Hidroquinona: o que é, para que serve e como usar

Atualizado em dezembro 2023

A hidroquinona é um remédio indicado para o clareamento gradual de manchas, como melasma, sardas, manchas senis, e outras condições em que ocorre hiperpigmentação por produção excessiva de melanina, que é o pigmento que dá cor à pele. 

Esse remédio pode ser comprado em farmácias ou drogarias, na forma de creme ou gel contendo 40 mg/g de hidroquinona, sendo vendido mediante apresentação de receita médica.

A hidroquinona pode ser encontrada com os nomes comerciais Solaquin, Cleankinol ou Claquinona, por exemplo, podendo em algumas formulações estar associada a outras substâncias, como tretinoína ou fluocinolona, por exemplo, e deve ser usada somente com indicação do dermatologista.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

A hidroquinona é indicada para clarear gradualmente manchas na pele, nas seguintes situações:

  • Melasmas;
  • Cloasmas;
  • Sardas;
  • Melanose solar;
  • Manchas senis.

A hidroquinona age inibindo assim a formação de melanina, que é o pigmento que dá coloração à pele. Desta forma, com a diminuição da produção de melanina, a mancha vai ficando cada vez mais clara.

Além disso, embora mais lentamente, a hidroquinona provoca mudanças estruturais nas membranas das organelas dos melanócitos, acelerando a degradação dos melanossomas, que são as células responsáveis pela produção de melanina.

A hidroquinona também pode estar associada a outras substâncias, como retinoides, para potencializar o efeito despigmentante, ou corticoides, para reduzir a inflamação da pele, devendo ser usada sempre com orientação do dermatologista.

Como usar

A hidroquinona deve ser usada aplicando uma fina camada sobre a pele na área a ser tratada, sendo que a dose normalmente recomendada para adultos ou crianças com mais de 12 anos é de 1 aplicação, duas vezes por dia, uma de manhã e outra à noite, ou a critério do médico.

O creme deve ser utilizado até à despigmentação adequada da pele, devendo ser aplicado por mais alguns dias para manutenção.

Caso não seja observada a despigmentação esperada após 2 meses de tratamento, o produto deve ser descontinuado, devendo-se informar o médico.

Cuidados durante o tratamento

Durante o tratamento com hidroquinona, devem-se ter os seguintes cuidados:

  • Evitar exposição ao sol enquanto se estiver a fazer o tratamento;
  • Usar protetor solar FPS 30 ou superior, indicado pelo médico;
  • Evitar aplicar em áreas extensas do corpo;
  • Lavar as mãos antes da aplicação da hidroquinona;
  • Lavar as mãos após aplicar a hidroquinona, exceto nos casos em que o tratamento é na pele das mãos;
  • Testar primeiro o produto em uma pequena região da pele e esperar 24h para ver se surge alguma reação alérgica;
  • Suspender o tratamento caso ocorram reações na pele, como coceira, inflamação ou formação de bolhas.

Além disso, deve-se falar com o médico sobre os produtos que podem continuar a ser aplicados na pele, de forma a evitar interações medicamentosas.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento com a hidroquinona são vermelhidão, coceira, inflamação excessiva, surgimento de bolhas e sensação leve de queimação. 

Quem não deve usar

A hidroquinona não deve ser usada por crianças com menos de 12 anos, mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas pessoas que tenham alergia a qualquer um dos componentes da fórmula.

Além disso, deve-se evitar o contato com os olhos e caso se dê o contato acidental, deve-se lavar com água abundante. Também não deve ser usado na pele irritada, com feridas ou na presença de queimaduras solares.

Conheça outras opções para clarear manchas da pele.