, ou na sua forma genérica como “hidróxido de magnésio”. Além disso, o hidróxido de alumínio pode ser encontrado em associação com hidróxido de magnésio, carbonato de cálcio ou simeticona, com os nomes comerciais Simeco Plus, Mylanta ou Gastrol, por exemplo.

O hidróxido de alumínio deve ser usado com indicação médica, pois pode causar efeitos colaterais como fraqueza, náuseas ou prisão de ventre, além de ser contraindicado para grávidas, crianças ou pessoas que tenham insuficiência renal ou obstrução intestinal.

Para que serve

O hidróxido de alumínio ajuda a reduzir a acidez do estômago, sendo normalmente indicado para:

  • Azia;
  • Acidez gástrica;
  • Má digestão;
  • Úlcera no estômago ou intestino;
  • Gastrite;
  • Hérnia de hiato;
  • Inflamação do esôfago, do estômago ou do intestino.

O hidróxido de alumínio deve ser usado com indicação médica, como doses e tempo de tratamento orientados pelo médico de forma individualizada.

Como usar

O hidróxido de alumínio deve ser usado por via oral, sendo que os comprimidos depende da apresentação e inclui:

1. Hidróxido de alumínio comprimido

O comprimido mastigável contém 230 mg de hidróxido de alumínio e deve ser usado por via oral, mastigando ou dissolvendo o comprimido na boca.

As doses normalmente recomendadas para adultos são de 2 a 4 comprimidos mastigáveis por dia, tomados em doses divididas, cerca de uma hora após as refeições e ao deitar, ou conforme orientado pelo médico.

O tempo de tratamento com o hidróxido de alumínio não deve ultrapassar 2 semanas de uso e deve ser sempre orientado pelo médico.

2. Hidróxido de alumínio suspensão

O hidróxido de alumínio suspensão deve ser usado por via oral, e tomado cerca de 1 hora após uma refeição, diluído em água ou leite.

A doses normalmente recomendadas da suspensão de hidróxido de alumínio para adultos variam de acordo com a condição a ser tratada e incluem:

  • Azia ou queimação no estômago: a dose normalmente recomendada é de 10 mL da suspensão de hidróxido de alumínio, ou conforme orientado pelo médico;
  • Úlcera de estômago ou intestino: a dose normalmente recomendada é de 10 a 15 mL da suspensão de hidróxido de alumínio, com intervalos de 2 ou 4 horas, conforme orientação médica.

Antes de tomar a suspensão de hidróxido de alumínio deve-se agitar o frasco para misturar os componentes da fórmula.

O tempo de tratamento com hidróxido de alumínio suspensão deve ser orientado pelo médico de acordo com a condição a ser tratada e gravidade dos sintomas, sendo geralmente recomendado não ultrapassar o período de 2 semanas de tratamento.

Nos casos de consumo concomitante com suplementos de ferro (Fe) ou ácido fólico, o antiácido deve ser ingerido com um intervalo de 2 horas, bem como a ingestão de sucos de frutas cítricas com intervalos de 3 horas.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com o hidróxido de alumínio são diarreia ou prisão de ventre, náuseas, vômitos e dor abdominal e, o uso a longo prazo em diálise pode causar encefalopatia, neurotoxicidade e osteomalácia.

Quem não deve usar

O hidróxido de alumínio não deve ser usado por crianças com menos de 6 anos ou por pessoas com insuficiência renal grave, obstrução intestinal, apendicite, sangramento no estômago ou intestino, hemorróidas ou hipocloridria.

Além disso, esse remédio não deve ser usado por mulheres grávidas ou em amamentação, a menos que recomendado pelo médico.

O hidróxido de alumínio também não deve ser usado por pessoas com alergia a qualquer um dos componentes da fórmula.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em fevereiro de 2022.

Bibliografia

  • SANOFI-AVENTIS FARMACÊUTICA LTDA. Pepsamar (hidróxido de alumínio) comprimidos mastigáveis 230mg. Disponível em: <https://drogariasp.vteximg.com.br/arquivos/156477---pepsamar-sanofi-aventis-50-comprimidos.pdf>. Acesso em 18 fev 2022
  • EMS S.A. Hidróxido de alumínio . Disponível em: <https://docs.google.com/gview?url=https://uploads.consultaremedios.com.br/drug_leaflet/Bula-Hidroxido-de-Aluminio-EMS-Consulta-Remedios.pdf?1543245546&embedded=true>. Acesso em 18 fev 2022
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.

Tuasaude no Youtube

  • Remédio caseiro para acabar com AZIA e QUEIMAÇÃO rápido

    12:46 | 605499 visualizações
  • Como parar ARROTOS CONSTANTES

    07:04 | 158406 visualizações
  • Como não ter GASES PODRES e Como TRATAR REFLUXO!

    04:58 | 238116 visualizações
  • REFLUXO GASTROESOFÁGICO - tratamento natural

    05:19 | 2523701 visualizações
  • O que comer para aliviar os sintomas de Gastrite

    03:11 | 2134952 visualizações