Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Gastrite tem cura?

A gastrite tem cura quando identificada e tratada corretamente. É importante que seja identificada a causa da gastrite para que o médico possa indicar a melhor forma de tratamento, seja com antibióticos ou medicamentos que protegem o estômago. Veja quais são os remédios mais indicados para gastrite.

Além do tratamento com medicamentos, é importante que a pessoa tenha uma dieta adequada, eliminando as substâncias que irritam o estômago e causam a gastrite, como o cigarro, bebidas alcoólicas e alimentos gordurosos e com muito molho. É possível curar a gastrite também de forma natural através do consumo do chá de espinheira santa, pois essa planta é capaz de diminuir a acidez do estômago, protegendo a mucosa gástrica.

No entanto, quando a gastrite não é identificada ou quando o tratamento não é feito de maneira correta, a gastrite pode evoluir para o tipo crônico, em que a inflamação da mucosa gástrica dura mais de 3 meses, tornando o tratamento mais difícil e a cura mais complicada de ser alcançada. Entenda o que é a gastrite crônica.

Gastrite tem cura?

Tratamento natural

A cura da gastrite também pode ser alcançada de forma natural por meio do uso da espinheira santa (Maytenus ilicifolia), que é uma planta medicinal que possui ação antioxidante e protetora celular, sendo capaz de diminuir a acidez do estômago, protegendo a mucosa gástrica, além de ser capaz de eliminar a bactéria H. pylori, sendo, portanto, uma ótima opção natural para tratar a gastrite.

A espinheira santa é rica em taninos e óleos essenciais que protegem a mucosa gástrica, sendo tão eficiente quando os remédios para gastrite, como a Ranitidina e Cimetidina. Ela pode ser encontrada em forma de chá, cápsulas ou tintura, e pode ser comprada em farmácias, drogarias ou lojas de produtos naturais. A espinheira santa tem efeito anti-inflamatório e possui ainda ação calmante sendo útil em caso de gastrite nervosa. Saiba mais sobre a espinheira santa.

Essa planta não produz efeitos colaterais e pode ser utilizada a longo prazo, sob orientação médica ou do nutricionista, sem trazer nenhum prejuízo para a saúde. Contudo, ela é contraindicada no primeiro trimestre de gravidez, por falta de estudos científicos sobre este assunto, e não deve ser utilizada durante a amamentação, devido à possível redução do leite materno. Confira outras opções de remédios caseiros para gastrite.

Dieta para gastrite

A alimentação é também fundamental para curar a gastrite. Na dieta para gastrite, é recomendado que a pessoa se alimente a cada 3 horas e não beba nada durante as refeições. É recomendado que a alimentação seja a mais leve possível, dando preferência aos alimentos cozidos em água e sal ou grelhados com sal, alho e azeite. É importante saber que alimentos não são recomendados para a pessoa com gastrite, pois pode piorar os sintomas sentidos, como por exemplo:

  • Alimentos em conserva como picles e azeitona;
  • Café, chocolate ou chocolate em pó;
  • Churrasco, paio e linguiça;
  • Alimentos crus ou mal lavados;
  • Biscoitos, bolachas, bolos e massas preparadas com gordura hidrogenada;
  • Refeições congeladas;
  • Fast food, como hambúrguer, cachorro quente, churros;
  • Cerveja, cachaça, vinho e outras bebidas alcoólicas.

É importante saber que isto não é uma regra, mas um conselho, pois um determinado alimento pode fazer mal a um indivíduo com gastrite e não trazer nenhum malefício para outro que também sofra com a mesma doença. Portanto, o ideal é que o indivíduo anote numa folha os alimentos que ele já identificou que lhe fazem mal e evite-os, sempre que possível. Saiba como fazer a dieta para a gastrite.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...