Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o exame HCV, para que serve e como é feito

O exame HCV é um exame laboratorial indicado na investigação da infecção pelo vírus da hepatite C, o HCV. Assim, por meio desse exame, é possível verificar a presença do vírus ou de anticorpos produzidas pelo organismo contra esse vírus, o anti-HCV, sendo, por isso, útil no diagnóstico da hepatite C.

Esse exame é simples, é feito a partir da análise de uma pequena amostra de sangue e normalmente é solicitado quando existe suspeita de infecção pelo HCV, ou seja, quando a pessoa teve contato com sangue de uma pessoa contaminada, teve relações sexuais desprotegidas ou quando houve compartilhamento de seringas ou agulhas, por exemplo, já que são formas comuns de transmissão da doença.

O que é o exame HCV, para que serve e como é feito

Para que serve

O exame HCV é solicitado pelo médico para investigar a infecção pelo vírus HCV, que é o responsável pela hepatite C. Por meio do exame é possível saber se a pessoa já esteve em contato com o vírus ou se está com uma infecção ativa, assim como a quantidade de vírus presente no organismo, o que pode indicar a gravidade da doença e ser útil na indicação do tratamento mais adequado.

Assim, esse exame pode ser solicitado quando a pessoa se expõe a algum dos fatores de risco relacionados com a transmissão da doença, como:

  • Contato com sangue ou secreções de uma pessoa infectada;
  • Compartilhamento de seringas ou agulhas;
  • Relação sexual desprotegida;
  • Múltiplos parceiros sexuais;
  • Realização de tatuagens ou piercings com material potencialmente contaminado.

Além disso, outras situações que estão relacionadas com a transmissão do HCV são compartilhamento de lâminas de barbear ou instrumentos de manicure ou pedicure, e realização de transfusão de sangue antes de 1993. Saiba mais sobre a transmissão do HCV e como deve ser a prevenção.

Como é feito

O exame HCV é feito através da análise de uma pequena amostra de sangue coletada no laboratório, não sendo necessário realizar qualquer tipo de preparo. No laboratório, a amostra é processada e, de acordo com a indicação do exame, podem ser feitos dois testes:

  • Identificação viral, em que é feito um exame mais específico que permite identificar a presença do vírus no sangue e a quantidade que se encontra, sendo esse exame importante na determinação da gravidade da doença e acompanhamento da resposta ao tratamento;
  • Dosagem de anticorpos contra o HCV, também conhecido como exame anti-HCV, em que é feita a dosagem dos anticorpos produzidos pelo organismo como resposta à presença do vírus. Esse exame, além de também poder ser usado para avaliar resposta ao tratamento e gravidade da doença, também permite saber como o organismo está reagindo contra a infecção.

É comum que o médico solicite os dois exames como forma de ter um diagnóstico mais preciso, além de também poder indicar outros exames que ajudam a avaliar a saúde do fígado, uma vez que esse vírus pode comprometer o funcionamento desse órgão, como dosagem das enzimas hepáticas TGO e TGP, PCR e gama-GT. Conheça melhor os exames que avaliam o fígado.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem