Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o Estado de Choque e quais os sintomas

O estado de choque caracteriza-se por uma oxigenação insuficiente dos órgãos vitais, que acontece devido a uma insuficiência circulatória aguda, que pode ser causada por fatores como trauma, perfuração de órgãos, emoções, frio ou calor extremo, cirurgias, entre outros.

Caso não seja tratado, o estado de choque pode levar à morte, por isso deve-se estar atento a sintomas como palidez, pulso fraco, pressão arterial baixa ou pupilas dilatadas, por exemplo, especialmente se a pessoa sofreu um acidente. Saiba quais os diferentes tipos de choque.

O que é o Estado de Choque e quais os sintomas

Quais os sinais e sintomas

Pode-se identificar alguém em estado de choque quando fica com a pele pálida, fria e pegajosa, pulso fraco, respiração lenta e superficial, pressão arterial baixa, tonturas, fraqueza, olhos sem brilho, com um olhar fixo e pupilas dilatadas.

Além disso, algumas pessoas podem sentir náuseas, dores no peito, suores frios e em casos mais graves levar a prostração e inconsciência.

Quando alguém entra em estado de choque, pode estar consciente ou inconsciente, mas em qualquer caso é importante a observação clínica dos sinais e dos sintomas por um profissional de saúde.

Possíveis causas

O estado de choque pode ser consequência de um grande trauma, perfuração súbita de órgãos, uma pancada, insolação, queimadura, exposição a frio extremo, reação alérgica, infecção grave, cirurgia, emoções, desidratação, afogamento ou intoxicação.

O que fazer em caso de choque

Caso a pessoa esteja consciente, deve-se deitar num local arejado e seguro e tentar afrouxar as roupas do corpo, desapertando os botões e fechos e alargando gravatas e lenços, por exemplo, mas ao mesmo tempo, tentar manter a temperatura normal do corpo. Deve-se ainda levantar ligeiramente as pernas, num ângulo de cerca de 45º e tentar acalmá-la enquanto se chama a emergência médica.

Caso a pessoa esteja inconsciente, deve ser colocado em posição lateral de segurança e chamar a emergência médica, que a levará para o hospital. Saiba como fazer a posição lateral de segurança.

Além disso, é importante que nunca se dê de beber à vítima, caso ela esteja inconsciente.

Como é feito o tratamento

O tratamento depende do tipo de choque de que a pessoa esteja a sofrer. Assim, caso sofra de choque hipovolêmico, deve-se parar a hemorragia e aumentar o volume de sangue, administrando líquidos na veia e, em casos mais graves, pode ser necessário realizar uma transfusão de sangue e tratar as feridas externas.

Em caso de choque cardiogênico, deve-se administrar líquidos na veia, remédios vasoconstritores e em casos mais graves, pode ser necessário realizar uma cirurgia ao coração.

No choque neurogênico, além da administração de líquidos na veia, pode ainda ser necessária a administração de corticoides e no choque séptico, o tratamento é realizado com antibióticos e ventilação, caso a pessoa tenha dificuldades para respirar.

O choque anafilático é tratado com anti-histamínicos, corticoides e adrenalina, o choque obstrutivo é tratado com a remoção da causa da obstrução e o choque endócrino é controlado com medicamentos que corrigem o desequilíbrio hormonal.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem