Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Omeprazol - Para que serve e como tomar

O omeprazol é um medicamento que está indicado para o tratamento de úlceras no estômago e intestino, esofagite de refluxo, síndrome de Zollinger-Ellison, erradicação da H. pylori associada a úlcera no estômago, tratamento ou prevenção de erosões ou úlceras associadas ao uso de anti-inflamatórios não esteroides e tratamento da má digestão associada à acidez gástrica.

Este remédio pode ser comprado em farmácias por um preço de cerca de 10 a 270 reais, dependendo da dose, dimensão da embalagem e da marca ou genérico escolhido, sendo necessária a apresentação de uma receita médica.

Omeprazol - Para que serve e como tomar

Para que serve

O omeprazol age reduzindo a produção de ácido no estômago, através da inibição da bomba de prótons, sendo indicado para o tratamento de:

  • Úlceras no estômago e no intestino;
  • Esofagite de refluxo;
  • Síndrome de Zollinger-Ellison, que se caracteriza pelo excesso de produção de ácido no estômago;
  • Manutenção para pacientes com esofagite de refluxo cicatrizada;
  • Pessoas que apresentam risco de aspiração do conteúdo gástrico durante anestesia geral;
  • Erradicação da bactéria H. pylori associado a úlcera no estômago;
  • Erosões ou úlceras gástricas e duodenais, assim como da sua prevenção, associadas ao uso de anti-inflamatórios não-esteroidais;
  • Indigestão associada à acidez gástrica, como azia, enjoo ou dor de estômago. 

Além disso, o omeprazol também pode ser utilizado na prevenção de recaída em pacientes com úlcera duodenal ou gástrica. Saiba como identificar a úlcera gástrica.

Como usar

A posologia do medicamento, depende do problema a tratar:

1. Úlcera gástrica e duodenal

A dose recomendada para tratar a úlcera gástrica é de 20 mg, 1 vez ao dia, sendo que a cicatrização ocorre em cerca de 4 semanas, na maioria dos casos. Caso contrário, recomenda-se continuar o tratamento por mais 4 semanas. Nos pacientes com úlcera gástrica pouco responsivos, recomenda-se a dose diária de 40 mg, por um período de 8 semanas.

A dose recomendada para pessoas com úlcera duodenal ativa é de 20 mg, 1 vez ao dia, sendo que a cicatrização ocorre no prazo de 2 semanas, na maioria dos casos. Caso contrário, recomenda-se um período adicional de 2 semanas. Nos pacientes com úlcera duodenal pouco responsivos, recomenda-se a dose diária de 40 mg por um período de 4 semanas.

Para prevenir a recidiva em pacientes pouco responsivos com úlcera gástrica, recomenda-se a administração de 20 mg a 40 mg, 1 vez ao dia. Para a prevenção de recidiva da úlcera duodenal, a dose recomendada é de 10 mg, 1 vez ao dia, podendo ser aumentada para 20-40 mg, 1 vez ao dia, se necessário. 

2. Esofagite de refluxo

A dose usual é de 20 mg por via oral, 1 vez ao dia, durante 4 semanas, sendo que, em alguns casos, pode ser necessário um período adicional de 4 semanas. Nos pacientes com esofagite de refluxo grave recomenda-se a dose diária de 40 mg, por um período de 8 semanas.

Para o tratamento de manutenção da esofagite de refluxo cicatrizada, a dose recomendada é de 10 mg, 1 vez ao dia, podendo ser aumentada para 20 a 40 mg, 1 vez ao dia, se necessário. Saiba quais os sintomas da esofagite de refluxo.

3. Síndrome de Zollinger-Ellison

A dose inicial recomendada é de 60 mg, 1 vez ao dia, que deverá ser ajustada pelo médico, dependendo da evolução clínica do paciente. As doses acima de 80 mg diários, devem ser divididas em duas tomadas.

Saiba mais sobre o tratamento da síndrome de Zollinger-Ellison.

4. Profilaxia de aspiração

A dose recomendada para pessoas que apresentam risco de aspiração do conteúdo gástrico durante anestesia geral é de 40 mg na noite anterior à cirurgia, seguida de 40 mg na manhã do dia da cirurgia.

5. Erradicação do H. pylori associado à úlcera péptica

A dose recomendada é de 20 mg a 40 mg, 1 vez ao dia, associado à toma de antibióticos, durante o período de tempo determinado pelo médico. Saiba mais sobre o tratamento da infecção por Helicobacter pylori.

6. Erosões e úlceras associadas ao uso de AINE's

A dose recomendada é de 20 mg, 1 vez ao dia, durante 4 semanas, na maioria dos casos. Se este período não for suficiente, recomenda-se um período adicional de 4 semanas, dentro do qual geralmente ocorre a cicatrização.

7. Má digestão associada à acidez gástrica

Para o alívio dos sintomas como dor ou desconforto epigástrico, a dose recomendada é 10 mg a 20 mg, uma vez ao dia. Se o controle dos sintomas não tiver sido obtido após 4 semanas de tratamento com 20 mg diários, recomenda-se investigação adicional.

8. Esofagite de refluxo grave em crianças

Em crianças a partir de 1 ano de idade, a posologia recomendada para crianças com peso entre 10 e 20 kg, é de 10 mg, 1 vez ao dia. Para crianças com peso superior a 20 kg, a dose recomendada é de 20 mg, 1 vez ao dia. Se necessário, a dose pode ser aumentada para 20 mg e 40 mg, respectivamente.

Omeprazol - Para que serve e como tomar

Quem não deve usar

O omeprazol não deve ser utilizado em pessoas com hipersensibilidade a esta substância ativa ou a qualquer componente presente na fórmula, nem com problemas graves no fígado.

Além disso, também não deve ser usado em mulheres grávidas, lactantes ou crianças com idade inferior a 1 ano.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com o omeprazol são dor de cabeça, dor abdominal, prisão de ventre, diarreia, formação de gases no estômago ou intestino, náusea e vômitos. 

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem