Clariderm: para que serve, como usar e efeitos colaterais

A Clariderm é uma pomada que contém hidroquinona na sua composição, uma substância que age clareando a pele, por diminuir a produção da melanina, uma proteína que dá cor à pele, sendo indicada para o tratamento de manchas na pele como melasma ou sardas, por exemplo.

Essa pomada pode ser encontrada em farmácias ou drogarias como Clariderm creme para uso dermatológico a 2% ou 4%, na forma de genérico com o nome hidroquinona creme ou gel, ou como similar com os nomes Claripel ou Solaquin, e deve ser usada com indicação do dermatologista.

Clariderm: para que serve, como usar e efeitos colaterais

Para que serve

A Clariderm pomada é indicada para clarear áreas escurecidas da pele causadas por sardas, alterações hormonais como cloasma, danos causados pelo sol como melasma ou manchas senis, que ocorrem pelo envelhecimento normal da pele.

Como usar 

A Clariderm pomada a 2% deve ser usada aplicando uma fina camada sobre a pele limpa e seca, somente na área manchada, 1 a 2 vezes por dia, de manhã e à noite, ou conforme orientação médica. Em seguida, deve-se aplicar filtro solar FPS 50, para proteger a pele do sol e evitar a piora das manchas. O tratamento com a Clariderm 2% pode ser feito pelo período de 2 meses, e depois avaliado pelo dermatologista, que pode indicar continuar ou interromper o tratamento por até 6 meses.

No caso da Clariderm pomada a 4 %, a aplicação sobre a pele deve ser feita somente 1 vez ao dia, de preferência à noite, pelo período máximo de 15 dias.

É importante lavar as mãos antes e após aplicar a Clariderm, exceto nos casos exceto nos casos em que a pomada é usada para tratar a pele das mãos.

Antes de iniciar o uso da Clariderm pomada, é recomendado aplicar uma pequena quantidade da pomada em uma pequena área de pele saudável e verificar a área em 24 horas. Caso ocorra vermelhidão intensa, coceira ou formação de pequenas bolhas na pele, não se deve usar a pomada de Clariderm e deve-se comunicar ao médico, para que possa ser reavaliado o tratamento. 

Possíveis efeitos colaterais 

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com a Clariderm pomada são sensação de queimação, ardor, coceira leve ou vermelhidão na pele tratada.

Além disso, o uso prolongado da Clariderm, por mais de 2 meses, pode causar o surgimento de manchas marrom escuras ou preto-azuladas nos locais aplicados.

Quem não deve usar

A Clariderm pomada não deve ser usada por crianças com menos de 12 anos, mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que tenham alergia à hidroquinona ou outros componentes da pomada.

Esta pomada não deve ser usada em grandes áreas no corpo, ou nos olhos, lábios, boca, narinas, ouvidos, órgãos genitais, ou na pele com feridas abertas, queimada pelo sol, vento ou frio extremo, ou na pele seca, rachada ou irritada.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • DRUGS.COM. Hydroquinone topical. 2020. Disponível em: <https://www.drugs.com/mtm/hydroquinone-topical.html>. Acesso em 15 Jul 2021
  • TSE, T. W. Hydroquinone for skin lightening: safety profile, duration of use and when should we stop?. J Dermatolog Treat. 21. 5; 272-5, 2010
  • OGBECHIE-GODEC, O. A.; ELBULUK, N. Melasma: an Up-to-Date Comprehensive Review. Dermatol Ther (Heidelb). 7. 3; 305-318, 2017
  • TRUSWELL, W. H. Prescription Skin Care Products and Skin Rejuvenation. Facial Plast Surg Clin North Am. 28. 1; 59-65, 2020
Mais sobre este assunto: