Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Falta de ar na gravidez

Sentir falta de ar na gravidez é normal, desde que não haja outros sintomas envolvidos. Isso ocorre porque, com o crescimento do bebê, o diafragma e os pulmões vão sendo comprimidos e a capacidade de expansão da caixa torácica fica diminuída, gerando a sensação de falta de ar.

No entanto, existem outros fatores que podem estar na origem deste sintoma, como doenças respiratórias, reações alérgicas ou obesidade por exemplo. Saiba o que pode estar causando a falta de ar.

Falta de ar na gravidez

O que fazer

O que se pode fazer é evitar grandes esforços, não se deitar de barriga para cima e tentar reduzir a ansiedade. Quando a grávida começar a sentir dificuldade para respirar, ela deve sentar-se e concentrar-se na sua própria respiração, tentando acalmar-se o máximo possível.

Se a grávida, além da falta de ar, sentir febre, arrepios ou qualquer outro sintoma, esteja ela no primeiro, segundo ou no terceiro trimestre de gravidez, ela deve ir ao médico para investigar a causa e assim poder eliminá-la.

Para aliviar a falta de ar na gravidez pode-se também tomar um remédio natural com xarope de mel e agrião. Veja como fazer este remédio caseiro para aliviar a falta de ar.

Falta de ar no início da gravidez

A falta de ar no início da gravidez não é muito comum, mas pode ocorrer especialmente se a mulher tiver asma, bronquite ou se estiver resfriada.

Caso além da falta de ar, outros sintomas aparecerem, como tosse, palpitação, coração acelerado e lábios e unhas arroxeados, deve-se ir ao médico rapidamente, porque pode ser alguma doença cardíaca ou respiratória, que precisa ser tratada rapidamente.

A sensação de falta de ar na gravidez pode durar até às 36 semanas de gestação, que é geralmente quando o bebê encaixa na pelve, fazendo com que a barriga fique um pouco mais baixa, dando mais espaço para o diafragma e para os pulmões.

Possíveis causas

A falta de ar na gravidez pode ser causada por:

  • Excesso de atividade física;
  • Cansaço;
  • Crescimento do bebê;
  • Ansiedade;
  • Asma;
  • Bronquite;
  • Doenças do coração.

Quando o bebê encaixa na pelve, por volta das 34 semanas de gestação, a barriga tende e "descer" ou "baixar" e a falta de ar costuma diminuir porque o pulmão fica com mais espaço para se encher de ar.

Falta de ar na gravidez prejudica o bebê?

A falta de ar ligeira, que a maior parte das grávidas sentem durante a gravidez, não prejudica o bebê de forma nenhuma, pois o bebê recebe o oxigênio que necessita através do sangue vindo pelo cordão umbilical.

Contudo, se a grávida sentir qualquer outro sintoma além da falta de ar, ou se a falta de ar se tornar cada vez pior, ela deve ir ao médico para uma avaliação.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...